LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Registrar e
publicar
Usuário
Email
Senha

Triplica o número de malwares para Android no segundo trimestre

16 de agosto de 2012 49

Android Market - malwares

O número de malwares criados especificamente para o sistema operacional Android teve um aumento significativa no segundo trimestre deste ano: três vezes mais do que no primeiro trimestre, segundo a Kaspersky Labs.

No quesito segurança, sabemos que o Android está para os dispositivos móveis assim como o Windows está para os PCs. Por ser o sistema com o maior número de usuários, sofre com mais ataques e mais malwares. O fato do Android ser uma plataforma aberta e permitir a instalação de apps fora da Google Play, diferentemente da prática adotada pela Apple, colabora para aumentar os ricos de segurança.

Durante o segundo trimestre, 14.900 novos programas maliciosos destinados ao Android foram adicionados ao banco de dados da Kaspersky, que desenvolve soluções anti-vírus. O crescimento massivo das ameaças indica que os os programadores de vírus estão mirando cada vez mais nos dispositivos móveis.

Kaspersky
Kaspersky

Destes novos malwares detectados, 49% eram trojans que roubavam dados de celulares como nomes de contatos, e-mails e celulares. Esses trojans também são capazes de baixar módulos adicionais de servidores administrados pelo programador. Cerca de 25% desses malwares eram trojans SMS. Esse tipo de malware rouba dinheiro da vítima enviando mensafens de texto para serviços premium sem o consentimento do usuário.

Portanto, vale sempre a dica: baixe aplicativos apenas de fontes confiáveis, de preferência bem avaliadas no Google Play.


49

Comentários

Continue no Fórum » Triplica o número de malwares para Android no segundo trimestre
Especiais

Melhores smartphones entre R$ 800 e R$ 1.000 | Guia Tudocelular.com

Especiais

Melhores smartphones entre R$ 500 e R$ 800 | Guia Tudocelular.com

Especiais

Melhores smartphones de até R$ 500 | Guia Tudocelular.com

Segurança

Celulares nos presídios: conheça os números, soluções e problemas desta ligação