» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
854

Nokia C30

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

O Nokia C30 é a nova aposta da marca para quem busca um celular barato com muita bateria e tela grande. Ele foi lançado em 2021, mas chegou ao mercado nacional apenas no primeiro trimestre deste ano. Ele chegou custando R$ 1,3 mil e atualmente já aparece em ofertas por menos de R$ 1 mil. Será que a Nokia acerta no bom e barato? Vamos descobrir.

Acessórios

O Nokia C30 vem em caixa tradicional recheada de acessórios:

  • Carregador de 10W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Película para tela
  • Guia de uso
  • Capinha de silicone
  • Fone de ouvido
Design e conectividade

O Nokia C30 é um celular com design simples feito em peça única de plástico fosco que toma toda a traseira e laterais do aparelho. A tampa é removível, algo cada vez mais raro de se ver, mas não permite ter acesso à bateria. Ela vem selada no aparelho e protegida por uma camada de alumínio.

A traseira removível serve apenas para dar acesso aos slots individuais dos dois chips e do microSD (que a Nokia alega aceitar cartões de até 256 GB). E apesar da empresa anunciar que o C30 é vendido nas cores cinza e branca, a mais clara tem um tom meio puxado para o prata. Ambas apresentam textura que melhora a pegada e evita o acúmulo de digitais.

É bom ver que a Nokia manda capinha de silicone e até película de proteção na caixa do aparelho, onde outras marcas nem sequer fornecem fone de ouvido ou mesmo o carregador. Aliás, o C30 também vem com fone na caixa que pode ser usado para ativar o rádio FM.

Há leitor biométrico na traseira que responde bem e não demora para desbloquear o aparelho. A Nokia também decidiu por deixar o alto-falante na traseira, que não chega a ser a melhor posição por abafar fácil. A entrada para fones fica no topo, enquanto na parte inferior temos um microfone e a porta micro USB. Na lateral direita encontrará os botões de energia e volume.

Na parte de conectividade não podemos esperar muito de um celular de entrada como o Nokia C30. Ele não tem Wi-Fi dual band para redes 5 GHz, seu Bluetooth ainda é da versão 4.2 e não há suporte a NFC. Até mesmo alguns sensores como giroscópio ficam de fora, e isso ainda é comum em celulares baratos.

Tela e som

Um dos pontos de destaque do Nokia C30 é a sua grande tela de 6,82 polegadas. Esse é o celular ideal para quem busca um aparelho barato para curtir filmes e séries. O painel IPS LCD adotado tem bom nível de brilho, superando os básicos da Motorola com folga. A resolução é HD+, o contraste e o amplo ângulo de visão são bons para o preço cobrado.

Claro que não é um aparelho para quem é exigente com imagem. A calibração de cores foge do ideal e o software mais simples do C30 dá apenas a opção para alterar a temperatura do branco. Além disso, o painel fica limitado a 60 Hz, enquanto algumas marcas já trazem celulares de entrada com painel de 90 Hz.

O que compromete a experiência multimídia é o som. O único alto-falante na traseira peca em potência e também não entrega áudio balanceado. Os médios são quase inexistentes, enquanto os agudos se destacam em excesso. Pelo menos vem fone de ouvido na caixa para contornar essa limitação. É um modelo simples, todo feito em plástico rígido, mas ajuda a quebrar o galho.

Desempenho

E o desempenho, é bom para a categoria? Não espere por um celular rápido, por mais que ele venha com uma versão mais enxuta do Android. A plataforma SC9863A da Unisoc é bastante antiga e ainda comum de ser encontrada em celulares de entrada. Além disso, o Nokia C30 tem apenas 2 GB de RAM e sofre para segurar apps e jogos abertos em segundo plano. A experiência multitarefas é bastante limitada.


Em benchmarks, temos pontuações no mesmo nível de outros com chip similar da Unisoc, como o G Max 2 da Multilaser. No AnTuTu conseguimos ficar pouco acima dos 80 mil pontos, onde normalmente vemos celulares com o Helio G25 ficarem, como é o caso do Redmi 9A.

E nos jogos? Não espere muito de um celular de entrada como o C30. Ele consegue rodar bem games casuais, mas títulos mais pesados como Call of Duty terá que se contentar com a qualidade gráfica no mínimo e todos os filtros desativados. Ainda assim, fica abaixo da experiência recomendada. No PUBG é possível arriscar jogar com gráficos em Balanceado e taxa de quadros Média. No entanto, é normal ver travamentos constantes.

