LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Acer Predator Helios 300: notebook gamer para rodar jogos com fluidez | Análise / Review

26 de março de 2021 12

O Acer Predator Helios 300 (PH315-53-75XA) foi apresentado no Brasil em meados de novembro de 2020, como o novo modelo com componentes atualizados. Ele promete ser um notebook gamer para rodar todos os jogos sem problemas, devido aos seus componentes tops de linha.

Mas será que o carro-chefe da Acer consegue cumprir? O TudoCelular recebeu por empréstimo uma unidade do produto e conta a você todos os detalhes sobre ele nesta análise completa.

Design e construção

O mais recente Predator Helios 300 possui um chassi todo em alumínio, o que garante uma resistência premium ao laptop. Ele está mais compacto que o antecessor e com um visual mais sóbrio, o que ajuda a ser usado também como um notebook de trabalho, nos horários que você não estiver livre para a jogatina.

A espessura de 23 mm e o peso de 2,2 kg o tornam bem compacto pelas especificações que apresenta. Mas o design não é de todo perfeito, para você usá-lo com conforto recomendamos colocá-lo em uma mesa ou bancada.

Deixar no colo não é uma das experiências nas quais você ficaria mais à vontade, além disso, as beiradas do seu corpo são afiadas e não dão um apoio de braço muito adequado.


O teclado possui padrão ABNT2 e é retroiluminado. Ele possui a tecla PredatorSense para abrir o aplicativo com o mesmo nome, dedicado ao gerenciamento da potência desta máquina.

Pelo programa, você consegue escolher as cores e a transição da iluminação do teclado em quatro zonas independentes, gerenciar a ventoinha, checar a temperatura e fazer overclock da GPU.

Por falar nela, a ventilação busca ser tão potente quanto o notebook em si. Ela pode ficar no automático, para uma saída de ar mais moderada, ou em um modo acelerado, para quando você estiver em tarefas de grande exigência.

O Predator Helios 300 esquenta bem conforme você utilizar jogos mais pesados, mas a parte mais aquecida fica na porção superior da base, acima do teclado, isso significa que você poderá não sentir tanto nas suas mãos enquanto joga. A ventilação dá conta para os componentes não ferverem, mas você precisará de um tempo até que a temperatura normalize no notebook.

O touchpad possui uma área mais quadrada e sensibilidade satisfatória, mas ele não é um destaque, e você certamente preferirá usufruir de todos esses recursos com um bom mouse.


Conectividade e unboxing

Em conectividade, ele possui três portas USB 3.1 – uma delas energizada –, uma USB-C – Thunderbolt 3 –, um áudio jack, um conector RJ-45 para internet por cabo e duas saídas de vídeo: uma HDMI e uma Mini DisplayPort. Ainda há suporte a Bluetooth 5.1 e Killer Wi-Fi 6.

Na caixa, o notebook é acompanhado pela fonte – separada em duas partes e em um tamanho que condiz com todo o conjunto o qual alimentará – e por adesivos para personalizar o seu Predator.

Tela e multimídia

Não precisa iniciar um jogo para constatar a qualidade da tela presente no Helios 300, aqui há um painel IPS Full HD de 15,6 polegadas, com taxa de atualização de 144 Hz. A fluidez não se aplica apenas aos jogos, e você consegue percebê-la no uso comum. O brilho é bem suave e consegue ter um ajuste fino no nível que você deseja, sem incomodar no mais alto, mas com opções bem equilibradas para quem não curte uma luz muito forte.

O display também possui tecnologia antirreflexo eficiente – a chamada Acer ComfyView –, que não o torna um espelho mesmo quando há um fundo preto. O tempo de resposta agrada e oferece ações rápidas no notebook, da mesma forma, você terá um ótimo ângulo de visão com este painel.


Se você quiser ter uma interação maior com seus amigos durante as jogatinas ou em outras videoconferências, a webcam fica localizada na borda superior e entrega resolução apenas 720p, apesar de pecar um pouco na exposição, ela gera imagens que resolvem em usos sem grande exigência.

O som DTS X: Ultra Audio possui boa potência e qualidade equilibrada, os graves são na medida, apesar de ainda ficar atrás quando comparado até a outros notebooks que não são gamer, como o Galaxy Book S e o ZenBook 14 UX434.


Desempenho

Este notebook gamer conta com processador Intel Core i7-10750H (10ª geração) e NVIDIA GeForce RTX 2070 Max-Q, para dar conta de todas as tarefas mais pesadas sem nenhum engasgo. Em memórias, conta com 16 GB de RAM, 256 GB de SSD PCIe NVMe e 1 TB de HDD SATA 3. A Acer inseriu mais um slot extra para RAM e um livre híbrido para expansão de armazenamento, com suporte a SSD PCIe NVMe Gen. 3x2 ou SATA 3 de até 512 GB.

