» Anuncie » Envie uma dica Ei, voc um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
2.499

Redmi Note 9 Pro

Review
Custo - benefcio
Embalagem e caractersticas
Comodidade
Facilidade de uso
Multimdia
Votao Geral

O Redmi Note 9 Pro chegou ao Brasil oficialmente por salgados R$ 4.199. Se você achava um absurdo pagar isso por um celular top de linha, imagina agora por um intermediário metido a premium. O que ele tem de especial para custar tanto ainda mais quando tem muito em comum com o Redmi Note 9S? É isso que você vai descobrir nesta análise completa do TudoCelular.

Acessrios

A embalagem do Redmi Note 9 Pro é parecida com a dos demais membros da linha, assim como os acessórios são iguais, mudando apenas o carregador:

  • Carregador de 33W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Chavinha para gaveta do SIM/MicroSD
  • Guia de uso
  • Capinha de silicone
Design e construo

Olhando o Redmi Note 9S e 9 Pro de frente é difícil saber qual é qual. Eles são exatamente iguais em tamanho, peso e até no furo da tela para a câmera de selfies. O leitor biométrico fica na lateral, na mesma posição em ambos, e funciona bem.

A diferença fica na traseira. Os dois possuem bloco saltado com quatro câmeras, porém no 9S também está incluso o flash LED na parte preta que dá contraste com a traseira colorida. No 9 Pro o flash fica separado, além de termos um acabamento diferente que divide a traseira em dois tons: a parte superior é mais espalhada e a inferior tem listras que tornam a cor mais escura.

A qualidade de construção também é similar com lateral de plástico com acabamento fosco e traseira em vidro. Ter lateral em plástico até tem seus benefícios, como reduzir o risco de o celular escorregar, mas pelo preço cobrado aqui no Brasil alguns poderiam esperar por corpo de metal. Pelo menos vem capinha na caixa, caso você seja desastrado com celulares grandes.

Tela e som

Sua tela de quase 6,7 polegadas com resolução Full HD+ e painel IPS LCD pode parecer a mesma encontrada no 9S, mas aqui tem brilho mais forte. Fica claro que a Xiaomi selecionou um painel de melhor qualidade para seu modelo mais caro. O nível de contraste e ângulo de visão, no entanto, seguem iguais. Não que isso seja algo ruim.

Sua tela tem suporte a HDR10, o que permitirá ver vídeos em HDR na resolução Full HD no YouTube, mas na Netflix o suporte é mais limitado. A calibração de cores tende para tons mais frios no perfil Automático, o que deixa o branco azulado. Você pode alterar a temperatura ao seu gosto, mas se busca a calibração mais próxima do ideal é melhor mudar para o perfil Padrão nas configurações de tela.

Xiaomi poderia ter dado mais atenção ao alto-falante do 9 Pro. A potência sonora é apenas mediana, além de ficar limitado a som mono. O áudio reproduzido é muito similar aos demais da linha Note 9, porém aqui é um pouco mais abafado que o 9S.

Desempenho

O Note 9 Pro vem com o mesmo hardware do 9S, o Snapdragon 720G. A diferença fica para a quantidade de memória, sendo 6 GB para RAM e 128 GB de armazenamento neste. E ter mais RAM acabou impactando em nosso teste de velocidade. O Note 9 Pro foi o mais rápido dos novos intermediários da marca, ficando um pouco acima do seu antecessor.


O mesmo se repete em benchmarks com uma vantagem de 10% nas pontuações em média. O que mostra que não apenas a quantidade é maior, como a memória usada é mais rápida. Até mesmo o armazenamento tem velocidade superior no Note 9 Pro.

E jogos? Este é outro ponto que o Note 9 Pro manda bem. Ele rodou todos os games que testamos a 60 fps, incluindo Call of Duty e PUBG. Até mesmo Asphalt 9 que roda a 30 fps na grande maioria dos celulares com Android entregou suaves 60 fps.

