» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
836

Meizu M2 Note

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral
Introdução e unboxing

A embalagem feita pela Meizu para seu intermediário é muito bem trabalhada para o nicho ao qual ele pertence. Ela é construída em um material rígido e conta com divisões para organizar os acessórios, sendo vista uma parte mais externa onde fica o aparelho e a chave responsável por abrir a gaveta do slot híbrido dos chips SIM e do cartão microSD.

Na parte mais interna temos uma pequena caixinha com os fones de ouvido (de boa qualidade, mas nada extraordinários), cabo USB-microUSB e o carregador de tomada no padrão de dois pinos e porta USB, que conta com corrente de saída de 2A. Todos os acessórios são de boa qualidade para a faixa intermediária, demonstrando a preocupação da Meizu em causar uma boa impressão.

Design e tela

Em termos de design o M2 Note não deixa a desejar, sendo bastante elegante para um dispositivo feito em plástico. Devido ao acabamento em liga de magnésio adotado pela Meizu no exterior do dispositivo ele conta com uma pegada segura e que aparenta resistência, mesmo que não no mesmo nível que temos em modelos feitos de fato em peça única de metal.

O M2 Note conta com 150,9 mm de altura por 75,2 mm de largura, sendo seu aproveitamento frontal próximo do que temos em outros dispositivos com tela de 5,5 polegadas. Ele tem ainda 8,7 mm de espessura, não sendo o modelo mais fino que você irá encontrar mas não chegando a incomodar ao ser colocado no bolso, exceto em casos de calças ou bermudas mais justas. Seu peso é de 149 gramas, sendo abaixo de seus rivais devido ao corpo feito em policarbonato.

Sobre a tela, temos um display IGZO LCD de 5,5 polegadas feito pela Sharp que conta com resolução Full HD, ou seja, 1080 x 1920 pixels. Seu painel possui proteção Dragontail Glass, sendo esta a mesma tecnologia utilizada pela Sony em diversas ocasiões até mesmo para seus smartphones topo de linha.

Em nossos testes, a tela não decepcionou mas também não surpreendeu, conseguindo se sair relativamente bem tanto em ambientes externos com bom índice de luz solar quanto em ambientes internos, fossem eles escuros ou com iluminação artificial. Seu brilho máximo atingido quando imagens brancas eram exibidas foi de 484 lux (utilizando escala 1/100), enquanto o brilho com imagens pretas foi de 5 lux, demonstrando assim um bom nível de contraste.

Hardware, desempenho e jogos

O Meizu M2 Note conta com um chipset MediaTek MT6753 64-bit Octa-Core com clock máximo em 1,3 GHz, apoiado pela GPU ARM Mali-T720 MP3 e 2GB de RAM, além de 16GB de armazenamento interno com possibilidade expansão via cartão microSD de até 128 GB caso você não queira utilizar o segundo chip nano-SIM.

Este conjunto se mostrou insuficiente para lidar com aplicações e jogos em Full HD, algo sentido principalmente ao executar jogos que demandam um maior poder de processamento como o caso de Asphalt 8 e Modern Combat 5. Em apps e jogos mais simples, entretanto, o aparelho se mostrou satisfatório, porém isto é insuficiente para classificá-lo como uma boa opção para sua faixa de preço.

Com relação à conectividade, o M2 Note é compatível com Wi-Fi 802.11a/b/g/n, Bluetooth 4.0 com A2DP/LE e possui conexão GPS com A-GPS e GLONASS. Ele tem ainda sensores de proximidade, acelerômetro, giroscópio e bússola, bem como a já mencionada possibilidade de uso de dois chips nano-SIM.

No teste prático aqui do TudoCelular, o M2 Note demonstrou um certo "cansaço", precisando de 2 minutos e 40 segundos para finalizar o primeiro ciclo de execução de apps. Na segunda etapa o dispositivo precisou de 2 minutos e 6 segundos para reabrir todos os aplicativos, demonstrando que mesmo com 2GB de RAM não foi capaz de manter praticamente nenhum deles rodando em segundo plano como o esperado.

Todos os resultados em testes de benchmark podem ser encontrados em nosso teste específico de desempenho, onde é demonstrado que o M2 Note atingiu as seguintes marcas:

  • AnTuTu: 33.236
  • GeekBench: 565/2.196
  • GeekBench GPU: 1.078
  • 3D Mark: 180 (Sling Shot ES 3.1)
  • GFX Bench:
    • Manhattan: 4,2 fps
    • T-Rex: 12 fps

Infelizmente, devido a limitações da interface Flyme OS oferecida pela Meizu sobre o Android 5.1 Lollipop, não foi possível utilizarmos o GameBench para a medição da taxa de quadros por segundo apresentada durante a execução de jogos, sendo necessário adotarmos o FPS Meter que não gera um relatório após a medição.

