» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.350

Asus ZenFone 4 Selfie Pro

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral
Embalagem e acessórios

A embalagem do aparelho é bem bonitinha, com o logo do We Love Photo, a marca da linha Zenfone 4, na frente. Na parte de trás, temos algumas informações técnicas, como IMEI e tudo o mais.

A caixa tem uma tampa que sai por cima ou por baixo. E aí nos deparamos com mais uma caixa. Aqui dentro, tem o kit de manuais e o removedor da gaveta de chips.

Embaixo dessa segunda caixa, encontramos o aparelho, dentro de um plástico protetor. Ele fica de lado por enquanto pra gente ver o que mais tem na caixa.

Aqui dentro tem um adaptador de parede, com saída de 5V e 2A; o cabo de dados USB para micro USB, um fone de ouvido intra auricular, com microfone e botão para atender chamadas, e borrachinhas extras. Tudo na cor branca.

Design, tela e áudio

Recebemos o Selfie Pro da Asus na cor vermelha, mas você pode encontrar esse aparelho nas lojas também nas opções preto e dourado. O dispositivo é bem leve, com apenas 147 gramas, e dimensões de 154 mm de altura, 74,8 de largura e espessura de meros 6,8 milímetros. É um aparelho bem fino.

Os botões de volume e o de energia ficam no lado direito, enquanto no lado esquerdo encontramos a gaveta de chips, com um slot para o cartão nano SIM e uma segundo espaço híbrido, para chip da operadora ou cartão micro SD de até 128GB.

No topo, tem só um microfone de redução de ruídos, e na parte de baixo, da esquerda pra direita, temos conector de fone de ouvidos, microfone, conector micro USB e alto falante. Na parte de trás, linhas de antena em cima e embaixo. O flash fica aqui à esquerda da lente, que é centralizada. O aparelho tem traseira metálica, em peça única com as laterais.

A parte frontal, com vidro 2.5D, tem um flash frontal, sensores de luz e proximidade invisíveis nessa frente preta, alto falante de chamadas e as duas lentes para selfies.

Lá embaixo, os botões voltar, à esquerda, e apps recentes, à direita. Eles possuem retroiluminação, mas ficam apagados a maior parte do tempo. Você pode ajustar para ficarem sempre ligados nas opções de tela. O botão Home tátil, sensível ao toque e que também tem a função de leitura biométrica, fica no centro.

Com uma tela AMOLED de 5,5 polegadas que utiliza a resolução Full HD, o Zenfone 4 Selfie Pro tem 401 ppi de densidade. Não há informação oficial sobre o tipo de proteção existente no vidro do display, ou mesmo se há alguma.

O brilho máximo alcança uma faixa boa, sendo razoavelmente confortável para o uso na rua, sob a luz do sol. Como sempre, é recomendado deixar o dispositivo com o brilho automático ativado, para que ele adapte a luminosidade conforme o ambiente.

O ponto fraco da tela do Selfie Pro está no ambiente noturno. O brilho mínimo é forte demais para uso confortável no escuro, e é bom evitar sacar esse smartphone para uso em locais sem muita iluminação, para não cansar demais sua vista.

Com relação às cores, o padrão puxa um pouco mais para as cores frias do que vemos no Super AMOLED da Samsung, por exemplo, como vimos no comparativo com o J5 Pro, Q6 Plus e Quantum SKY. Mas, se você não gosta muito desse tipo de exibição, pode tentar aplicar o modo super cor, que aumenta saturação. Ou pode personalizar, mexendo em matiz e saturação por conta própria. Esse smartphone ainda tem filtro de luz azul.

Dá para ativar um Always On para mostrar relógio e algumas notificações importantes, como bateria, chamadas ou mensagens perdidas na tela o tempo todo. A atualização só ocorre quando o conjunto muda de posição, mas ao menos dá para ver o relógio sem precisar ficar acendendo a tela.

O Selfie Pro não tem conjunto de alto falantes estéreo, mas o sistema mono é bem razoável. O problema dele é a localização, fácil de ser bloqueada pela sua mão ao jogar, por exemplo.

Hardware, desempenho e software

O Zenfone 4 Selfie Pro tem dois modelos à venda no Brasil, e o que testamos traz 4GB de memória RAM, além do chipset Snapdragon 625, com oito núcleos de clock máximo a 2GHz. A placa gráfica é a Adreno 506 e esse dispositivo tem 64GB de armazenamento interno, com suporte a cartão micro SD de até 128GB.

Em nosso teste de velocidade, o Selfie Pro realizou as duas voltas em um minuto e 26 segundos, sendo um minuto e seis na primeira volta e vinte segundos na reabertura dos apps, sem precisar reiniciar nenhuma aplicação.

