» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
2.567

Motorola Edge 30 Neo

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Temos aqui o modelo mais básico da nova linha avançada da Motorola. O Edge 30 Neo é um intermediário não tão premium quanto o Fusion, mas que ainda busca entregar um bom conjunto capaz de suprir as necessidades da maioria. Será que ele segue o mesmo exemplo dos irmãos e entrega um conjunto acertado com preço justo? Vamos conferir.

Acessórios

O Moto Edge 30 Neo vem em caixa clara feita de papel reciclado. Você encontra os seguintes acessórios:

  • Carregador com 68W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Capinha transparente de silicone
  • Guia do usuário
  • Fone de ouvido com conector USB-C
  • Chavinha da gaveta do cartão SIM
Design e conectividade

O Edge 30 Neo não traz design cheio de curvas como os demais modelos da linha. Ele também deixa de lado acabamento mais requintado de metal e vidro e aposta em corpo mais simples feito de plástico.

O diferencial está na parceria da Motorola com a Pantone, uma empresa norte-americana conhecida mundialmente por seu sistema de cores utilizado como referência na indústria gráfica. Com isso, o Edge 30 Neo ganha quatro cores com nomes pouco usuais, como Very Peri, Black Onyx, Ice Palace e Aqua Form; o que seria algo próximo de lilás, preto, prata e verde.

O acabamento em plástico é fosco, o que ajuda a tornar o celular menos escorregadio e não chega a acumular tantas marcas de dedo. O logo da Motorola marca presença na parte central, enquanto o bloco de acrílico com as duas câmeras está mais acima. A parte superior é feita de peça com plástico fosco e a inferior traz acabamento brilhante.

Um detalhe curioso está no LED que fica escondido no bloco das câmeras e acende quando recebemos notificações ou quando o celular é recarregado. O efeito é ampliado pela capinha de silicone que vem com o celular, o que acaba sendo um extra bem interessante.

O leitor biométrico fica sob o display em posição próxima à borda inferior. Como o Edge 30 Neo não é um celular muito grande, não será desconfortável de usar. O sensor responde bem e reconhece a digital do usuário rapidamente.

As bordas do Edge 30 Neo não chegam a ser simétricas, com a inferior tendo o dobro da espessura das demais. No topo há o furo para a câmera de selfies, enquanto temos os botões de energia do lado direito, assim como a tecla de volume.

A gaveta para dois chips fica na parte inferior, mas sem suporte a microSD. Também temos deste lado a entrada USB-C, o alto-falante principal e o microfone de chamadas. No topo há apenas um segundo microfone, além do logo Dolby Atmos.

Além da conectividade com redes 5G, temos Wi-Fi AC para redes 5 GHz, NFC e Bluetooth 5.1. Uma grata surpresa é ver que o Edge 30 Neo tem suporte a carregamento sem fio, mas fica limitado a apenas 5W.

Tela e som

O Neo possui tela de 6,3 polegadas, um tamanho compacto comparado a outros recentes lançamentos da marca. Temos um painel OLED com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz.

Apesar de não ter suporte a HDR10 como o Edge 30 Fusion, ele entrega o mesmo nível de brilho, sendo bastante alto para o segmento, o que garante ótima visibilidade em qualquer lugar. A calibração de cores está melhor do que vimos em outros celulares da Motorola, especialmente ao usar o perfil Natural.

O comportamento do painel é bastante comum. Por padrão, ele reduz a velocidade para 60 Hz quando você não toca na tela e sobe para 90 Hz na maioria dos apps e chega a 120 Hz nos apps nativos, menus do sistema e alguns jogos. Em aplicativos de vídeos como Netflix e YouTube, acaba travando a tela em 60 Hz para economizar bateria.

O alto-falante de chamadas atua como canal secundário e entrega a mesma potência sonora que a saída principal na parte inferior. Nem sempre isso acontece e é interessante ver que o Edge 30 Neo garante uma boa experiência imersiva com áudio de qualidade equilibrado entre agudos, médios e graves.

O mesmo fone de ouvido que vem com os demais da linha Edge 30 também está presente aqui. Como não há entrada padrão para fones, ele se conecta pela porta USB. Há bom conforto e qualidade sonora decente.

Desempenho

O Edge 30 Neo é mais um celular da Motorola equipado com Snapdragon 695, um chipset intermediário que vem se popularizando entre intermediários 5G. O vimos anteriormente no Moto G82, mas agora temos 8 GB de RAM para um melhor desempenho multitarefas. E foi exatamente isso que vimos acontecer em nosso teste de velocidade, com este intermediário da Motorola sendo mais veloz que o mais antigo.


Em benchmarks temos números a par de outros com a mesma plataforma da Qualcomm, porém levemente abaixo do Exynos 1280 da Samsung que equipa alguns intermediários da marca como o Galaxy A53.

Também temos ótimo desempenho em jogos com Call of Duty rodando na qualidade Muito Alta com anti-aliasing e demais recursos ativados. No PUGB é possível jogar em HD com taxa de quadros em Alto e extras ativados.

Bateria

Por ser um celular mais compacto do que estamos acostumados a ver neste segmento, temos apenas 4.020 mAh de bateria, o que pode parecer pouco, mas é suficiente para um dia inteiro de uso.


Ele conseguiu superar aparelhos com baterias maiores em nosso teste padronizado de autonomia, ficando acima do Galaxy A53 que vem com 5.000 mAh. Além disso, vem com potente carregador de 68W que enche totalmente a bateria em pouco mais de 40 minutos.


