» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.299

Nokia 5.4

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

O Nokia 5.4 é a nova aposta da marca finlandesa no mercado de intermediários e vem para dar lugar ao 5.3 lançado no Brasil em 2020. Será que o novo corrige os problemas que vimos na versão passada? A Nokia ainda tem fôlego para brigar com Samsung e Motorola? Confira a análise completa do TudoCelular.

Acessórios

Caixa do Nokia 5.4 é mais quadrada, comparada a de celulares de outras marcas, e traz estampado os dois anos de atualizações do sistema. Além do celular, você receberá os seguintes acessórios:

  • Carregador de 10W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Chavinha da gaveta do SIM Card
  • Guia de uso
  • Capinha de silicone
Design e conectividade

Logo de cara já dá para perceber que pouco mudou em relação ao Nokia 5.3. A câmera circular que lembra alguns celulares da Poco continua presente na traseira e segue com quatro sensores. A diferença é que o flash em LED que antes ficava no centro foi realocado para fora do círculo.

O acabamento fosco deu lugar a um plástico mais brilhante que tende a riscar mais fácil. Pelo menos a Nokia manda capinha na caixa para ajudar a proteger o aparelho. O Nokia 5.4 chegou ao mercado nacional nas cores roxa e azul. O leitor biométrico continua abaixo do conjunto fotográfico e responde bem, apesar de não ser dos mais rápidos.

O entalhe em formato de gota mudou para um furo para câmera de selfies que fica no canto esquerdo. A borda inferior tem o mesmo tamanho de antes, apesar do aparelho estar mais compacto. A Nokia decidiu reduzir o tamanho da tela, porém deixou seu novo intermediário mais espesso e não reduziu tanto o peso.

Há entrada para fones de ouvido no topo; entrada USB-C do lado oposto e um único alto-falante. Na lateral direita há apenas os botões de ligar e controle de volume, enquanto do lado esquerdo temos um atalho para o Google Assistente e a gaveta tripla para dois chips e um cartão de memória.

Na parte de conectividade temos um retrocesso: o Nokia 5.4 não possui suporte a redes Wi-Fi de 5 GHz como o seu antecessor. O Bluetooth continua sendo da geração 4, mas pelo menos o NFC não foi removido.

Tela e som

A tela foi reduzida para 6,4 polegadas e segue com resolução HD+ e taxa de 60 Hz. É uma pena já que nessa categoria é comum ver aparelhos com 90 Hz, como o caso do Moto G30 ou o Galaxy A22. O painel IPS LCD tem brilho baixo e o contraste não é dos melhores. A experiência multimídia do Nokia 5.4 é bastante limitada e fica no nível de celulares mais baratos.

Para complicar ainda mais a experiência com filmes e jogos temos um alto-falante simples que entrega som mono com pouco volume. A qualidade sonora decepciona por focar demais nos agudos, enquanto os médios são praticamente inexistentes e os graves estão ali apenas para deixar o som meio abafado.

A Nokia manda fone de ouvido na caixa, que apesar de ser um modelo bastante simples e com qualidade sonora precária, ainda é melhor do que Samsung que simplesmente aboliu o acessório para economizar uns trocados.

Desempenho

Outro retrocesso fica por conta da plataforma. A Nokia trocou o Snapdragon 665 pelo 662. Tudo bem que os dois possuem o mesmo processador e chip gráfico, mas há pequenas diferenças com leve vantagem para o antigo. Pelo menos isso não afetou o desempenho e em nosso teste de velocidade focado no multitarefas tivemos empate.


Em benchmarks também temos resultados próximos, porém com o Nokia 5.4 ficando um pouco abaixo no AnTuTu. Ele também perde para o Galaxy A22 com Helio G80 e realme C25 com Helio G70.

E jogos? No Call of Duty conseguimos jogar na qualidade gráfica Muito Alta e ainda conseguir uma boa fluidez. No PUBG tivemos bom desempenho na qualidade Balanceada com molduras no médio e antialising ativado. Asphalt 9, que dá trabalho em celulares mais baratos da Xiaomi, rodou suave no Nokia 5.4. Porém, jogos como Mortal Kombat e Cover Fire se negaram a abrir.

Bateria

Apesar do novo intermediário da Nokia ter ficado mais gordinho, ele acabou mantendo a bateria de 4.000 mAh de antes. Com empresas investindo em aparelhos com 5.000, 6.000 ou até mesmo 7.000 mAh, chega a ser algo decepcionante.


A Nokia promete dois dias longe de tomadas e em nossos testes ele ficou longe disso. Ainda assim é capaz de render um dia todo facilmente em uso moderado com redes sociais e um pouco de jogos.


O carregador também é o mesmo de 10W de antes. Ele demora duas horas e meia para encher totalmente a bateria. O carregamento rápido recupera 18% em 15 minutos e 32% em meia hora. Já é possível encontrar intermediários que carregam rápido, mas a verdade é que muitas empresas ainda economizam neste ponto.

Câmeras

O conjunto fotográfico sofreu evolução apenas com o sensor principal que passou de 13 MP para 48 MP. O restante do conjunto é o mesmo de antes e inclui uma câmera ultra-wide de 5 MP, uma macro de 2 MP e outra para desfoque de cenários com também 2 MP. A frontal dobrou a resolução e agora tem 16 MP.

