» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
2.469

Realme 7 Pro

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

A Realme chegou ao Brasil em janeiro para concorrer com a Xiaomi e outras que brigam pelo melhor custo-benefício no segmento de intermediários. O modelo mais avançado da chinesa a desembarcar por aqui é o 7 Pro, um celular com bom conjunto que promete entregar boa experiência e recarregar em pouco tempo. Será que ele supera os rivais da Xiaomi, Samsung e Motorola? Vamos conferir.

Acessórios

O Realme 7 Pro vem em embalagem amarela com o nome do modelo na tampa, mas sem ilustração do aparelho. Além do celular, você recebe os seguintes acessórios:

  • Carregador de 65W
  • Cabo USB no padrão C
  • Chavinha para a gaveta do cartão SIM
  • Capinha de silicone
  • Guia do usuário
Design e construção

O Realme 7 Pro foge do que estamos acostumados a ver neste segmento. Enquanto as outras marcas vêm apostando em celulares cada vez maiores, temos aqui um modelo mais compacto, fino e leve que os intermediários mais populares.

O primeiro ponto de economia que vemos no intermediário da Realme é o material usado na traseira. Xiaomi ainda vem lançando modelos acessíveis com acabamento em vidro, mas o 7 Pro traz plástico com textura fosca.

As laterais também são de plástico com acabamento fosco, mas o ponto positivo disso é que o aparelho não escorrega tão fácil da mão. Há uma leve curvatura nas bordas traseiras, enquanto a parte frontal é completamente plana e traz proteção Gorilla Glass 3 Plus.

A Realme só poderia ter enxugado as bordas. Para um aparelho que traz painel AMOLED, o 7 Pro tem uma moldura larga, especialmente na parte inferior. A câmera de selfies fica alocada no canto esquerdo e o furo não chega a ser tão grande quanto celulares com tela LCD e este tipo de entalhe.

O leitor biométrico fica sob o display e responde bem com poucos erros. Há entrada P2 na parte inferior para fones de ouvido e todas as tecnologias que se espera de um bom intermediário estão presentes nele.

Tela e som

O Realme 7 vem com tela LCD de 90 Hz, enquanto a variante Pro troca o painel por um AMOLED, mas de apenas 60 Hz. Você acha essa uma troca justa? O painel usado pela fabricante tem bom nível de brilho, e apesar da empresa não alegar que há suporte a HDR10, é possível reproduzir vídeos HDR no YouTube. Só não espere o mesmo em serviços de streaming.

O 7 Pro vem configurado para exibir as cores com excesso de saturação, especialmente tons de vermelho e verde que se exaltam na tela. Se você não é fã de cores exageradas é possível escolher entre três perfis de saturação, com o Brilhante sendo o mais forçado e o Gentil com a melhor calibração.

Há som estéreo no intermediário da Realme, o que ainda é algo raro de se ver neste segmento. A potência sonora supera os rivais, mas a qualidade poderia ser melhor. O alto-falante ao lado da porta USB-C sofre para reproduzir graves, enquanto o de chamadas que serve como canal secundário exagera demais nos agudos. Pelo menos temos clareza nas vozes para ver vídeos no YouTube, mas não espere boa experiência com músicas.

Desempenho

O Realme 7 Pro vem equipado com o Snapdragon 720G, o mesmo chip encontrado no Redmi Note 9 Pro, e curiosamente os dois entregaram desempenho similar em nosso teste focado no multitarefas. Eles levaram o mesmo tempo para abrir apps e jogos populares com a mesma eficiência para resgatá-los da RAM.

Deu para perceber que a MIUI e a Realme UI estão com o mesmo nível de otimização. E nos benchmarks? A diferença nas pontuações é tão pequena que também podemos declarar um empate. O 7 Pro mostra que tem um bom conjunto e que consegue aproveitar bem isso – coisa que nem sempre acontece em celulares de outras marcas.


O Snapdragon 720G já mostrou ser um bom chip para jogos e o mesmo acontece no Realme 7 Pro. No PUBG tivemos boa fluidez na qualidade Alta HD e todos os jogos testados rodaram suave. Até mesmo o Asphalt 9 que vem sofrendo para rodar liso em intermediários não apresentou problema por aqui.

Câmeras

Há quatro câmeras na traseira do Realme 7 Pro. A principal possui sensor de 64 MP, algo obrigatório em qualquer intermediário atual, seguida de uma secundária com lente ultra-wide, uma dedicada para macros e outra para desfoque de cenários.

Por padrão terá fotos em 16 MP que entregam bom equilíbrio de branco, cores realistas, alta faixa dinâmica e excelente contraste. Nota-se um pouco de ruído em alguns casos, mas nada que comprometa as fotos.

Muitos celulares entregam fotos piores quando usam a resolução máxima do sensor, mas este não é o caso do Realme 7 Pro. Ao fotografar com todos os 64 MP terá imagens ainda mais nítidas e limpas. O problema é que os arquivos ficam bem maiores e podem esgotar rapidamente seu espaço livre.

Padrão | 64 MP




A ultra-wide já não empolga tanto, mas é normal ter imagens mais limitadas com uma lente mais aberta. Pelo menos não temos fotos cheias de ruídos em locais fechados como é comum ver em intermediários. A diferença no tom de branco e cores é pequena comparada à câmera principal.

