LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Autonomia do Meizu M2 Note | Teste de bateria oficial do TudoCelular

17 de novembro de 2016 22


O M2 Note foi lançado pela Meizu em meados de 2015, e chegou como uma boa opção para quem não quer gastar muito e deseja um desempenho satisfatório aliado à uma tela grande. O dispositivo teve sua comercialização oficializada no Brasil pelas mãos da ViStation, podendo ser encontrado em conjunto com acessórios para produtividade ou apenas com os itens disponibilizados por padrão pela Meizu.

Após realizarmos um teste de desempenho que incluiu a velocidade do aparelho para realizar o teste prático oficial do Tudo Celular e algumas ferramentas de benchmark, passamos agora para o teste de bateria do M2 Note, onde veremos se os 3.000 mAh incluídos pela companhia chinesa em seu aparelho serão suficientes para prover ao menos um dia inteiro de uso.

O M2 Note conta com um chipset MediaTek MT6753 de oito núcleos a 1,3 GHz apoiado pela GPU ARM Mali-T720 MP3 e 2 GB de RAM, o que é algo superior ao que temos geralmente em dispositivos na faixa dos R$ 800. Por contar com uma tela de 5,5 Full HD, entretanto, seu desempenho gráfico acaba sendo um pouco prejudicado em prol de uma maior definição na exibição de conteúdo, sendo então possível vermos até que ponto isto ocorre.

Durante o teste, utilizaremos aplicativos tradicionais por variados períodos de tempo, incluindo Facebook, WhatsApp, YouTube, Google Maps, Gmail, Chrome, PowerAmp e Spotify, dentre outros. Também realizaremos algumas chamadas usando as redes móveis e daremos atenção a alguns jogos, como Subway Surfers, Pokemon GO, Asphalt 8 e muito mais.

Por contar com um conjunto relativamente potente e uma tela grande de alta definição, as expectativas para a autonomia do M2 Note em nosso teste prático de bateria não são das melhores, porém se isto será ou não confirmado nós descobriremos amanhã, 17 de novembro, a partir das 8 horas de Brasília.

Resultados

Após um dia inteiro de testes, foi possível alcançarmos as seguintes marcas com o Meizu M2 Note:

  • O carregador padrão de 2A demora 2 horas e 10 minutos para encher totalmente a bateria.
  • Após uma hora conectado à tomada o aparelho é recarregado cerca de 60%.
  • Foram necessárias aproximadamente 10 horas e 15 minutos para fazer a bateria do aparelho chegar ao modo de economia de energia com o brilho da tela em 50% durante todo o tempo.
  • A tela permaneceu ligada por 6 horas e 33 minutos.
  • Neste período foram feitas ligações que totalizaram 24 minutos.
  • Realizamos 6 ciclos de testes que incluíram:
    • 36 minutos de navegação no Chrome;
    • 180 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, MX Player e YouTube (36 minutos cada);
    • 36 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers e Asphalt 8);
    • 36 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (12 minutos cada);
    • 24 minutos de chamadas de voz via 3G;
  • Temperatura média da bateria ficou em 34°C.
  • O aplicativo que mais devorou a bateria foi o YouTube.
  • O aplicativo que menos consumiu bateria foi o GMail.

Conclusão

O M2 Note não é exatamente o aparelho com maior autonomia de bateria que você encontrará nesta faixa de preço entre R$ 700 e R$ 900, porém deve satisfazer tranquilamente a usuários mais básicos que visam apenas realizar chamadas, acessar redes sociais e navegar na internet durante o dia.

Como o aparelho ainda conta com a versão 5.1.1 Lollipop do Android, não é possível termos uma ideia de como ele se sairá ao receber a edição Marshmallow da plataforma com seu novo gerenciador Doze, que promete aumentar consideravelmente a autonomia da bateria.

O tempo de standby do aparelho se mostrou eficiente, gastando apenas algo entre 1 e 2% da carga a cada hora mesmo com vários apps e contas sincronizando em segundo plano.

Transmissão encerrada!

17/11/2016 - 18.25

O teste em tempo real fica por aqui, logo atualizaremos a matéria com um resumo dos resultados. Obrigado a todos que acompanharam, e até a próxima! o/

17/11/2016 - 18.24

Tivemos pouco mais de 6 horas e meia de tela ativa durante as mais de 10 horas de teste, com 24 minutos de chamadas de voz e 3 horas e 46 minutos de standby.

17/11/2016 - 18.22

O aplicativo que mais consumiu bateria foi o YouTube com 5,1% do total, enquanto o GMail foi o que menos consumiu, com apenas 0,1%. Com relação aos componentes físicos, a tela foi a que mais consumiu, com 57,7%.

17/11/2016 - 18.19

Como o aplicativo GSam aparentemente não conseguiu coletar muitas informações, daremos preferência dessa vez para o gerenciador padrão da Flyme OS.

17/11/2016 - 18.18

Devido a isto, daremos nosso teste encerrado por aqui, mas fique ligado que atualizaremos o live blog com diversas capturas de tela demonstrando os recursos utilizados durante o dia.

17/11/2016 - 18.18

Chegamos ao final de nosso sexto ciclo e o M2 Note conta agora com 7% de carga, o que impossibilita que um novo ciclo seja executado.

17/11/2016 - 17.15

Começaremos agora nosso sexto, e aparentemente derradeiro, ciclo com o M2 Note, preparados?!