O desempenho dele é o que você espera para um notebook com componentes avançados, você pode jogar qualquer título com excelente fluidez, editar imagens e vídeos mais pesados sem problema e usufruir de tarefas básicas com perfeição. Mas vamos detalhar a seguir:

Benchmarks

Rodamos três benchmarks na máquina. No Geekbench 5, registrou 1178 pontos com um núcleo e 5260 no multi-core, a nota foi ligeiramente superior no single-core e um pouco inferior com múltiplos núcleos que os 1140/5480 obtidos na pontuação base do mesmo processador no indicador.

Já no PCMark 10, a pontuação total foi de 5163, com destaque para edição de foto, abertura de apps, planilhas, navegação na web e escrita. Por último, o 3DMark anotou 6542 pontos ao Predator Helios 300, com pontuação maior na GPU, mas ainda bem atrás de modelos com Intel Core i9 e GPUs ainda mais potentes, como a RTX 2080 ou as da série 30.

Jogos

Chegamos ao grande destaque deste notebook: os jogos. O TudoCelular costuma testar entre dois a cinco título em notebooks mais comuns, este definitivamente não se encaixa nessa classificação. Por isso, experimentamos 10 games no Predator, para saber como ele se comporta em diferentes situações, todos na resolução Full HD.

De todos os jogos, dois mantiveram suas taxas em torno de 60 fps: Gears 5, Street Fighter V e Need for Speed: Hot Pursuit Remastered. O Quake II RTX ficou na faixa de 40 fps com o Ray Tracing habilitado. Já Yakuza: Like a Dragon foi o único que não teve o indicador visível. Os demais sete conseguiram superar os 100 fps, com destaques para DOOM Eternal, que está entre os títulos mais pesados dos testados e conseguiu fluidez impressionante.

Outro detalhe importante é que algum jogo poderá iniciar sem mudar dos gráficos integrados para a GPU dedicada. Por isso, é importante visualizar antes de iniciar o game, no painel da NVIDIA, qual é a placa de vídeo configurada como padrão para aquele jogo – aconteceu, por exemplo, com o NBA 2K20.

Caso você precise de mais potência, há um botão “Turbo” próximo à tela, no qual ativar o overclocking da GPU e a velocidade maior do sistema de ventilação, isso vai gerar alguns ganhos de fps na sua experiência.

Quake II RTX (43 fps)


DOOM Eternal (105 fps)


Fall Guys (144 fps)


NBA 2K20 (100 fps)


Street Fighter V (60 fps)


FIFA 21 (108 fps)


Need for Speed: Hot Pursuit Remastered (63 fps)


Minecraft Dungeons (168 fps)


Gears 5 (65 fps)


Yakuza: Like a Dragon


Bateria

Como será que responde a autonomia deste notebook gamer com especificações tão potentes? Para descobrir a resposta, o TudoCelular realizou dois tipos de teste de bateria com o Predator Helios 300.

O primeiro foi em uso normal de trabalho, com foco em Word, Excel, Telegram, navegação na web e aproximadamente uma hora de videoconferência. O resultado foi uma autonomia de 3 horas e 37 minutos.

Teste de uso comum


Teste de uso em jogos


Já no segundo experimento, a utilização foi total em games. O laptop acabou por descarregar totalmente com 57 minutos de uso, o que mostra ser altamente indicado jogar apenas enquanto estiver conectado na tomada.

Se, por um lado, a duração total não é das mais indicadas; por outro, a máquina consegue recarregar em um curto período de tempo. Até chegar aos 100% de bateria, foi necessário esperar durante 1 hora e 36 minutos em configuração padrão. Com apenas uma hora conectado à tomada, o Predator chegou a 75% de carga da bateria.


Considerações finais

O novo Predator Helios 300 é um notebook para quem deseja jogar até os mais exigentes games disponíveis na atualidade. O desempenho do Intel Core i7 de 10ª geração, combinado com a GPU RTX 2070, torna a experiência fluida para praticamente todos os jogos, dificilmente você precisará ativar o Modo Turbo para ter ganhos na placa gráfica.

Outro destaque é a tela de 144 Hz presente aqui, você não deverá ter problemas de fluidez nos jogos, o tempo de resposta é rápido o suficiente em jogos que requisitam uma agilidade nas ações e o antirreflexo funciona com muita eficiência.

O ponto negativo fica por conta da bateria, que não acompanha a potência e fica sem entregar uma boa autonomia. Mas não é uma surpresa, por se tratar de uma máquina gamer.

O design mais sóbrio e compacto ajuda a transportá-lo, caso você queira levar em uma viagem, por exemplo, ou usá-lo em mais casos, como trabalho e estudos. O detalhe das pontas na construção podem ser um incômodo ao seu braço de início, mas é uma característica possível de se acostumar após alguns dias de uso.

