» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
792

Motorola Moto E7

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Buscando um celular básico, mas está fugindo da Samsung, LG e Xiaomi? Temos aqui o Moto E7, uma opção acessível da Motorola que promete uma boa experiência com fotos noturnas, ponto que os rivais sempre pecam. Será que ele tem bom conjunto e vale a pena economizar ou é melhor investir na variante Plus? Vamos conferir.

Acessórios

O Moto E7 vem em embalagem escura com o logo gigante da Motorola e o nome do aparelho na parte inferior. Além do celular, você recebe os seguintes acessórios:

  • Carregador de 10W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Fone de ouvido
  • Chavinha da gaveta do SIM Card
  • Guia do usuário
Design e construção

O Moto E7 é quase idêntico ao modelo Plus. Eles possuem medidas similares, porém o irmão mais avançado é mais gordinho e pesado devido à bateria maior. A parte frontal aposta em design com entalhe em formato de gota, enquanto a traseira traz bloco centralizado que abriga duas câmeras e um flash em LED.

O E7 foi lançado em duas versões aqui no Brasil. O modelo mais simples é encontrado nas cores cinza ou verde, enquanto o mais completo com o dobro de memória vem nas cores cinza ou cobre.

O corpo do aparelho é feito de plástico rígido e apresenta pequenas linhas que o tornam menos escorregadio. A estrutura possui um padrão circular concêntrico que refrata a luz partindo do módulo das câmeras. Ao olhar de ângulos diferentes vemos um efeito de feixes de luz sendo disparados para todos os lados – é um design simples, porém atrativo.

O leitor biométrico fica localizado no logo da Motorola na traseira. Ele responde bem, apesar de ter um pequeno atraso no desbloqueio. Do lado direito temos o botão de energia e controle de volume, enquanto do lado esquerdo há um botão dedicado ao Google Assistente. A entrada para fones de ouvido fica no topo, e diferente do E7 Plus, neste temos entrada USB-C.

Tela e som

O Moto E7 tem tela IPS LCD de 6,5 polegadas e resolução HD+. É basicamente o mesmo painel adotado na variante Plus. O nível de brilho é decente e está no nível da categoria, o contraste é alto para garantir cores vibrantes e preto pouco acinzentado. A maior diferença que vimos é na calibração: o E7 tem cores bem mais frias, o que deixa o branco azulado. No geral, é uma boa tela e o padrão 20:9 torna o básico da Motorola bom para filmes e também para assistir os vídeos do TudoCelular.

O alto-falante do Moto E7 fica na traseira, como já visto em outros básicos anteriores da empresa. É uma posição ruim já que ele abafará facilmente quando o celular estiver largado na mesa ou no sofá. E com o áudio sendo jogado na direção oposta do usuário, você terá uma experiência imersiva bastante limitada.

E a qualidade sonora? O som é até mais potente que o da variante Plus, mas igualmente peca por exagerar nos agudos. O E7 garante uma boa experiência sonora com vídeos, só não espere o mesmo com músicas. Ele vem com fone de ouvido na caixa que ajuda a reduzir o problema, mas poderia ser um fone mais confortável de usar.

Desempenho

Enquanto a variante Plus vem equipada com o chip Snapdragon 460, o modelo mais simples traz o Helio G25. Isso impacta no desempenho? O modelo que testamos tem apenas 2 GB de RAM e esse provavelmente será o mais vendido. Por ter pouca memória, ele sofre para segurar os apps abertos em segundo plano e em nosso teste de velocidade levou o dobro do tempo do E7 Plus para abrir uma dúzia de apps.

Se você é do tipo que usa vários aplicativos ao mesmo tempo, então recomendamos pagar um pouco a mais para ter o dobro de RAM e armazenamento interno. E benchmarks? O E7 fica um pouco abaixo em alguns testes, mas por algum motivo ele não conseguiu rodar o AnTuTu.


O mesmo aconteceu com o jogo Asphalt 9. Quando baixamos o game diretamente da Play Store é dada a mensagem que o app não é mais compatível com o dispositivo. Demais jogos rodaram com um pouco de engasgo, mas nada que atrapalhe a jogatina. É bom lembrar que o E7 é um aparelho básico e ele fica limitado a rodar tudo no mínimo.

Bateria

O E7 vem com bateria de 4.000 mAh que consegue fazer o aparelho passar o dia todo longe de tomadas. Por mais que ele tenha 1.000 mAh que o irmão maior, a diferença na autonomia não chega a ser grande. Agora se você busca um celular para recarregar a cada dois dias ou passar o final de semana fora de casa e não se preocupar em levar o carregador, é melhor considerar outro básico, como o seu rival Galaxy A02s.


