1.599

RIM BlackBerry Z10

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral
Introdução e unboxing

Finalmente a Blackberry trouxe ao Brasil a mais recente versão do sistema operacional BlackBerry, o BB 10. Junto dele, a marca canadense traz o BlackBerry Z10, um smartphone que traz um processador Qualcomm MSM8960 Snapdragon dual-core de 1.5 GHz, 2 GB de memória RAM, GPU Adreno 225 e capacidade de entrar em redes 4G LTE do Brasil. Além disso, ele conta com uma tela de 4,2 polegadas e resolução de 1280 x 768 pixels.

BlackBerry Z10
Caixa do BlackBerry Z10

A caixa lembra bastante as caixas de outros modelos da mesma fabricante, mas uma grande diferença com concorrentes (quase todas), já que não há sequer uma foto do smartphone na embalagem, em lugar algum. Abrindo o pacote, encontramos o aparelho deitado em uma pequena cama, que quando removida apresenta duas separações bem visíveis: uma para acessórios gerais e outra para o carregador de parede com porta USB.

BlackBerry Z10
Acessórios

Na parte genérica, foi inserido o manual de instruções, um cabo microUSB e um fone de ouvido de baixa qualidade. Não é nada como o que a Apple coloca no iPhone 5, ou o que a Samsung traz com o Galaxy S4 ou até com que a LG entrega com o Optimus G. É inferior a todos estes, mesmo custando tanto quanto seus concorrentes.

BlackBerry Z10
Fone de ouvido
Parte externa

A inspiração em smartphones concorrentes é clara, principalmente quando lembramos do design do iPhone. Não em botões ou posição de algo, mas no formato retângulo alto que a Apple adotou em seu aparelho, que se espalhou pelo mercado de celulares mais parrudos - até em outros de menor poder de fogo. Na frente encontramos uma tela de 4,2 polegadas com resolução de 1280 x 768 pixels (aproximadamente 355 pixels por polegada). Por aqui há também uma câmera frontal de 2 megapixels e que grava em 720p, sensor de luminosidade e o alto-falante.

BlackBerry Z10
Tela de 4,2 polegadas

Em uma das laterais a BlackBerry trouxe os botões de volume, que funcionam como botões para tirar a foto, e um botão central que pode ser configurado para qualquer função, mas que de fábrica funciona como acesso para os comandos de voz (que não funcionam em português).

BlackBerry Z10
Botões de volume

Na outra lateral encontramos uma porta microUSB e outra microHDMI.

BlackBerry Z10
Entradas microUSB e microHDMI

Em cima de todo o conjunto, há um microfone secundário para isolamento de ruídos, botão para ligar e desligar a tela e todo o smartphone, além de uma entrada para fones de ouvido no padrão de 3.5 milímetros.

BlackBerry Z10
Entrada para fone de ouvido

Na parte inferior podemos notar uma pequena saliência, que serve para poder puxar a tampa da bateria.

BlackBerry Z10
Abertura da tampa da bateria

Atrás, encontramos uma tampa de bateria rugosa e com uma cara emborrachada, com o logo da empresa, uma câmera de 8 megapixels que filma em Full HD e um flash LED.

BlackBerry Z10
Traseira emborrachada

A bateria é de 1.800mAh e está próxima de um slot para cartões microSD de até 64 GB e a entrada para chip da operadora. A bateria é capaz de aguentar um dia de uso intenso, algo como 12 horas seguidas.

BlackBerry Z10
Bateria de 1.800mAh
Dimensões, pegada e peso

A pegada deste smartphone é extremamente confortável, por alguns fatores:

  • Ele não é tão grande assim, são 4,2 polegadas de tela
  • As bordas são levemente curvadas
  • A traseira é emborrachada
BlackBerry Z10
Pegada bastante confortável

Isso tudo faz o gadget ficar bastante confortável nas mãos, ainda mais com o peso de 137,5 gramas. Suas dimensões são: 130 milímetros de altura, por 65 milímetros de largura e 9 milímetros de espessura. Ele não é o mais fino e nem o mais leve, mas mesmo assim ainda é pequeno o suficiente para ser utilizado - parcialmente - com uma mão e fino para que não fique um volume grande no bolso.

