600

LG Optimus 3D Max P720

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral
Unboxing

O LG Optimus 3D MAX é a evolução do modelo de smartphone que inaugurou a tecnologia 3D em celulares, o primeiro Optimus 3D. As diferenças entre ambos os aparelhos são mais notadas em sua parte externa do que no hardware que está dentro do aparelho. De qualquer forma, como é o único smartphone com o 3D como carro chefe, precisamos eliminar esta característica para achar seus concorrentes. Os mais diretos são o Galaxy S II Lite e o primeiro Motorola Razr. Todos eles mais baratos do que o 3D MAX, mas com hardware semelhante.

LG Optimus 3D MAX
Caixa do LG Optimus 3D MAX

Do lado externo da caixa encontramos um papelão muito fino, similar ao que é utilizado em celulares mais simples. Há também informações técnicas do gadget, uma foto do aparelho no topo e, se você comprou o smartphone em uma operadora, vai o nome dela impresso na lateral.

LG Optimus 3D MAX
Acessórios

O smartphone vem deitado em uma espécie de cama de papelão, comum em smartphones de várias marcas. Logo abaixo encontramos a bateria, cabo de dados, manuais, carregador com porta USB, cabo microUSB e um fone de ouvido no padrão in-ear, ou seja, ele fica com uma borracha para dentro do ouvido. Cada parte do conjunto vem em seu respectivo plástico, sendo que alguns deles você não poderá fechar novamente, já que é obrigado a rasgar para acessar o conteúdo.

Parte externa

O modelo anterior deste smartphone dava uma impressão de maior robustez, enquanto este tem um ar mais simples e jovem, principalmente por ser sensivelmente mais leve. Na parte da frente encontramos a tela de LCD com 4.3 polegadas recheadas com 800 x 480 pixels de resolução, que é capaz de exibir imagens tridimensionais sem a necessidade de óculos especiais para tal. Lembra muito o Nintendo 3DS tanto em tamanho de tela quanto em tecnologia utilizada. Na parte inferior há quatro botões virtuais do Android (Menu, Home, Voltar e Pesquisar). No topo do display a LG instalou uma câmera frontal com resolução VGA.

LG Optimus 3D MAX
LG Optimus 3D MAX

Em cima há um botão para ligar a tela e o smartphone, além do plugue para fone de ouvido no padrão 3.5mm, ou seja, como em todos os Androids, é possível utilizar qualquer fone de ouvido vendido no mercado.

LG Optimus 3D MAX
Botão de ligar e desligar a tela

Na lateral esquerda há os botões para volume e uma pequena porta, que se você puxar para o lado, revela a entrada microUSB que é utilizada para carregar a bateria do aparelho e também para transferir dados.

LG Optimus 3D MAX
Tampa para porta microUSB

Do outro lado somente existe um botão, que aciona uma interface especial da LG que lista algumas funções em 3D, como jogos instalados com este recurso, câmera 3D e exibe imagens registradas em três dimensões com o aparelho, dentro de uma galeria diferente da galeria de fotos tradicional do Android.

LG Optimus 3D MAX
Botão 3D

A tampa da bateria recebeu uma textura que a LG utiliza em seus smartphones de outras linhas, lembra uma malha de tecido bem duro. Ainda atrás do smartphone há a câmera de 5 megapixels que é capaz de tirar fotos em 3D de até 3 megapixel, alto-falante principal e só.

LG Optimus 3D MAX
Câmera 3D

A bateria do gadget conta com 1.520mAh, o que é muito pouco quando o recurso 3D está ativo. EM testes realizados durante alguns dias com o aparelho, a bateria sequer durou 11 horas com uma carga completa. Este continua sendo o calcanhar de Aquiles deste smartphone. Custava colocar uma bateria de 2.500mAh?

LG Optimus 3D MAX
Bateria de 1.520mAh
Dimensões, pegada e peso

Aqui mora uma bela dificuldade deste rapaz que escreve o review: telas grandes. É complicado o manuseio de algo além das 4 polegadas por uma simples questão: você não encosta o dedão no lado oposto da tela sem perder a firmeza do smartphone que está em suas mãos. A textura da tampa da bateria dá uma pequena sensação de segurança, mas ainda sinto que o aparelho vai cair se alguém tocar no meu ombro.

LG Optimus 3D MAX
Pegada confortável

Enfim, as telas com mais de quatro polegadas estão padronizando o mundo Android, ou seja, ou goste ou saia dele. Voltando a falar da textura, ela até dá uma sensação de segurança, mas como é muito pequeno o baixo relevo, esta sensação não é tão real assim. É muito melhor do que o plástico barato do Galaxy S III, principalmente por ser uma tampa mais grossa, mais resistente.

