» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
617

Motorola Moto E20

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

A linha Moto E segue firme e forte, por mais que a linha Moto G seja o carro-chefe da Motorola, especialmente aqui no Brasil. O E20 é o novo básico da empresa que chegou ao mercado nacional por R$ 1 mil, mas atualmente já aparece em ofertas por muito menos. Se você busca um bom celular básico para tarefas simples do dia a dia, acompanhe a análise completa do TudoCelular até o final para saber se o Moto E20 é uma boa compra.

Acessórios

O Moto G10 vem em embalagem escura com o logo branco da Motorola e o nome do aparelho em laranja. Além do celular, você recebe os seguintes acessórios:

  • Carregador de 10W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Fone de ouvido básico
  • Chavinha da gaveta do SIM card
  • Guia do usuário
Design e conectividade

O Moto E20 possui design diferenciado e mais atrativo que os antigos modelos da linha. Ele tem acabamento em plástico fosco com pequenos desenhos em formato de colmeia em alto relevo, o que ajuda a aprimorar a pegada.

Ele chegou ao mercado nacional em duas opções de cores: cinza e azul. O módulo das câmeras tem aro preto ao redor dos sensores que abriga conjunto duplo e um flash em LED. O leitor biométrico fica localizado no logo da Motorola e responde bem ao reconhecer a digital. A frente do aparelho ainda traz câmera em formato de gota e borda larga abaixo da tela.

Na lateral direita encontramos os botões de energia, volume e um dedicado ao Google Assistente. Na parte inferior há o alto-falante, microfone e entrada USB, que neste é do tipo C, diferente dos antigos da linha que ainda são micro USB. No topo há apenas a entrada tradicional para fones de ouvido, enquanto na lateral esquerda há uma gaveta para dois chips e micro SD.

Não espere muito da parte de conectividade do E20. Não há Wi-Fi dual band para redes 5 GHz e nem NFC. Pelo menos o Bluetooth já é de quinta geração, mas a falta de giroscópio pode ser um ponto negativo para alguns.

Tela e som

O Moto E20 tem tela de 6,5 polegadas com resolução HD+ e painel LCD de 60 Hz. Celulares básicos e até mesmo intermediários da Motorola pecam no nível máximo de brilho e o E20 é mais um que não apresenta boa visibilidade em locais abertos.

O nível de contraste e reprodução de cores está dentro do esperado para um aparelho desta categoria. Pelo menos neste ponto a Motorola não faz feio, enquanto ainda tem fabricantes que apostam em telas TFT muito simples com baixo contraste e cores lavadas.

A parte sonora poderia ser melhor. O único alto-falante limita a experiência multimídia com som mono. A potência sonora está abaixo da média e o equilíbrio entre graves, médios e agudos também não é dos melhores. Os agudos ficam mais acentuados que as demais frequências e isso gera distorção com o volume no máximo.

Ele vem com o mesmo fone de ouvido da linha Moto E do ano passado. É um acessório básico feito em plástico rígido que não passa muito conforto, mas serve para quebrar o galho enquanto você compra um fone melhor para curtir suas músicas.

Desempenho

Este é mais um celular da Motorola com plataforma Unisoc. No caso do Moto E20 temos o T606 formado por processador octa-core de boa velocidade e GPU Mali-G57. O modelo chega com 2 GB de RAM, o que pode parecer pouco para a atualidade, mas o Android Go pode ajudar a dar uma aliviada.


E como isso se traduz em desempenho prático do dia a dia? Se você usa muitos apps ao mesmo tempo, vai ficar decepcionado com o multitarefas do E20. Ele não consegue segurar muitos aplicativos abertos e fica abaixo de outros básicos em nosso teste de velocidade. Em benchmarks, temos boa pontuação com o E20 superando o Galaxy A03s e realme C11 no AnTuTu.

O E20 pode não ser o melhor celular para jogos, mas até que conseguiu rodar bem o CoD Mobile na qualidade gráfica Baixa e com extras gráficos desativados. No PUBG tivemos boa fluidez na opção gráfica Média com molduras no Alto e antialising ativado em 2x. No entanto, a plataforma é incompatível com alguns jogos e não rodou Asphalt 9 e nem Mario Kart.

Bateria

A bateria de 4.000 mAh entrega boa autonomia e consegue render o dia inteiro se não exigir muito do aparelho. Está abaixo de modelos mais recentes de outras marcas e a culpa pode estar no hardware da Unisoc que não é muito eficiente.


Pelo menos o tempo de recarga não é muito demorado, considerando que ainda é comum ver celulares mais baratos passando mais de três horas na tomada. O E20 vai de 0 a 100% em pouco mais de duas horas.