A vantagem do E7 está no tempo de recarga. Não que sua bateria vá de 0 a 100% em tempo ágil, mas considerando que ainda é comum ver celulares de entrada demorarem 3 horas ou mais para carregar, é um ponto positivo ver o da Motorola fazer isso em 2 horas.


Uma carga rápida de 15 minutos recupera 12% de bateria, que chega a 26% em meia hora – o que já deve garantir um fôlego extra por umas boas horas de uso.

Câmeras

O E7 e o E7 Plus não compartilham apenas do mesmo número de câmeras, mas o sensor de 48 MP é o mesmo nos dois. A diferença é que a secundária do Plus é dedicada para desfoque de fundo, enquanto a do E7 traz lente macro.

Não espere a mesma qualidade, já que o hardware da MediaTek sofre mais para processar as imagens capturadas. Ainda assim, o Moto E7 é capaz de registrar boas fotos. Em dias ensolarados terá bom nível de detalhes, cores vibrantes e poucos ruídos. E mesmo sem uma câmera dedicada para desfoque, ainda é possível ter um bom efeito retrato.

Macro



Basta o sol se pôr para que as fotos saiam escuras. Há modo noturno, que faz o E7 se diferenciar dos seus rivais. Por mais que o modo não seja tão bom quanto o de modelos da linha Moto G, ainda é capaz de ajudar a clarear as fotos – por mais que em alguns casos resulte em cores um pouco distorcidas.

Desfoque



A macro é o grande problema aqui. Como o seu foco é fixo será preciso registrar várias fotos até acertar a distância correta ou tudo sairá borrado. A baixa resolução também limita bastante a capacidade de capturar pequenos detalhes. E se você quiser fotografar algo distante, então é melhor não escolher o Moto E7: seu zoom digital compromete bastante o resultado e temos fotos ruins.

A resolução da câmera frontal é inferior comparada ao E7 Plus e com isso registra selfies piores, mas ainda capaz de capturar boas fotos em locais bem iluminados. Já selfies à noite apresentam nível acentuado de ruídos e queda considerável na nitidez.

Padrão | Modo noturno



A filmadora grava vídeos em Full HD a no máximo 30 fps. A qualidade da filmagem é decente, mas os vídeos saem tremidos por falta de estabilização eletrônica. Pelo menos o foco não chega a ser lento como já vimos em outros da Motorola.

Selfies



A frontal também filma em Full HD a 30 fps, mas apresenta queda acentuada na qualidade e fluidez ao gravar vídeos noturnos. Outro ponto decepcionante é que o Moto E7 captura áudio apenas mono.

Software

A Motorola vem decepcionando no suporte de software com vários aparelhos desatualizados e com pacote de segurança bastante defasado. Este é o caso do E7 que sai da caixa com Android 10 e no momento está com patch de segurança de janeiro.

Quando ele será atualizado para o Android 11? Não há uma data certa. E se você é fã da Motorola por causa dos gestos encontrados na linha Moto G, então ficará decepcionado ao saber que o E7 só conta com o gesto para ligar a lanterna ao sacudir o celular. O atalho para abrir a câmera fica no botão de energia ao pressioná-lo duas vezes.

O software carece de otimização e apresenta uma lentidão acima do que estamos acostumados. Mesmo celulares básicos da Samsung, com muito mais recursos embarcados, conseguem entregar uma experiência mais ágil e fluida.

Rivais

Vale a pena comprar o Moto E7 ou tem opções melhores? O Galaxy A02s entrega melhor desempenho, sua bateria dura mais, porém tem câmeras mais limitadas. O modelo da Samsung fica devendo um leitor de digitais, o que pode fazer falta para muitos.

Vale economizar ou o Moto E7 Plus é mais negócio? O modelo mais caro é superior em desempenho, bateria e câmeras. De resto, os dois são parecidos, mas como a diferença é pequena no preço, talvez seja uma melhor compra.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Boa tela
  • Autonomia para o dia todo
  • Boa câmera para fotos

Pontos fracos

  • Desempenho abaixo do média
  • Incompatibilidade com alguns apps e jogos
  • Software carece de otimização
  • Captura vídeos com som mono
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Há opções mais interessantes no segmento de entrada

Embalagem e características

O Moto E7 vem com fone de ouvido, mas não traz capinha na caixa

Comodidade

Moto E7 não é um celular muito grande e textura na traseira evita que escorregue

Facilidade de uso

É o mesmo Android simples da Motorola, mas o sistema responde mal e demora para executar até tarefas simples

Multimídia

Tela tem brilho decente e bom contraste, mas som poderia ser melhor

Votação Geral

O Moto E7 é um celular com mais contras do que prós

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Motorola Moto E7