LG Optimus 3D MAX
9,6 mm de espessura

O gadget tem 126,8 mm de altura, por 67,4 de largura e 9,6 mm de espessura, acompanhados de 148 gramas já com a bateria. É um pouco pesado, mas é bem mais leve do que os 168 gramas do primeiro modelo, que também era mais largo, alto e espesso do que este que estamos testando.

LG Optimus 3D MAX
Botões somem quando a luz apaga

Os botões do Android - assim como uma grande maioria dos modelos de várias fabricantes - são virtuais. Ok, este recurso é bacana e deixa o aparelho bonito, mas os botões não são visíveis quando a luz dos botões está apagada, ou seja, você vai errar várias vezes o lugar dos botões até se acostumar com a configuração da posição deles.

Desempenho do Android

A LG continua com sua tradicional customização, que acompanha outros smartphones da marca. É bacana manter a interface alterada do sistema operacional, principalmente para usuários que tinham um aparelho antigo da empresa e estão migrando para algum mais parrudo. Esta escolha faz com que os usuários não fiquem perdidos com mesmas funções em lugares diferentes ou com ícones distintos.

LG Optimus 3D MAX
Interface personalizada da LG

A versão do Android escolhido para ficar por aqui é o Gingerbread 2.3.6, e não temos informações sobre a atualização para o Ice Cream Sandwich. Se vier, o update irá demorar bastante por conta do conteúdo 3D que a LG precisa adaptar para a tela deste gadget, ou seja, fique feliz com o Gingerbread que já roda todos os apps que estão no Google Play, sem qualquer problema.

Uma vantagem das cores exageradas dos ícones é que eles chamam mais atenção, que é interessante para quem nunca colocou os dedos no Android antes. O contraste com o fundo é grande. Esta interface personalizada troca a lista de widgets que você pode instalar nas cinco telas iniciais do gadget, que agora é uma lista de ícones e não uma lista com apenas o nome do widget. O mesmo vale para atalhos de apps, pastas e para o papel de parede. Tudo é feito em um menu numa tela só.

LG Optimus 3D MAX
Categorias separadas

O menu de aplicativos também está diferente do restante do mundo Android. A LG criou locais com nome de cada tipo de aplicativo. Numa parte estão os de multimídia como a câmera, galeria de fotos e app do YouTube, em outra - chamada de Comunicação - estão alguns como mensagens SMS, navegador de internet e Twitter. É possível criar novas categorias e jogar os apps que você quer para lá.

De fábrica a LG instalou alguns apps como o Polaris Office, Twitter, Facebook e alguns jogos como o Need For Speed Shift e Asphalt 6. Alguns games estão convertidos para 3D, como o N.O.V.A 2, Lets Golf 2 e Asphalt 6. Em todos os games há uma forma de escolher o quão 3D será a jogatina, da mesma forma como acontece no Nintendo 3DS. É, jogar por muito tempo com o 3D ligado dá dor nos olhos.

LG Optimus 3D MAX
Navegador

O browser é o mesmo que está em todos os Androids, ou seja, abre páginas com Flash, permite a navegação por abas e há um leitor para RSS. A transição de telas e de menus não é da mais veloz, nem parece que há um processador dual-core de 1.2 GHz por aqui. Com frequência eu encontrei partes onde a experiência ficava um pouco travada, principalmente quando há muitos widgets grandes como o leitor de redes sociais e o YouTube no mesmo lugar.

Jogos e multimídia

Assim como já fazemos em outros reviews, nós escolhemos dois extremos do mundo dos games: o viciante e simples Angry Birds e o pesado - com gráficos que beiram um console - Dead Trigger. O primeiro exemplo rodou perfeitamente, sem qualquer travadinha que pudesse irritar o jogador mais hardcore. Já no segundo, como é um jogo criado especialmente para smartphones e tablets equipados com processador Tegra, ele não se dá muito bem fora deste mundo. Não foi diferente por aqui, já que algumas texturas e efeitos não foram exibidos - o que não impediu que o jogo rodasse, mas não ficou tão bonito assim.

LG Optimus 3D MAX
Dead Trigger

Esta limitação também foi encontrada até no parrudo Galaxy S III, ou seja, é uma limitação de recursos de ambos os processadores e não deste aparelho específico. O corte nos detalhes extras pode ser uma maneira do game se adaptar ao hardware onde está instalado, evitando a queda de quadros por segundo - que deixaria a experiência bem travada.

