» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
853

Asus Zenfone 3 Max

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral
Introdução e unboxing

Começando pela caixa do aparelho, vemos que a Asus não poupou esforços para divulgar a bateria de 4.100 mAh do ZenFone 3 Max, colocando tal informação logo na parte frontal da embalagem. Nas laterais, temos apenas informações sobre o dispositivo como a tecnologia Pixel Master utilizada em sua câmera e o acabamento 2.5D encontrado no painel frontal, buscando assim prover um conjunto ainda mais elegante.

Com relação aos acessórios incluídos pela Asus junto ao ZenFone 3 Max, temos fones de ouvido com botão para chamadas e microfone embutido, borrachinhas sobressalentes para os fones, carregador de tomada no padrão de dois pinos com saída de 2A, cabo USB com porta microUSB, uma pequena chave para abrir o compartimento híbrido dos chips SIM ou cartão microSD e um adaptador OTG que permite que outros aparelhos sejam carregados com o ZenFone 3 Max.

Ainda sobre os acessórios, vale destaque aqui para os fones de ótima qualidade para a faixa de preço do aparelho. Eles apresentam boa fidelidade e um bom nível de graves e agudos, além de poderem ser utilizados por longos períodos sem qualquer tipo de incômodo.

Design e tela

Em termos de design, usuários que escolherem o ZenFone 3 Max dificilmente ficarão desapontados, sendo um conjunto bastante louvável para a faixa de preço, principalmente pelos materiais escolhidos. O modelo adquirido por nós do TudoCelular foi o dourado, sendo a mesma tonalidade utilizada até mesmo em seu painel frontal. Caso desejado, ele pode ser adquirido também em cinza ou prata, com o primeiro tendo sua parte frontal em preto.

O ZenFone 3 Max de 5,2 polegadas possui 149,5 mm de altura por 73,7 mm de largura, além de 8,55 mm de espessura, sendo assim mais alto e espesso que seu principal rival, LG X Power, porém mais estreito. Ele tem ainda 148 gramas, algo que é justificado pela presença predominante de metal em sua construção.

Com relação ao display, temos um painel IPS LCD de 5,2 polegadas com resolução HD (720 x 1280 pixels), o que confere ao aparelho uma densidade aproximada de 282 ppi. Pelo que foi possível notar em nossos testes, este é possivelmente um dos pontos mais positivos do aparelho, sendo entregue bons níveis de brilho e contraste, além de cores vibrantes mas que não chegam ao ponto de serem irreais.

A tela do ZenFone 3 Max conta ainda com um "modo noturno", que reduz a incidência de tons azuis para otimizar a experiência de uso em ambientes escuros. Em termos técnicos, o aparelho conseguiu alcançar um brilho máximo de 596 lux (utilizando a escala 1/100) e mínimo de 12 lux com uma imagem branca sendo exibida, garantindo assim uma experiência confortável nos mais variados ambientes.

Hardware, desempenho e jogos

O ZenFone 3 Max ZC520TL conta com um chipset MediaTek MT6737M 64-bit Quad-Core a 1,25 GHz, GPU ARM Mali-T720 MP2 e 2 GB de RAM, além de uma tela de 5,2 polegadas com resolução "apenas" HD (720 x 1280 pixels) e 16 GB de espaço para o armazenamento interno com possibilidade de expansão via cartão microSD, caso você não faça questão de um segundo chip SIM.

Este conjunto é mais do que suficiente para executar tarefas básicas como acesso a redes sociais, navegação web e até mesmo jogos como Clash of Clans, Subway Surfers, Asphalt 8 e Modern Combat 5, garantindo uma experiência razoavelmente fluida mesmo em títulos mais pesados como Injustice e Mortal Kombat X.

Com relação à conectividade, o ZenFone 3 Max é compatível com Wi-Fi 802.11b/g/n, Bluetooth 4.2 com A2DP/EDR e possui conexão GPS com A-GPS, GLONASS e BeiDou. Ele tem ainda sensores de proximidade, acelerômetro e bússola, bem como um leitor biométrico para autenticação com impressão digital, além da já mencionada possibilidade de uso de dois chips nano-SIM.

No teste prático aqui do TudoCelular.com, o ZenFone 3 Max não se saiu tão bem quanto o X Power, marcando 1 minuto e 37 segundos na primeira etapa e 1 minuto e 35 segundos na segunda, o que demonstra que praticamente todos os apps precisaram ser reabertos no segundo ciclo. Com isso, o dispositivo totalizou 3 minutos e 12 segundos, ficando assim quase 20 segundos acima do necessário por seu rival.

Todos os resultados em testes de benchmark podem ser encontrados em nosso teste específico de desempenho, onde é demonstrado que o ZenFone 3 Max atingiu as seguintes marcas:

  • AnTuTu: 38.649
  • GeekBench: 666/1.826
  • GeekBench GPU: 891
  • 3D Mark: 174 (Sling Shot ES 3.1)
  • GFX Bench:
    • Manhattan: 8,7/4 fps
    • T-Rex: 19/11 fps

Com relação ao desempenho em jogos, como pode ser visto nas capturas do Game Bench demonstradas acima, o ZenFone 3 Max consegue manter uma taxa de quadros bastante aceitável mesmo em títulos mais pesados, sendo capaz de rodar com maestria games mais simples como Subway Surfers, Candy Crush Saga e Clash of Clans.