Já nos testes de benchmark, o dispositivo oteve as seguintes pontuações:

  • AnTuTu: 65.947 pontos;
  • GeekBench: 875 (single-core); 4.347 (multi-core) e 3.171 (GPU);
  • 3D Mark: 466 pontos
  • GFX Bench:
    • Manhattan: 6,4 fps (on) / 6,5 fps (offscreen)
    • T-Rex: 22 fps (on) / 23 fps (offscreen)

Em jogos, utilizamos o Gamebench para calcular o número médio de quadros por segundo e obtivemos os seguintes resultados:

  • Asphalt 8: 29 fps, 9% CPU, 82% GPU;
  • Asphalt Xtreme: 30 fps, 9% CPU, 58% GPU;
  • Modern Combat 5: 28 fps, 11% CPU, 56% GPU;
  • Injustice 2: 29 fps, 13% CPU 96% GPU;
  • Clash Royale: 59 fps, 5% CPU, 80% GPU;
  • Subway Surfers: 60 fps, 21% CPU, 78% GPU.

Concluindo, o Zenfone 4 Selfie Pro se mostrou um dispositivo bastante fluido, sem apresentar engasgos, com bom resultado mesmo em no jogo mais pesado da nossa lista, o Injustice 2, que exigiu bastante da sua placa gráfica. Para os processos do dia a dia, assim como basicamente qualquer intermediário hoje em dia, ele entrega uma performance bem bacana.

Quanto ao software, temos um Android 7.1.1 Nougat rodando sob a nova interface ZenUI 4.0, da Asus. Essa nova versão está bem mais limpa e fluida que as anteriores, retirando algumas animações para ficar mais veloz.

Faltam ainda alguns polimentos e correções de traduções, além de uma melhoria visual nos ícones e alguns detalhes menores. Mas a Asus alcançou um bom equilíbrio, com poucas funções inúteis pesando, oferecendo uma experiência bem legal para o usuário. Chegou ao caminho certo.

Câmeras

Fizemos um comparativo de câmeras do Zenfone 4 Selfie Pro ao lado de Quantum SKY, Galaxy J5 Pro e Q6 Plus. O Selfie pro era o único com sensor duplo, localizado na parte frontal.

Na traseira, temos uma câmera de 16MP, com abertura f/2.2 e distância focal de 3 mm. Já na parte da frente, o sensor principal tem 12MP, abertura f/1.8 e distância focal de 4mm, com um sensor secundário em grande angular de 5MP, abertura f/2.2 e distância focal de 2mm. Dá para gravar vídeos 4K no sensor traseiro e também no frontal principal.

No app de câmera, o modo profissional é fácil de acessar por esse atalho aqui na parte de baixo da tela. deslizando para a direita (ou para cima, em modo retrato), tem uma lista com mais modos - um monte, como de costuma na linha ZenFone. deslizando para a esquerda (ou para baixo, em modo retrato), você encontra filtros.

No menu superior, ou do lado direito no modo retrato, temos atalhos para configurações, modo HDR, formato da foto, e um modo retrato, que deixa o objeto principal da foto focado e desfoca o fundo. Esse recurso é feito por software, e não com o auxílio do segundo sensor. Está disponível, também, no sensor traseiro. E as melhores fotos, claro, são as que você tirar em ambientes com boa iluminação.

Para as câmeras frontais, aliás, nada de modo profissional, o que é uma pena para um sensor poderoso como esse sony IMX362 com gravação 4K. seria ótimo para fazer vídeos, mas dependendo da iluminação, ele fica tentando compensar luz e seu vídeo acaba ficando ruim.

Em vez do modo profissional, temos um embelezamento. o resto funciona igual, e também tem o modo retrato. a outra diferença para o sensor traseiro é a opção da segunda lente, grande angular. e tem menos modos. o funcionamento é o mesmo.

Nas fotos, temos um sensor principal, ou melhor, traseiro, bem fraco. As imagens saem mais escuras do que nos concorrentes utilizados em nosso comparativo, e o resultado final foi de empate na segunda colocação, ao lado do J5 Pro, que também não apresentou imagens muito boas.

Cores e exposição dá para tentar corrigir em alguns casos, e o nível de detalhes é bom. Quem quiser fotos prontas, não vai gostar muito da câmera traseira do Selfie Pro, mas quem gosta de editar deve conseguir trabalhar bem com ele.

Já na frontal, que é o grande destaque aqui, ao menos em fotos ele trabalha muito bem. As cores ficam bacanas, o contraste não é exagerado. Em pouca luz, é melhor evitar o flash, que deixa a imagem estourada e amarelada. Se tiver pouca luz e a foto não sair legal, melhor buscar outro ambiente, com iluminação melhor, para fazer a foto.