Ao fazer uma carga rápida de 15 minutos, já terá metade da bateria para usar, o que garante mais de 10 horas de uso moderado. Com meia hora na tomada terá mais de 80% disponíveis.

Câmeras

Enquanto é comum ver celulares com muitas câmeras na traseira, a Motorola decidiu apostar apenas no essencial no Edge 30 Neo. Aqui temos um sensor de 64 MP com estabilização óptica e uma câmera secundária de 13 MP com lente ultra-wide com foco automático que também faz o papel de macro.

Fotos diurnas apresentam bom HDR, ótima nitidez para a categoria e muitos detalhes registrados com cores vibrantes e poucos ruídos. Olhando pela tela do celular não verá diferença entre o modo padrão e o que usa a resolução máxima, mas ao passar para o computador e ampliar as imagens verá que ao fotografar em 64 MP terá imagens mais nítidas.

Principal | Ultra-wide



Celulares intermediários não impressionam com a câmera ultra-wide, mas até que o Edge 30 Neo consegue se destacar neste ponto. O seu sensor de 13 MP captura mais detalhes do que vemos normalmente neste segmento e mantém o bom contraste e saturação de cores vistos na câmera principal.

Macro


Ainda há o bônus de ter foco automático nesta câmera, algo que ainda não é tão comum e mesmo celulares top de linha como o Galaxy S22 pecam neste ponto. A ultra-wide do Edge 30 Neo permite chegar até 2 cm do que deseja fotografar e com isso é possível registrar ótimas macros com fotos mais detalhadas que celulares com câmera dedicada para tal.

Desfoque


O que poderia ser melhor é o modo retrato. Como não há uma câmera dedicada para tal, o Edge 30 Neo usa a ultra-wide para desfocar os cenários e apresenta erros que não vemos mesmo em celulares de entrada. Como o efeito é feito com ajuda de software pode ser que melhore em atualizações futuras.

Noturno



Fotos noturnas são decentes com boa saturação e HDR que preserva as sobras sem comprometer detalhes, apesar da nitidez não ser das melhores. Há modo dedicado para locais escuros que prolonga a exposição para termos imagens mais claras, porém as cores ficam menos naturais. A ultra-wide decepciona à noite e não tem suporte ao modo noturno.

Selfies



A frontal de 32 MP captura selfies com cores vívidas com bom HDR e contraste sem exagero, mas tende a sofrer com excesso de ruídos à noite. O modo retrato funciona melhor com esta câmera e faz um bom efeito com o mínimo de erros visíveis.

A filmadora grava a no máximo Full HD seja com a principal, ultra-wide ou frontal. Há estabilização óptica para lidar com tremidos, foco ágil e boa captura de som. Filmagens noturnas saem bastante escuras, especialmente se usar a ultra-wide. A frontal sofre com ruídos, mas ainda está dentro do que é visto na categoria.

Software

O Edge 30 Neo vem com Android 12 com a interface MyUX da Motorola. No momento em que testamos, ele estava com pacote de segurança dois meses atrasados. Além disso, deve demorar um pouco para receber o Android 13 e talvez não chegue até a versão 14, já que a empresa só garante duas atualizações para seus celulares top de linha.

A Motorola vem caprichando no seu software e vemos um sistema que flui bem no Edge 30 Neo, até melhor do que vimos anteriormente em outros celulares com Snapdragon 695. Há os clássicos gestos para ligar lanterna ou abrir rapidamente a câmera, assim como um novo que permite acessar seu app favorito ao tocar duas vezes na traseira do aparelho.

A plataforma Ready For também está presente e permite ter uma experiência de PC para fazer videochamadas, jogar ou trabalhar conectando o celular a uma TV ou monitor. É uma plataforma presente em vários modelos da linha Edge e compete bem com a Dex da Samsung.

Rivais

O Edge 30 Neo é um celular bacana, mas como ele sai contra rivais de outras marcas?

O Galaxy A53 também tem ótima tela e som potente de qualidade, mas peca em desempenho multitarefas e sua bateria rende um pouco menos, além de levar o dobro do tempo para recarregar. Em câmera temos uma boa rivalidade entre os dois, mas o da Samsung ganha na filmadora ao gravar em 4K.

Da Xiaomi temos o Poco X4 Pro que também é equipado com Snapdragon 695, mas foi muito mais lento em nosso teste de velocidade. Por outro lado, sua bateria dura mais e também recarrega rápido. Ele traz câmera de 108 MP que pode passar a impressão de ser superior, mas não fica distante da qualidade fotográfica vista no Edge 30 Neo e sofre mais com a ultra-wide e macros.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Tela com brilho forte
  • Som estéreo de qualidade
  • Bom desempenho
  • Boa autonomia de bateria

Pontos fracos

  • Câmera de desfoque decepciona
  • Filmadora poderia ser melhor
  • Preço de intermediário premium
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Há opção tão boas e mais baratas, mas poder ser uma boa opção em futuras promoções

Embalagem e características

Edge 30 Fusion vem com bom carregador, fone de ouvido e capinha de silicone

Comodidade

A traseira de plástico fosco ajuda na pegada e o tamanho mais compacto ajuda no conforto

Facilidade de uso

É o mesmo Android limpo com poucos recursos dos demais celulares da Motorola

Multimídia

Tela com brilho forte, ótimas cores e agora com som estéreo de qualidade

Votação Geral

O Edge 30 Neo é um intermediário bacana que tem fortes concorrentes no mercado nacional

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Motorola Edge 30 Neo