De acordo com o que foi demonstrado, tivemos uma taxa média de 13 fps no Asphalt 8, 20 fps no Modern Combat 5 e 42 fps no Subway Surfers. Todas estas taxas são bastante inferiores ao esperado para o conjunto de especificações do M2 Note, sendo este provavelmente o ponto mais decepcionante do dispositivo.

A interface Flyme OS vem em sua versão 4.5, porém conta com atualização oficial para a edição 5.1.1. Vale notar que ambas contam com o Android 5.1 Lollipop como base, demonstrando que a Meizu está mais preocupada em atualizar sua interface do que o sistema operacional em si.

Câmera

O M2 Note surpreendeu positivamente em nosso teste cego de câmeras, superando seus rivais e mostrando que este é um de seus principais diferenciais para a faixa de preço. Mesmo contando com 13 MP e abertura f/2.2 o sensor se mostrou capaz de registrar boas imagens em ambientes externos e internos com bom índice de luminosidade, e podendo até mesmo arriscar um ou outro clique noturno dependendo da iluminação do local e da possibilidade de manter o aparelho estável durante a captura.

Sua câmera frontal de 5 MP não surpreende mas também não decepciona, conseguindo realizar boas fotos mas deixando um pouco a desejar em termos de funcionalidades extras como flash na tela ou controle por gestos como temos em modelos rivais. Como estes são fatores que podem ser incluídos em atualizações de software, é possível que a Meizu dê uma atenção neste ponto em um futuro breve.

Tanto a câmera principal quanto a frontal gravam vídeos em Full HD a 30 fps, porém infelizmente não está presente um sistema óptico de estabilização de imagens, fazendo com que seja necessário um cuidado extra para que suas gravações não saiam tremidas.

Bateria

O M2 Note conta com bateria de 3.000 mAh, ficando assim na média do que temos em outros modelos com tela Full HD de 5,5 polegadas. Em nosso teste prático o dispositivo precisou de cerca de 2 horas e 10 minutos para ser totalmente carregado, conseguindo algo em torno de 60% de carga após uma hora conectado à tomada.

Durante nosso teste em tempo real o M2 Note conseguiu "sobreviver" por 10 horas e 15 minutos, contando com aproximadamente 6 horas e meia de tela no período e tendo realizado cerca de 24 minutos de chamadas de voz via redes móveis.

Nos testes específicos com o aparelho, foi possível descobrir as seguintes marcas para seu padrão de consumo:​

  • 11 horas e 1 minuto de reprodução de vídeos;
  • 4 horas e 27 minutos de gravação de vídeos;
  • 4 horas e 20 minuto de chamadas de vídeo;
  • 14 horas e 27 minutos de chamadas de voz;

Com tudo isso, podemos dizer que o M2 Note não deve deixar a desejar para usuários em geral durante um dia inteiro de uso, porém se você deseja gravar muitos vídeos ou realizar videochamadas é recomendável que leve o carregador consigo ao sair de casa.

Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Certamente existem opções melhores na faixa de preço dos R$ 900, sendo os únicos diferenciais do aparelho sua tela Full HD e sua câmera principal com bom desempenho para o nicho intermediário.

Embalagem e características

Caixa muito bem construída para a faixa de preço, feita com materiais de qualidade e bem organizada. Acessórios seguem na mesma linha.

Comodidade

Sua espessura próxima dos 9 mm faz com que ele tenha uma boa pegada, mesmo com tela de 5,5 polegadas. O

Facilidade de uso

Interface Flyme OS segue recebendo novidades da Meizu, tornando-se cada vez mais intuitiva. Ela, contudo, assemelha-se demais ao iOS da Apple, o que pode confundir alguns usuários acostumados com versões mais puras do Android.

Multimídia

Tela de alta resolução e com bons níveis de contraste e brilho. Alto-falante principal com volume razoável e boa definição de graves e agudos, porém acaba pecando um pouco em volumes mais altos.

Votação Geral

Aparelho peca principalmente em seu desempenho, seja para multitasking ou para a execução de jogos. Seus acessórios são de boa qualidade, assim como sua tela e conjunto de câmeras, porém não para a faixa de preço.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Meizu M2 Note