LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Registrar e
publicar
Usuário
Email
Senha

Testamos o BlackBerry 10. Ele é realmente impressionante

07 de novembro de 2012 59

Ontem, 6 de novembro, a RIM realizou mais um de seus eventos para chamar e treinar os desenvolvedores para o BlackBerry 10. Nós, junto com outros jornalistas, estivemos por lá e colocamos as mãos no smartphone que é utilizado pelos developers para testes de seus apps, que rodam no novo sistema operacional. Ao brincar com o aparelho por alguns minutos, fiquei com o seguinte pensamento: ele é outro BlackBerry.

BlackBerry 10
Tela de apps do BlackBerry 10

A interface quadradona que existe no BlackBerry OS até o momento, ficou de lado. Se você já utilizou o PlayBook, deve encontrar várias semelhanças entre o BB 10 e o tablet da empresa canadense. Diferente de todos os BlackBerry lançados até hoje, os aparelhos com o BlackBerry 10 não contarão com botões físicos na frente, da mesma forma como acontece com os Androids mais recentes, que trabalham apenas com botões virtuais.

BlackBerry 10
Protótipo com o BlackBerry 10

Porém, o BB 10 não traz nem botões virtuais. Todos os comandos, como o de voltar para home e para abrir o menu dos apps, é realizado com movimentos pelas laterais. De fora da tela para dentro, da mesma forma como acontece com o PlayBook.

BlackBerry 10
Protótipo com o BlackBerry 10

Todos os apps abertos ficam em uma área separada, como acontecia com o webOS e o MeeGo. Esta área apresenta os apps minimizados, com uma prévia de onde você o deixou quando saiu. É mais ou menos o que acontece quando você passa o mouse nos programas minimizados do Windows, no Windows Vista e 7. Só que no BB 10 a prévia aparece o tempo todo.

BlackBerry 10
Protótipo com o BlackBerry 10

O teclado é realmente um dos pilares em que a RIM deve se apoiar para chamar atenção dos usuários. Ele vai dando sugestões do que você quer escrever, com base em palavras mais comuns que você utiliza em redes sociais e e-mails. Além disso, a sugestão de texto também funciona em mais de um idioma ao mesmo tempo e sem a necessidade de alterar algo nas configurações. É só começar escrevendo em outro idioma, que o sistema operacional percebe isso e altera as sugestões.

BlackBerry 10
Protótipo com o BlackBerry 10

Um recurso que nos foi apresentado à exaustão foi o "peek". Com ele você puxa a lateral esquerda da tela e ele mostra uma lista de mensagens recebidas, de fontes como redes sociais e e-mails, corporativos ou não. É possível apenas dar uma olhada, puxando de leve, sem sair do app aberto, ou ainda puxar de vez para abrir a lista de mensagens novas.

BlackBerry 10
Protótipo com o BlackBerry 10

As notificações são exibidas quando o usuário puxa a tela de baixo, da mesma forma como ocorre nas mensagens. Basta puxar, olhar o que há de novo, e soltar para voltar ao app que estava aberto.

A empresa canadense garantiu que este hardware das fotos não é, nem de longe, o mesmo que será lançado no ano que vem. Por curiosidade, este aparelho conta com um processador de dois núcleos, rodando a 1 GHz e tela de 4,2 polegadas com resolução de 1280 x 720 pixels. Segundo a RIM, a resolução e tamanho físico de tela serão os mesmos do aparelho final, o restante não. Mesmo com "poucos" hertz, o sistema rodou liso, sem travar em momento algum. Os primeiros aparelhos, até o momento, contarão com dois formatos e duas resoluções de tela. Uma de 720 x 720 pixels para o modelo com teclado físico, e 1280 x 720 pixels para o que conta apenas com a tela de toque.

Além disso, o OS apresenta certos detalhes pequeninos, como puxar a tela de cima pra baixo, quando ela estiver bloqueada, que um modo "noturno" é ativado. Neste modo, é exibido um relógio com o mínimo de brilho, além de uma opção para configurar um despertador apenas por rodar o ponteiro do alarme pelo relógio virtual. Simples assim. Infelizmente não pudemos abrir outros recursos, como tocador de música, vídeos ou o serviço de mapas.

E os BlackBerry de hoje?

Pois é, a RIM deixou claro que o foco do desenvolvimento está no BB 10 e não mais nas versões anteriores. O BlackBerry OS 7.1 vai ficar neste número mesmo, sem qualquer mudança e não receberá o BlackBerry 10. Segundo a empresa, estes aparelhos serão os BlackBerry de baixo custo, enquanto - ao menos neste momento - os BlackBerry 10 serão os smartphones high-end da marca canadense.

Eventuais atualizações poderão aparecer para corrigir bugs ou falhas de segurança, sem qualquer novidade como ferramenta nova, ou recurso inédito.

Se curtiu, compartilhe!


59

Comentários

Continue no Fórum » Testamos o BlackBerry 10. Ele é realmente impressionante
Android

Desafio de display em sala escura, com smartphones Motorola

Android

Lollipop é a maior atualização que o Android já recebeu até hoje [Análise]

Android

Review: LG G Watch, um smartwatch que tropeçou na pressa de ser lançado

Android

Google libera imagens de fábrica do Android Lollipop para a linha Nexus [Tutorial]