Bateria

Outro ponto de destaque do C30 é sua bateria de 6.000 mAh. A Nokia promete três dias de autonomia, porém em nossos testes ficamos abaixo disso. De qualquer forma, é inegável que ela dura bastante, mesmo com o hardware defasado da Unisoc. Conseguimos uma média de quase 30 horas com um pouco de jogos. Talvez sem jogar e usando apenas o básico como WhatsApp, ele consiga alcançar a média prometida pela marca.


A parte decepcionante fica para o carregador de apenas 10W que vem na caixa. Ele demora quase 4 horas e meia para encher totalmente a bateria. Como é um modelo simples e não possui carregamento acelerado, o C30 recupera apenas 7% em uma carga de 15 minutos e chega a 15% com meia hora na tomada.

Câmeras

O conjunto fotográfico do C30 é formado por duas câmeras na traseira, sendo a principal de 13 MP e a secundária de 2 MP para desfoque de fundo. A frontal é um sensor simples de apenas 5 MP.

Não espere muito do potencial fotográfico do celular básico da Nokia. A principal faz fotos bacanas em situações favoráveis de luz se você deixar o HDR ligado. Ele evita céu estourado e equilibra partes claras e escuras deixando as imagens mais uniformes.

Padrão | HDR




Só não espere o mesmo em locais escuros. Este é o maior ponto fraco do C30 e as fotos saem escuras e com bastante ruídos. O contraste é baixo e a nitidez fica comprometida. É o tipo de celular que só permite ter fotos decentes se você ficar próximo de uma boa fonte de luz.

Noturno


A câmera de desfoque até gera um bom efeito, mas sofre para fazer o recorte em áreas mais complexas como cabelos. Será normal ver falhas e até mesmo desfocar uma parte da pessoa fotografada. O mesmo acontece com a frontal.

Desfoque



As selfies são boas o suficiente para publicar em redes sociais. Agora ao fotografar à noite já terá selfies bastante granuladas que ficam ainda piores com o modo retrato ativado.

Selfies



A filmadora grava em Full HD com a traseira e frontal. Não há qualquer sistema de estabilização para lidar com os tremidos e o foco é um pouco lerdo. A captura de som é mono, porém a qualidade é melhor que muitos celulares chineses de entrada.

Software

O Nokia C30 vem com Android 11 em sua versão Go Edition. Esta é uma interface mais leve do Android focada em celulares com hardware mais simples e mesmo assim ainda apresenta lentidão na navegação. É uma pena que a Nokia tenha trazido apenas a versão com 2 GB de RAM, enquanto em outros países ele é vendido com até o dobro.

O software é bastante limpo e não vem recheado de aplicativos inúteis como é padrão da Samsung e Xiaomi. Uma pena é que está desatualizado na versão do Android e também no pacote de segurança que estava no mês de dezembro de 2021 quando testamos; cinco meses desatualizado.

Rivais

Quais alternativas temos ao Nokia C30 no mercado? O Moto E6i traz a mesma plataforma da Unisoc e quantidade de RAM, porém foi mais lento em nosso teste de velocidade. Sua bateria tem a metade do tamanho e com isso rende muito menos. A vantagem do básico da Motorola está nas câmeras que registram melhores fotos.

Se o Nokia C30 for um celular muito grande para você e busca um parecido ou mesmo mais barato, o realme C11 pode ser uma boa alternativa. Ele também vem com o mesmo hardware da Unisoc e entrega desempenho similar, mas traz interface mais recheada de recursos. A bateria dura menos que o da Nokia, mas ainda assim dura bastante e recarrega mais rápido. As câmeras entregam qualidade similar.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Tela com bom nível de brilho
  • Desempenho acima de rivais
  • Ótima autonomia de bateria
  • Roda bem jogos casuais

Pontos fracos

  • Demorado tempo de recarga
  • Câmeras muito simples
  • Captura vídeos com som mono
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Há opções bem mais interessantes ao se pagar um pouco a mais

Embalagem e características

Embalagem vem completa com capinha, fone e película

Comodidade

É um celular grande e desconfortável de usar com uma mão

Facilidade de uso

O Android é praticamente limpo, mas não é dos mais ágeis

Multimídia

Tela tem bom brilho e cores, porém o som mono na traseira compromete a imersão

Votação Geral

O Nokia C30 é um celular bacana para quem busca boa bateria e tela grande

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Nokia C30