LG Optimus 3D MAX
Player de música

O player de música é o padrão do Android, sem qualquer alteração pela LG. Para passar as músicas é só jogar os arquivos MP3 ou AAC para dentro da memória interna de 8 GB - ou para o cartão de memória, que pode ter até 32 GB. O tocador encontra os arquivos e indexa para a reprodução. As canções também podem ser enviadas ao gadget por meio da conexão Bluetooth 3.0 existente. O mesmo vale para vídeos.

LG Optimus 3D MAX
Trailer em 1080p

Na hora de tocar vídeos, o smartphone lidou muito bem com arquivos em 480p, 720p e até abriu sem engasgar um trailer que baixamos em Full HD, ou seja, 1080p. Não há um programa específico para rodar vídeos, o que deixa o usuário apenas com o player da galeria de fotos e vídeos do sistema operacional. Porém, a LG inseriu uma função dentro da galeria que transforma qualquer filme 2D em 3D, da mesma forma que faz as TVs 3D. O resultado da conversão - que acontece em tempo real - é bem satisfatório e dá mais assunto para o 3D do aparelho.

Câmera

A LG instalou um sensor de 5 megapixels na parte traseira, só que no lugar de uma só câmera nós vemos duas. O motivo da lente extra é um só: ela é capaz de reproduzir imagens 3D e para tal, é necessário algo que simule nossos dois olhos. Porém, quando a foto é registrada em 3D, a resolução cai para 3 megapixels - o que é mais do que suficiente para enviar a imagem para alguém por e-mail ou exibir em uma TV 3D.

LG Optimus 3D MAX
Foto com boa luminosidade

O sensor não é lá aquelas coisas com fotos de baixa luminosidade - normal para um smartphone. Mesmo no modo noturno a foto ficou muito desbotada e com ruído excessivo. Já em boa condição e luz as fotos saem com muita cor e nitidez. No vídeo de até 1080p, a história é a mesma: em baixa luminosidade a qualidade é ruim, já em alta luz a qualidade sobe proporcionalmente.

LG Optimus 3D MAX
Foto com baixa luminosidade, no modo noturno

A sensação das imagens geradas em 3D é aquilo que se espera deste tipo de tecnologia, só que com um porém: as fotos não saltam aos olhos, ou seja, a percepção é de profundidade e não de algo que sai da tela e vai para o seu rosto. É a mesma experiência dos cinemas com salas 3D que existem aos montes.

Pontos fortes e pontos fracos

Pontos fortes

  • Porta protege a entrada USB de poeira
  • Exibe 3D sem óculos
  • Transforma apps 2D em 3D
  • Textura da parte externa dá mais beleza

Pontos fracos

  • Botões virtuais somem
  • Bateria fraca
  • Fotos 3D poderiam ser em 5 megapixels
  • Caro para um smartphone dual-core de 1.2 GHz
Conclusão

Ele é o único smartphone que aposta na tecnologia 3D, e esta solidão tem um preço muito alto: os desenvolvedores podem não se interessar em criar apps e jogos em 3D para apenas algumas pessoas comprarem. É melhor gastar tempo e dinheiro no 2D para ver um retorno muito maior. A LG consegue converter um jogo ou app 2D para 3D, mas não fica lá aquelas coisas.

Custa caro para um smartphone com processador dual-core de 1.2 GHz, e o 3D cansa a vista - muito. Não entendeu? Então vá numa loja e brinque com um Nintendo 3DS ou com este gadget e sinta. Mais de 15 minutos de olhar contínuo na tela são irritantes demais. É bacana o 3D, mas gasta muito a pouca bateria que ele tem. Durar menos de um dia é muito complicado, principalmente com um concorrente como o Razr MAXX que dura dois dias seguidos e sem nada de 3D.

Se você é entusiasta da tecnologia 3D e quer tudo assim, vale a pena. Caso contrário, é melhor escolher outro smartphone. Vai por mim.

Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Caro pelo que propõe em hardware, mas em um preço baana por ter 3D sem óculos

Embalagem e características

Papelão fino, como de um celular comum. Faltou capricho

Comodidade

Gostoso de segurar na mão, principalmente pela textura da tampa aberta

Facilidade de uso

Mantém o padrão de interface da LG, com tudo colorido. É fácil para quem já tem um smartphone da marca.

Multimídia

Rodou tudo que testamos e ainda apresenta o conteúdo em 3D

Votação Geral

Vale a pena só se você gostar mesmo do 3D. É caro pelo que oferece em hardware, mas é bom lembrar que é o único gadget 3D no mundo de smartphones.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o LG Optimus 3D Max P720