Desempenho top de linhaPlaca gráfica com Ray TracingTela fluida e sem reflexosConstrução resistenteTeclado retroiluminadoConectividadeSistema de ventilação eficiente
Autonomia de bateriaAcabamento pontiagudoGPU integrada como padrão em alguns jogos

Vale a pena

Atualmente, esta versão está disponível no mercado brasileiro por algo na faixa de R$ 10 mil. O preço é caro para a situação econômica atual, mas está abaixo de concorrentes com a mesma configuração de GPU, como XPG Xenia 2070 Max e Avell G1550 MUV, e praticamente do mesmo preço de concorrentes de Dell e Lenovo, com o modelo RTX 2060.

Desta maneira, ele acaba por ser um dos melhores em custo-benefício para quem deseja um processador avançado e placa gráfica RTX 2070, com suporte a Ray Tracing e alta taxa de atualização no painel. Mais abaixo, você pode conferir ofertas dele, de outras variantes da linha Predator e de alguns concorrentes.

Qual é a sua avaliação sobre o novo Acer Predator Helios 300? Participe conosco!


12

Comentários

Acer Predator Helios 300: notebook gamer para rodar jogos com fluidez | Análise / Review
  • Se vc ficar apenas em casa nunca comprem notebook gamer, processador só fica a 90 graus exige muito mais limpeza e é mais difícil consertar se algo quebrar

      • Faltou dizer que a RTX 2070 Max-Q tem basicamente o mesmo desempenho da RTX 2060, então não, ele não tem uma placa mais potente que os rivais de mesmo preço, pois o desempenho é praticamente igual.

          • Quem comprar esse notebook irá se arrepender. Ele tem um problema crônico de resfriamento, é uma torradeira ambulante.

              • O problema crônico é o usuário não saber usar notebook gamer , todo notebook gamer fino tem problema de aquecer , esse é o preço da portabilidade , mesmo coisa comprar um celular fino com snapdragon 888, se for jogar vai esquentar tanto que vai queimar a mão , aí se usa uma proteção boa com ventilação para jogar.
                Eu uma vez comprei um msi gt70 esse notebook não esquenta tanta , fica frio jogando , porém é pesado pacas , antes tive um msi gt640 fino porém esquentava muito , o grande problema é que não dá para ficar levando o msi gt70 pois era pesado demais aí resolvi vender ele pegando o acer predator com a Rtx 2060 e está minerando e se pagando , temperatura em 60 graus usando uma base com cooler , estou satisfeito , para jogar um uso undervolt e aperto a tecla turbo , limito as voltagem para o clock não subir tanto é pronto !! Temperatura máxima de 80 graus. Fica maior parte do tempo em 75 graus jogando.
                Só não recomendo suar tela de 144hz pois isso frita a cpu , e não é vantagem usar , melhor ligar num monitor de 144hz.
                Notebook gamer precisa de conhecimento pRa ter , quem não tem recomendo comprar um Nintendo switch ou ficar no desktop mesmo se precisar de um pc

                • exato

                    • Cara se tu tiver um conhecimento básico da pra configurar legal ele. Eu tenho a versão anterior e o resfriamento nunca me desapontou, bateu no máximo 86 graus de CPU jogando Cyberbug, e GPU normalmente fica na casa dos 70 pra menos (salvo jogos muito pesados). Isso que eu nem uso o modo turbo, se ligar o turbo pode esquecer de temperaturas que ele resfria mesmo, a custo de um barulho relativamente mais alto.

                      Claro que pra chegar nessa média é importante tomar algumas ações, como: Não tampar a parte traseira, deixar ele levantado com algum suporte ou base de ventilação, aplicar um pouco mais de undervolt, configurar a GPU e etc...

                      No quesito de refrigeração e desempenho ele ganha de qualquer modelo da Dell na mesma categoria, só perde realmente pros modelos da Lenovo.

                        • Eu comprei com a Rtx 2060 mas foi o modelo de nona geração, aqui ele está bem frio minerando em 100% da gpu com 60 graus, jogando coloquei em modo turbo ele ficou na casa dos 80 graus de máxima , o problema de aquecer muito é a cpu , bastar limitar o clock dela , fazer undervolt , usar um base boa que fica bem frio. Notebook gamer não é para qualquer um usar, se quer um notebook para usar tranquilo , sem preocupação compre um MacBook

                            • Se for pra limitar o click e dar undervolt é melhor comprar um notebook mais barato né. É como comprar uma Ferrari e colocar um motor de Gold 1.0 pra ser " mais suave ".

                                • Mas ele corre bem limitando as voltagens, tem praticamente mesma velocidade, muito mais estável, é como você querer correr em alta velocidade em cima de buracos, não adianta forçar que só aí prejudicar o equipamento, os chips Intel são burros , não é como ocorre com os arm que tem núcleos que trabalham com clock menor e voltagem mais baixa , lá ocorre de maneira automática nos chips Intel tem que fazer manual , e o importante que ele está se pagando minerando

                              Android

                              Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

                              Android

                              Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

                              Android

                              Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

                              Android

                              Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020