BlackBerry Z10
Bem fino, mas não o mais fino do mercado
Desempenho do BlackBerry 10

Este é um sistema operacional totalmente novo para smartphones da BlackBerry, mas não tão novo assim se você já tocou em um PlayBook. Digo isso pois ambos compartilham do mesmo "motor" que roda no BlackBerry 10, o QNX - que é uma empresa que faz sistema operacional para carros e uma centena de aparelhos, que foi comprada pela BlackBerry. Seu uso no dia-a-dia é bastante confortável se você não liga para a falta de bons apps no BlackBerry World, loja de apps e jogos da empresa - e são poucas as boas opções, mesmo.

BlackBerry Z10
Área de apps

Uma grande mudança e diferença para os concorrentes, é que todas as funções da tela são feitas com gestos nas suas bordas. Por exemplo:

  • Para sair de um app, passe o dedo de baixo para cima.
  • Para puxar uma barra de ajustes rápidos, de cima para baixo.
  • Para dar uma olhada em notificações, de baixo e no meio do caminho vire para a direita.
  • Para besbloquear a tela, de baixo para cima
  • Para puxar o modo noturno, de cima para baixo na tela bloqueada

Tudo funciona muito bem e, durante todos os testes, não presenciamos nenhum engasgo do sistema operacional. Mesmo com jogos abertos no fundo e vários apps, tudo rodou numa boa. Isso prova que o processador dual-core, assim como acontece no iPhone, ainda dá conta do recado sem problemas. A tela inicial é separada em três partes - algo muito semelhante ao que existia no MeeGo. Uma para o BlackBerry Hub/Notificações/Mensagens, outra para todos os apps abertos e outra para a lista de aplicativos instalados. Assim como acontece no iOS, não é possível utilizar widgets e o fundo sempre mostrará um papel de parede estático.

BlackBerry Z10
Configurações rápidas

De cima para baixo, na tela já desbloqueada, há uma área para configurações rápidas, como acontece com o Android. Porém, diferente do Android, este local é exclusivo para as configurações - isso significa que você não encontrará nenhuma notificação por aqui.

BlackBerry Z10
BlackBerry Hub
BlackBerry Z10
BlackBerry Hub

O BlackBerry Hub é uma área que reúne todas as notificações, ligações perdidas e mensagens (SMS, e-mail, MMS, BBM...) que o aparelho recebeu e você não viu ainda. Esta área pode filtrar o conteúdo por notificações, mensagens do Facebook, mensagens do Twitter e mensagens do LinkedIn, chamadas perdidas e mensagens do BBM. Esta área é acessível direto de qualquer app, bastando puxar de baixo para cima e depois jogar a janela do app para a direita. Se você segurar, o app não é trocado e permite uma pequena espiada no que há de novo. É uma forma bastante inteligente de concentrar mensagens, que são assuntos bastante importantes em um smartphone.

BlackBerry Z10
Multitask

A área de multitask permite que até quatro apps mostrem uma prévia ao mesmo tempo, mas se mais apps estiverem abertos ao mesmo tempo, basta rolar a tela para baixo e todos eles são listados - com o limite visual de quatro ao mesmo tempo.

A parte onde ficam todos os apps, assim como o iOS e diferente do Android, permite a criação de pastas para organizar os aplicativos em grupos. Também é possível apagar algum jogo ou app a partir de lá, mas apenas alguns. Tudo isso roda com perfeição e com uma beleza que lembra, de certa forma, o falecido webOS.

De fábrica, a BlackBerry já traz alguns apps extras, como o Facebook, Twitter e Foursquare. Da própria casa, encontramos a lista de contatos, um calendário, o famoso BBM, galeria de fotos (que permite a edição de imagens) e um editor de vídeos que pode criar animações utilizando uma música e uma série de fotos ou vídeos. É algo bastante semelhante ao que o iMovie faz no iOS e nos computadores da Apple.

BlackBerry Z10
Documents to Go

Há uma calculadora (que permite o cálculo de quanto vai ficar uma conta dividida entre os usuários e ainda dá o valor da gorjeta!), serviço próprio de mapas que é um pouco superior ao Apple Mapas, Documents to Go, leitor de etiquetas NFC e de códigos QR e um serviço muito bem vindo de integração com Dropbox e Box.net.

BlackBerry Z10
Integração do Box.net e Dropbox

Este serviço permite que um arquivo possa ser enviado para a nuvem sem a necessidade de entrar no app e selecionar o arquivo para o upload. Funciona assim: para subir uma foto, basta entrar na galeria, selecionar "compartilhar" e de lá escolher qual dos serviços de backup online você quer. O BB 10 faz o restante, sozinho.