O carregador de 10W consegue recuperar 16% com 15 minutos de carga e 29% com meia hora na tomada.

Câmeras

O Moto E20 vem com duas câmeras na traseira: a principal tem sensor de 13 MP e a secundária é de apenas 2 MP. Na parte frontal há um modesto sensor de 5 MP para selfies.

Dito isto, não espere muito do desempenho fotográfico do Moto E20. Ele é aquele tipo de celular que registra fotos bacanas apenas em condições favoráveis de luz. As cores saem vibrantes e sem excesso de saturação em dias ensolarados e o HDR ajuda a balancear bem o brilho para evitar fundo estourado.

Fotos ao entardecer já deixam evidente a limitação do aparelho. As fotos saem mais escuras do que o esperado e perdemos os detalhes nas sombras. Fotos capturadas à noite saem escuras, com pouca nitidez e texturas de má qualidade. A Motorola até incluiu o recurso Night Vision, o seu modo noturno comum na linha Moto G. Ele ajuda a prolongar a exposição para termos fotos mais claras, apesar dos ruídos ficarem mais evidentes.

Noturno


Não espere muito de macros com E20, a distância focal é grande e ao chegar muito perto de algo perderá o foco. Pelo menos o desfoque de fundo gerado dá destaque ao que você pretende fotografar. O modo retrato é bom; a foto tende a sair um pouco mais escura, mas o efeito apresenta poucos erros.

Macro


Desfoque


E o que esperar da simples câmera frontal? Selfie não é o forte do Moto E20. As fotos pecam em definição devido à baixa resolução e o alcance dinâmico é mais limitado, então evite fotos com o sol de fundo. O modo retrato apresenta pequenos erros, mas nada que comprometa a qualidade. Selfies noturnas saem granuladas e com cores distorcidas, além de sofrerem com pontos luminosos.

Selfies



A filmadora do Moto E20 grava em Full HD com a câmera traseira e frontal. A qualidade dos vídeos é inferior à das fotos com cores menos vibrantes e vídeos mais escuros, especialmente à noite onde é difícil ver o que está distante. Um detalhe curioso é que o E20 sofre em ambientes escuros e apresenta queda na fluidez das filmagens. O foco não chega a ser lento, enquanto a captura de som é apenas mono e abafada.

Software

O Moto E20 vem com Android 11 em sua versão Go, ou seja, é uma interface mais enxuta que a tradicional do robozinho. E é graças a isso que ele consegue entregar boa fluidez mesmo com seu hardware simples. A interface não engasga com frequência como vemos em celulares de entrada da Samsung.

O lado ruim é que você acaba ficando sem alguns recursos tradicionais do Android, como a possibilidade de usar dois apps ao mesmo tempo em tela dividida. Também não é possível instalar widgets na tela inicial, você fica preso aos que já vem com o sistema.

São cortes que até fazem sentido, já que o público que busca um celular barato normalmente só usa WhatsApp e redes sociais e neste ponto o Moto E20 atende bem. Pelo menos alguns diferenciais da Motorola estão lá, como o gesto de ligar a lanterna ao sacudir o celular.

Rivais

Curtiu o Moto E20, mas ainda está em dúvida se ele é a melhor opção na sua faixa de preço? O seu maior rival atualmente é o Galaxy A03s, o básico mais recente da Samsung. Ele foi mais rápido em nosso teste multitarefas devido ao dobro de RAM e também entrega melhor autonomia devido à bateria maior. No geral, entrega a mesma experiência multimídia e qualidade similar em câmera, com o Galaxy se destacando por ter conjunto mais flexível.

A realme também aposta no segmento de entrada aqui no Brasil e temos o C11 como seu celular mais básico atualmente. Ele também vem com plataforma da Unicoc, porém é uma mais antiga que entrega desempenho um pouco mais fraco. Por outro lado, a bateria dura mais. Só há uma câmera na traseira que registra boas fotos, enquanto a frontal faz selfies um pouco melhores.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes:

  • Design diferenciado
  • Desempenho acima da concorrência
  • Autonomia de bateria

Pontos fracos:

  • Tela com brilho baixo
  • Som mono distorcido
  • Tempo de recarga
  • Sem updates garantidos do Android
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O custo-benefício é bacana para quem está com orçamento apertado

Embalagem e características

Embalagem traz fone de ouvido, algo cada vez mais raro na concorrência

Comodidade

Moto E20 tem traseira com textura diferenciada que ajuda um pouco na ergonomia

Facilidade de uso

Ele vem com Android 11 Go, uma versão mais enxuta do robozinho com boa fluidez

Multimídia

Tela tem brilho baixo e o som mono distorce no máximo

Votação Geral

O Moto E20 é um bom celular básico para pessoas pouco exigentes

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Motorola Moto E20