O antigo Nokia não se destacava em câmeras e o novo segue o mesmo caminho. No máximo o que terá são fotos decentes em dias ensolarados. As cores não apresentam vivacidade, os detalhes são limitados e as texturas de pontos distantes saem perdidas. É o tipo de celular que serve para publicar fotos nas redes sociais, mas ao ampliar as imagens verá vários defeitos.

Principal | Ultra-wide




A qualidade cai ainda mais ao usar a ultra-wide. Perde-se ainda mais nitidez, tudo fica borrado nos cantos e o contraste é ainda mais sacrificado deixando as fotos sem vida. Isso não quer dizer que a câmera seja completamente descartável, mas será quase inútil à noite.

Padrão | Noturno



Há modo noturno que prolonga a exposição para termos imagens mais claras. Ele ajuda bastante e torna o seu uso obrigatório no Nokia 5.4, e o melhor é que não chega a sacrificar as fotos com excesso de ruídos.

Macro


A macro é fraca, sofre para pegar detalhes de objetos pequenos, tem foco fixo e sua distância focal é muito limitada. Vai sofrer para conseguir boas fotos com esta câmera e também podemos dizer o mesmo da de desfoque que erra mais do que acerta.

Desfoque


E selfies? Em locais iluminados terá fotos decentes, mas faltou um pouco de saturação para deixar mais vívido o tom de pele. Nada que uma edição rápida no Instagram não resolva, mas o problema é que ao usar o modo retrato o HDR é desativado e temos excesso de luz de fundo com foto estourada. As selfies noturnas sofrem ainda mais e com o modo retrato temos uma suavização de pele exagerada.

Selfies



Por fim, a filmadora. O antecessor era capaz de gravar vídeos em 4K, mas o Nokia 5.4 só filma em Full HD, sendo 60 fps com a principal e frontal, e apenas 30 fps com a ultra-wide. A lente mais aberta apresenta melhor estabilização, mas não tem foco automático. Aliás, o foco da principal também não é dos mais rápidos.

Filmar à noite com o Nokia 5.4 é complicado já que as filmagens saem muito escuras, especialmente com a frontal. A captura de áudio é decente, mas não há um sistema de cancelamento de ruídos eficiente.

Software

Ao ligar o Nokia 5.4 verá que ele faz parte do programa Android One, que passa a impressão de que recebe atualizações rápidas, mas este não é o caso da Nokia. Para começar, o aparelho ainda vem com Android 10, mas a empresa garante que ele receberá duas atualizações do robozinho e três anos de patches de segurança.

No momento em que testamos, meses após o lançamento do produto, ele ainda estava preso ao Android 10. O pacote de segurança também não era o mais atual, o que mostra que o fato do Nokia 5.4 fazer parte do programa Android One não significa muita coisa.

O sistema agradará aqueles que curtem algo muito próximo do Android padrão da linha Pixel, sendo ainda mais limpo que o Android levemente modificado da Motorola. O lado ruim é que você não tem extras para aprimorar a usabilidade. É um aparelho focado no básico que faz bem o mais simples.

OBS.: A Nokia começou a liberar a atualização para o Android 11 globalmente após termos terminado nossa análise. Isso indica que o Android 12 também deve demorar a chegar ao Nokia 5.4.

Rivais

Esperava mais do Nokia 5.4? O que temos de alternativas no mercado nacional? O Moto G30 vem com o mesmo processador e quantidade de memória. O da Motorola foi mais lento em nosso teste de desempenho focado no multitarefas, mas possui tela de 90 Hz para fluidez superior. Ele tem câmeras melhores e a bateria dura um pouco mais.

O Galaxy A22 tem melhor tela e painel de 90 Hz para maior fluidez. Ele também foi mais lento em nosso teste de velocidade, mas em troca você tem um software mais recheado de recursos. A bateria dura muito mais e o da Samsung registra melhores fotos, além de ter Wi-Fi de 5 GHz.

Realme é outra fabricante que vem investindo pesado neste segmento no Brasil e o C25 é atualmente o nosso rei em bateria. Ele sim entrega autonomia para dois dias, diferente da promessa da Nokia. Seu ponto fraco está nas câmeras, que não ficam muito acima do que o Nokia 5.4 entrega.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Desempenho acima da média
  • Bateria dura o dia todo

Pontos fracos

  • Experiência multimídia
  • Câmeras fracas para o segmento
  • Tempo de recarga
  • Preço salgado pelo conjunto
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Custo-benefício no lançamento é bastante ruim; só valerá a pena quando estiver pela metade do preço

Embalagem e características

Embalagem traz fone muito básico e carregador fraco, mas vem com capinha

Comodidade

Nokia 5.4 ficou menor comparado ao antecessor, mas agora tem acabamento mais escorregadio

Facilidade de uso

O Android One é praticamente puro e traz só o essencial do sistema Google

Multimídia

Tela e som são bem medianos e não competem com rivais da Samsung e Motorola

Votação Geral

Nokia 5.4 é um celular esquecível diante de tantas opções melhores

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Nokia 5.4