17/11/2016 - 16.38

Deixaremos o aparelho de lado por alguns minutos antes de partirmos para o que parece ser o último ciclo do M2 Note nesse teste.

17/11/2016 - 16.38

Mais um ciclo chega ao fim e o M2 Note está agora com 23% de carga, o que significa que temos bateria suficiente para um sexto ciclo.

17/11/2016 - 15.32

Começaremos o quinto ciclo; o M2 Note se mantém com 37% de carga.

17/11/2016 - 14.54

Novamente, deixaremos o aparelho de lado por alguns minutos antes de partirmos para o quinto ciclo de nosso teste.

17/11/2016 - 14.54

Terminamos o quarto ciclo de nosso teste! O Meizu M2 Note está agora com 38% de carga, devendo aguentar tranquilamente ao menos mais dois ciclos.

17/11/2016 - 13.43

Após este intervalo, partiremos agora para o quarto ciclo de nosso teste!

17/11/2016 - 12.51

O aparelho ficará em standby por alguns minutos antes de partirmos para o quarto ciclo.

17/11/2016 - 12.51

Como o GSam está apresentando problemas para coletar algumas informações, iremos mesclar capturas de tela do aplicativo e do próprio gerenciador de bateria da Flyme OS, que no momento está marcando 3 horas e 10 minutos de tela ativa.

17/11/2016 - 12.50

Ao final do terceiro ciclo o M2 Note se manteve firme com 56% de carga, demonstrando que provavelmente conseguirá chegar ao final do dia sem grandes problemas.

17/11/2016 - 11.30

O M2 Note está agora com 71% de carga, quando daremos início ao terceiro ciclo de nosso teste.

17/11/2016 - 11.10

O M2 Note ficará em standby por alguns minutos antes de iniciarmos o terceiro ciclo de nosso teste.

17/11/2016 - 11.09

De acordo com o gerenciador da própria Flyme OS, tivemos pouco mais de 2 horas de tela até o momento, além de 8 minutos e 24 segundos de chamadas de voz.

17/11/2016 - 11.08

O curioso é que o GSam parece não estar conseguindo coletar muitas informações a respeito do dispositivo, como as informações de tempo de tela ativa e conversação que permanecem muito abaixo do que já foi realizado até o momento.

17/11/2016 - 11.07

Ao fim deste segundo ciclo, o M2 Note ficou com 72% de carga restante, sendo o Facebook o maior responsável por consumir a bateria até o momento dentre os aplicativos testados.

17/11/2016 - 09.56

Após este tempo em standby o M2 Note continua com 86%, já estando pronto para o início do segundo ciclo de nosso teste.

17/11/2016 - 09.32

Deixaremos o aparelho de lado por alguns minutos antes de partirmos para o segundo ciclo de nosso teste.

17/11/2016 - 09.31

Ao final de nosso primeiro ciclo de execução de apps, o M2 Note conta agora com 86% de carga, mantendo uma incrível regularidade em termos de sinal GSM e temperatura.

17/11/2016 - 08.21

Após estes minutos trabalhando apenas com sincronização de contas em segundo plano, o M2 Note possui agora 99% de carga, quando daremos início ao primeiro ciclo de execução de apps.

17/11/2016 - 08.06

Daremos alguns minutos para com o dispositivo em standby antes de partirmos para o primeiro ciclo de execução de apps, onde teremos:

  • 6 minutos de uso (cada) - WhatsApp, Youtube, MX Player (o mesmo vídeo em ambos em Full HD), Spotify, PowerAmp (música offline) e Chrome;
  • 1 minuto (cada) - Pokémon Go, Asphalt 8, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5 e Injustice;
  • 4 minutos de chamadas em 3G/4G;
  • 2 minutos de uso (cada) - Facebook, Gmail e GMaps
17/11/2016 - 08.05

As configurações de redes permanecem da maneira como vieram de fábrica, ou seja, Wi-Fi e redes móveis ativadas e Bluetooth desativado. O brilho da tela será mantido em 50%.

17/11/2016 - 08.05

Será utilizado o aplicativo GSam para uma medição mais de acordo com o que tivemos em outros testes, sendo publicadas capturas de tela após cada rodada de execução dos apps.

17/11/2016 - 08.04

O dispositivo precisou de aproximadamente 2 horas e 10 minutos para ter sua bateria totalmente carregada ao utilizar o carregador com saída de 2A disponibilizado por padrão pela Meizu.

17/11/2016 - 08.03

Daremos início ao nosso teste com o M2 Note!

17/11/2016 - 07.33

Bom dia a todos! Dentro de instantes começaremos o teste de bateria em tempo real com o M2 Note.

O Meizu M2 Note está disponível na Kabum por R$ 799. O custo-benefício é bom. Existem 19 modelos melhores. Para ver as outras 34 ofertas clique aqui.
(atualizado em 26 de abril de 2017, às 16:38)

22

Comentários

Autonomia do Meizu M2 Note | Teste de bateria oficial do TudoCelular

Motorola Moto G5: o que importa é a beleza interior | Review do TudoCelular

Autonomia do Moto G4 Play | Teste de bateria oficial do TudoCelular

Melhores smartphones dual-SIM | Guia do TudoCelular

Samsung Galaxy A5 2017: quase um flagship, inclusive no preço | Review do TudoCelular