Veja abaixo uma galera com fotos tiradas com o sensor frontal principal e com o secundário, em grande angular.

Em vídeo, o dispositivo decepcionou um pouco. Apesar do 4K na frontal, não há opção de modo profissional, e nenhum tipo de trava para o balanço de branco foi aplicada. Além disso, as cores são muito frias, e o contraste é marcante demais. A imagem não fica muito legal e, com pouca luz, também fica cheia de ruídos.

Quanto ao microfone, nos primeiros testes que fizemos, captava o áudio muito baixo. A Asus fez uma correção via software, que deu uma melhorada, como você está ouvindo agora, no áudio captado pelo Zenfone 4 Selfie Pro.

Com relação à estabilização ótica, também é um pouco decepcionante tanto na frontal como na traseira, mas nada muito fora do comum para dispositivos intermediários. Dá para lidar legal com as tremidas e tentar corrigir com software posteriormente, com o preço de perder um pouco da resolução. Quem quiser vídeo bem estabilizado, é melhor utilizar equipamento para isso.

Bateria

O Zenfone 4 Selfie Pro tem bateria com capacidade de 3.000mAh, o que em um dispositivo que traz o Snapdragon 625 promete autonomia incrível. Mas não sei se chega a ser tanto, apesar de não ser ruim, claro.

Foram 15 horas e 25 minutos de uso real, ficando cerca de 3 horas abaixo do Moto G5S Plus, por exemplo, que tem mesmo hardware, mesmo tamanho de tela e mesma capacidade de bateria. Mas usa tela IPS LCD, contra AMOLED do Selfie Pro. Com relação ao tempo de tela, o dispositivo da Asus chegou perto das oito horas com o display ativo. O teste também incluiu os seguintes tempos:

  • Quase 7 horas e 50 minutos de tela ligada;
  • 11 ciclos incompletos de testes, com:
    • 66 minutos de navegação no Chrome;
    • 360 minutos de WhatsApp, Spotify, Apple Música (música offline), Loopideo (vídeo) e YouTube (66 minutos cada);
    • 63 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5, Injustice e Asphalt 8);
    • 60 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (20 minutos cada);
    • 40 minutos de chamadas de voz conectado às redes móveis;
  • O app que mais consumiu bateria foi o YouTube;
  • O app que menos consumiu bateria foi o MX Player.

Em recarga, o dispositivo leva 2 horas e 12 minutos para preencher a bateria de 0 a 100%, com o carregador padrão que a Asus inclui na caixa. Outros resultados em testes específicos você pode ver no gráfico acima.

Prós e contras

Pontos positivos

  • Desempenho;
  • Acabamento em metal, que deixa o aparelho leve e resistente a quedas;
  • Tela, com ajustes personalizados para exibição conforme a preferência do usuário;
  • Interface mais limpa e com recursos adicionais interessantes, sem muita coisa inútil.

Pontos negativos

  • Uso de slot híbrido para cartão micro SD ou chip de operadora;
  • Instabilidade no app da câmera, que reveza boas fotos com fotos bem ruins;
  • Falta de um modo profissional para as selfies, visto que a câmera frontal é um dos destaques do dispositivo;
  • E o preço, de smartphone muito superior ao que ele realmente entrega.
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O preço é o maior ponto fraco do ZenFone 4 Selfie Pro. A Asus recomenda o valor de R$ 1.900 no modelo com 4GB de RAM, mas não há tantas características que justifiquem esse valor alto.

Embalagem e características

A embalagem é bonita e elegante, com todos os acessórios guardados separadamente. Mas a qualidade do carregador poderia ser um pouco melhor.

Comodidade

Fino e leve. O ZenFone 4 Selfie Pro não tem a 'tela infinita', mas não precisa. Os espaços do dispositivo são bem aproveitados, e segurá-lo é confortável.

Facilidade de uso

A ZenUI 4.0 melhorou demais em relação às versões anteriores, mas ainda há um bom caminho a ser percorrido. A quantidade de recursos adicionais está boa, mas os menus ainda são um pouco confusos. E há erros de tradução grosseiros.

Multimídia

A tela é boa e oferece ajustes personalizáveis para qualquer usuário encontrar o modo de cor que achar melhor. O problema aqui é o áudio: um pouco abafado e em local que sua mão pode obstruir facilmente ao jogar.

Votação Geral

A Asus está de parabéns. O Selfie Pro deve pouco em relação a seus principais concorrentes, e tem funções extras muito interessantes, bem como um poderoso sensor para selfies, seu grande diferencial.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Asus ZenFone 4 Selfie Pro