BlackBerry Z10
Navegador

O navegador é bastante competente, mas leva certo tempo para renderizar a página após o uso do zoom - algo próximo de 1 segundo. Pode levar mais tempo nesta ferramenta, mas depois de carregada a página rola sem nenhuma área que ainda não foi previamente renderizada. A navegação pode ser por abas e há um gerenciador bacana de downloads.

Jogos e multimídia

Este é um ponto crítico, já que a BlackBerry World é bastante capada de bons títulos. Claro, há alguma seleção de jogos disponíveis, mas quando você rola a tela de opções a sensação que temos é que estamos passando pelos mesmos aplicativos e eles custam caro - algo mais caro do que App Store e Google Play, por exemplo.

BlackBerry Z10
Jetpack Joyride no BlackBerry Z10

Para testar o hardware do Z10, escolhemos o Jetpack Joyride e também o Angry Birds Star Wars. Ambos rodaram sem nenhum engasgo, mesmo quando o app é jogado para a área de multitask. Este é um problema, já que o gesto para fechar o app pode fazer com que o game seja fechado inesperadamente.

BlackBerry Z10
Player simples

O player de música é bem simples e reproduz qualquer arquivo MP3 que estiver na memória do aparelho. É possível reproduzir canções com a capa do álbum salva e a partir do player, é possível procurar mais músicas do mesmo artista no BlackBerry World. Infelizmente não é possível cair diretamente na busca do artista, é necessário escrever o nome na loja. A integração apenas abre o BlackBerry World.

BlackBerry Z10
Vídeo em 1080p

O tocador de vídeos conseguiu reproduzir arquivos em até Full HD, que conta com os mesmos controles simles do player de música. Um ponto positivo é que é possível ativar a reprodução do vídeo em um monitor externo (conectado via HDMI), além de ser possível subir um vídeo para o YouTube, de dentro do app.

BlackBerry Z10
Compartilhamento para o YouTube
Câmera

O sensor que está na câmera traseira consegue registrar fotos de até 8 megapixels e filma em Full HD, com 30 quadros por segundo. As imagens, em ambientes com muita luz, ficaram razoavelmente boas - ruídos apenas são perceptíveis quando o zoom é aplicado. Em fotos com pouca luz, o granulado fica bastante evidente mesmo quando a foto não está em seu tamanho real - algo comum em smartphones, não é um ponto negativo deste aparelho.

BlackBerry Z10
Foto com pouca luminosidade e sem flash

Há um modo de foto que reconhece o rosto da pessoa e registra várias fotos de uma só vez. O objetivo é de trocar a imagem apenas em um local, no rosto, para que olhos piscando não apareçam. Ou então, este mesmo recurso pode ser utilizado para fotos em movimento, quando uma linha do tempo é apresentada e você escolhe a melhor foto, descartando todas as outras.

BlackBerry Z10
Foto bem iluminada

O vídeo, em Full HD, é registrado com as mesmas qualidades das fotos. O som é captado com bastante clareza e o LED de flash pode ser utilizado como lanterna para melhorar filmagens escuras.

Pontos fortes e pontos fracos

Pontos fortes

  • Pegada confortável
  • Sistema operacional bonito e rápido
  • Bateria dura bastante
  • Bons apps já de fábrica

Pontos fracos

  • BlackBerry World fraca, sem boas opções
  • Caro demais, para uma empresa que quer voltar ao mercado
  • Gestos podem ser acionados inesperadamente
  • Fone de ouvido de baixa qualidade
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Muito caro para uma empresa que quer voltar ao mercado. Tão caro quanto concorrentes já estabelecidos, como o iPhone 5 e Galaxy S4

Embalagem e características

Bastante organizado e vem com o necessário. O problema foi o fone de ouvido de baixa qualidade para o preço do aparelho

Comodidade

Bastante confortável nas mãos

Facilidade de uso

Sistema operacional é novo e não muito intuitivo

Multimídia

Reproduziu tudo que foi testado, mas faltam jogos bons

Votação Geral

Vale a pena se você é fã da marca, se gosta dos aparelhos da BlackBerry. É o BlackBerry mais bem feito de todos, mas peca - e muito - na falta de bons apps e jogos

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o RIM BlackBerry Z10