Obviamente que você não terá o mesmo desempenho encontrado em modelos mais caros e potentes, porém devemos lembrar que os testes foram realizados com a qualidade dos jogos no máximo, então caso desejado é possível reduzir um pouco a presença de partículas e texturas para contar com uma fluidez maior.

Um ponto que ainda parece precisar passar por algum polimento é a interface ZenUI utilizada pela Asus sobre o Android 6.0 Marshmallow, já que apesar de bastante intuitiva e altamente personalizável ela acaba prejudicando um pouco o desempenho do aparelho em determinados momentos. Isto, contudo, pode ser facilmente resolvido em atualizações futuras, sendo esperado que o ZenFone 3 Max receba o Android 7.0 Marshmallow em algum momento dos próximos meses.

Câmera

A Asus incluiu um aplicativo de câmera bastante completo em seu aparelho, permitindo controle manual de diversos pontos da imagem e possibilitando o uso de filtros e efeitos. Em termos de qualidade, o ZenFone 3 Max se mostrou muito competente em ambientes externos e com bons níveis de iluminação, conseguindo angariar uma boa quantidade de votos em nosso comparativo realizado recentemente.

Por outro lado, em ambientes noturnos ele acabou não se saindo tão bem assim, principalmente decido ao sistema de estabilização digital que ainda precisa passar por ajustes, sendo necessária uma mão firme e boa dose de paciência para registrar boas imagens nestes locais. Vale notar que o modelo de 5,2 polegadas conta com câmera de 13 megapixels com abertura f/2.2, enquanto a versão maior possui algo mais completo.

A câmera frontal de 5 megapixels não deixou a desejar mas também não surpreendeu, pecando um pouco por saturar demais as imagens e por gravar em baixa resolução se comparado aos rivais, permitindo vídeos em apenas 640 x 480 pixels. Vale notar que a Asus não incluiu um "flash" na tela como fizeram outras companhias para amenizar a falta de um LED propriamente dito, o que deve decepcionar os adeptos das selfies.

Bateria

Este é o ponto que poderia ser o grande diferencial do ZenFone 3 Max frente a rivais da mesma faixa de preço, porém que acabou decepcionando bastante. Durante dias "normais" o aparelho consegue se sair bem e segurar até o final da noite, porém basta partir para um padrão de uso mais agressivo com navegação GPS, streaming de áudio e jogos que ele dificilmente segurará até o final da tarde, fazendo com que você precise ficar medindo sempre o que pode ou não utilizar.

No teste prático realizado aqui pelo TudoCelular.com o aparelho conseguiu se manter por pouco mais de 14 horas, marcando algo próximo das 9 horas de tela ativa no período. De maneira resumida, foi possível alcançarmos os seguintes resultados:

  • O carregador padrão de 2A demora 3 horas e 26 minutos para encher totalmente a bateria.
  • Após uma hora conectado à tomada o aparelho é recarregado cerca de 40%.
  • Foram necessárias aproximadamente 14 horas para fazer a bateria do aparelho chegar ao modo de economia de energia com o brilho da tela em 50% durante todo o tempo.
  • A tela permaneceu ligada por 08 horas e 52 minutos no período.
  • Neste período foram feitas ligações que totalizaram 40 minutos.
  • Realizamos 10 ciclos de testes que incluíram:
    • 60 minutos de navegação no Chrome;
    • 300 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, MX Player e YouTube (60 minutos cada);
    • 60 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers e Asphalt 8);
    • 60 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (20 minutos cada);
    • 40 minutos de chamadas de voz via 3G;
  • Temperatura ficou entre 30 e 38°C.

Com tudo isso, podemos dizer que se o seu padrão de uso não é tão intenso, o ZenFone 3 Max dificilmente te deixará na mão, mas é bom ter um plano reserva para o caso de precisar utilizá-lo com um pouco mais de entusiasmo.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Design elegante;
  • Bom desempenho para atividades comuns;
  • Tela de alta qualidade;
  • Fones de ouvido de qualidade acima da média para a faixa de preço.
  • Leitor de impressões digitais prático e rápido.

Pontos fracos

  • Câmera com baixo desempenho em relação a concorrentes, especialmente em ambientes noturnos;
  • Slot híbrido para chips nano-SIM e cartão microSD.
  • Autonomia decepcionante para todo o marketing feito.
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Preço vem caindo com o passar do tempo, mas ainda se mostra um pouco caro para o que entrega.

Embalagem e características

Embalagem simples, mas bem organizada. Acessórios de ótima qualidade, especialmente os fones de ouvido.

Comodidade

Aparelho com boa ergonomia para o tamanho, porém um pouco pesado devido aos materiais utilizados em sua construção.

Facilidade de uso

Interface ZenUI se mostra cada vez mais

Multimídia

Sistema de áudio com equalizador nativo que funciona muito bem, especialmente com fones de ouvido. Tela de ótima qualidade para a faixa de preço, pecando apenas pela

Votação Geral

Bom dispositivo em termos de desempenho e multimídia, mas peca no conjunto de câmeras e na bateria, que devia ser justamente seu diferencial.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Asus Zenfone 3 Max