A câmera que mais decepciona do conjunto é a macro. A resolução baixa compromete a nitidez e a falta de foco automático limita a distância com a qual você pode fotografar sem ter fotos borradas. Ela serve como um quebra galho e não fará diferença para muita gente. Já a de desfoque faz bem o seu trabalho e apresenta poucas falhas.

Principal | Ultra-Wide




Fotos à noite saem apenas OK. Há detalhes suficientes e as imagens não perdem nitidez, apesar de se perderem na escuridão. É aqui que entra o modo noturno, ele sacrifica um pouco os detalhes, mas entrega fotos muito mais claras e com cores mais vivas.

A frontal possui resolução máxima de 32 MP, mas por padrão registra selfies a 8 MP. O nível de detalhes é decente, mas contraste, cores e alcance dinâmico são ótimos. O modo retrato tem separação eficiente entre os planos com desfoque agradável e cores vivas. Também há modo noturno para salvar as selfies da escuridão e o resultado é muito bom.

Noturno



Macro




Por falar em modo noturno, ele também está disponível na filmadora e faz muita diferença ao gravar à noite. É um recurso muito raro e não vimos isso em celulares da Samsung, Xiaomi ou Motorola. No geral, o Realme 7 Pro captura bons vídeos, seja em 4K ou Full HD. O foco é ágil, mas o sistema de estabilização deixa uma espécie de rastro em cenas muito movimentadas.

Selfies




A parte que mais decepciona na filmadora é a captura de som. Apesar de ser estéreo, o sistema de cancelamento de ruídos é tão agressivo que acaba abafando as vozes. Pelo menos todo o barulho de vento é cortado.

Bateria

Outra vantagem deste chip da Qualcomm é que ele gasta pouca energia e faz a bateria de 4.500 mAh do Realme 7 Pro render o dia todo. Você não apenas terá carga para o dia inteiro, como até sobrará um pouco para a manhã seguinte. Esse também é o benefício de ter um celular com tela de apenas 60 Hz.


A melhor parte é que a Realme envia na caixa um poderoso carregador de 65W com a promessa de recarregar a bateria em meia hora. Bem, temos uma boa e má notícia: a má notícia é que em nossos testes ela demorou mais do que é informado pela fabricante para recarregar, mas ainda assim demora bem menos que os rivais. Para ir de 0 a 100% é preciso esperar menos de 50 minutos.


O carregamento rápido é realmente rápido. Com 5 minutos de carga terá 17% de bateria para usar, chegando a 45% em apenas 15 minutos. Só para se ter uma ideia: os celulares da Xiaomi demoram mais de 1 hora, da Samsung chegam perto de 2 horas e os da Motorola até passam disso. É muito raro ver um celular com bateria que dura e que carrega realmente rápido.

Software

O 7 Pro sai da caixa com Android 10 e interface Realme UI. O software da empresa traz poucas modificações em cima do que estamos acostumados a ver no Android puro. É uma interface limpa, intuitiva e sem firulas – algo bem no estilo da Motorola.

Há suporte a Always-on, chamado aqui apenas de Tela Desligada. Ele tira proveito da tela AMOLED para exibir horas, notificações e status da bateria sem ficar drenando agressivamente a carga do celular.

Há suporte a gestos para usar com a tela desligada, como desenhar um círculo para abrir a câmera ou um V para ligar o flash como lanterna.

Existem algumas opções de customização, com a possibilidade de alterar os ícones do sistema e também há tema escuro para ajudar a economizar bateria. Quem é fã da Tela Edge da Samsung encontrará um recurso similar na Realme UI para acessar seus apps favoritos da borda de qualquer parte do sistema.

Rivais

Realme é melhor do que Xiaomi no custo-benefício? O 7 Pro chegou ao Brasil por R$ 3 mil, sendo um valor mais salgado do que você pagará pelo Redmi Note 9 Pro ou o Poco X3 no mercado cinza, mas oficialmente eles chegaram até mais caros. Os rivais da Xiaomi entregam desempenho similar com maior duração de bateria, porém passam mais tempo na tomada. O 7 Pro leva a melhor em câmeras, só poderia ter uma macro com resolução superior e foco automático.

Contra o Galaxy M51 e o Moto G 5G já temos uma disputa mais acirrada. Tanto o da Samsung quanto o da Motorola entregam desempenho similar com bateria que dura bem mais. Eles entregam qualidade próxima da câmera do Realme 7 Pro e são aparelhos mais baratos, o que dificulta a escolha pelo modelo chinês.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Bela tela AMOLED
  • Desempenho fluido
  • Bom desempenho em jogos
  • Autonomia de bateria
  • Tempo de recarga
  • Registra boas fotos

Pontos fracos

  • Acabamento simples pelo preço
  • Som estéreo poderia ser melhor
  • Câmera macro fraca
  • Estabilização da filmadora
  • Captura de áudio
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Há opções mais interessantes na mesma faixa de preço

Embalagem e características

Embalagem traz capinha de proteção, mas nada de fone de ouvido

Comodidade

O Realme 7 Pro não é um celular grandalhão e não escorrega fácil da mão

Facilidade de uso

A Realme UI é simples e fácil de usar

Multimídia

Há bela tela AMOLED e som estéreo, mas a qualidade sonora poderia ser melhor

Votação Geral

O Realme 7 Pro é um celular bacana que tem mais prós do que contras

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Realme 7 Pro