Medição de fps feita com o Game Turbo 2.0

Asphalt 9: 60fps
COD Mobile: 60fps (médio)
Mario Kart: 60fps
Mortal Kombat: 60fps
PUBG: 60fps (hd/alta)
Vainglory: 60fps

Cmeras

Além da maior quantidade de memória, outra diferença entre o Note 9 Pro e 9S está na resolução da câmera principal. Ter mais pixels garante fotos melhores? Não, necessariamente. Por padrão a câmera do 9 Pro comprime quatro pixels em um só, como normalmente os celulares com câmera de 48 MP fazem. Então a diferença final fica apenas de 12 para 16 MP.

Você ganha um pouco mais de detalhes, mas normalmente só vai reparar isso se ampliar as fotos. Há um modo 64 MP para tirar o máximo proveito do sensor. As fotos ocuparão muito mais espaço na memória interna e muitos nem devem notar qualquer diferença na qualidade das fotos. Então deixe no modo padrão para economizar espaço.

Padrão | 64 MP



O Note 9 Pro tem boa câmera, sendo muito melhor do que vimos no seu antecessor. Há muitos detalhes dos cenários registrados, as cores estão próximas da realidade e o balanço dinâmico acertado evita ter que se preocupar em usar HDR.

A câmera grande-angular não registra fotos com mesma qualidade da principal, porém ajuda bastante quando precisar de maior ângulo para enquadrar tudo. De dia ela registra boas fotos, mas já sofre em locais mais escuros.

Principal | Ultra-wide




A macro tem foco automático e registra ótimas fotos de perto. É a mesma câmera do 9S, e temos exatamente a mesma qualidade. O mesmo podemos dizer da quarta câmera que serve apenas para desfoque de cenário e faz bem a sua função.

Você deve estar se perguntando: e qual a vantagem da câmera do 9 Pro contra a do 9S? Fotos noturnas. Esse é o grande ponto fraco do modelo mais barato da Xiaomi, ainda mais quando o seu modo noturno não serve de nada.

Macro




O 9 Pro não apenas enxerga melhor no escuro por ter um sensor maior, como também tem um mono noturno que faz o que deveria: prolonga a exposição para termos fotos mais claras. O problema é que ele também força a saturação deixando as cores das fotos bem artificiais. Isso fica mais evidente em locais muito escuros.

A câmera frontal tem a mesma qualidade para selfies do 9S. É uma câmera decente, mas pelo preço que você pagará no Pro deveria receber um sensor mais avançado como tivemos na traseira. Pelo menos ele não faz feio em selfies noturnas, como é comum na maioria dos intermediários. O desfoque funciona bem e raramente apresenta falhas na separação de planos, mas tem o mesmo problema de desativar o HDR e deixar o fundo estourado.

Selfie | Retrato



O Note 9 Pro grava vídeos em 4K com qualidade decente. Se quer acabar com os tremidos terá que reduzir a resolução para Full HD. O foco é ágil, seja de dia ou à noite, e a captura de áudio é razoável. É possível filmar com a grande-angular e macro, porém a qualidade é inferior e sofrem bastante em locais mais escuros.

Bateria

Outro ponto em comum entre todos os membros da linha Note 9 é o tamanho da bateria. Os 5.020 mAh do 9 Pro garantem autonomia para o dia inteiro e com boa folga para o dia seguinte. Em uso mais leve você terá que recarregá-lo apenas a cada dois dias.


Outro ponto em comum entre todos os membros da linha Note 9 é o tamanho da bateria. Os 5.020 mAh do 9 Pro garantem autonomia para o dia inteiro e com boa folga para o dia seguinte. Em uso mais leve você terá que recarregá-lo apenas a cada dois dias.

Software

O Note 9 Pro vem com Android 10 e MIUI 11 de fábrica. Xiaomi vem lançando globalmente a versão 12 do seu sistema que também estará presente na família Note 9. E se o mesmo acontecer como tivemos na geração passada, o 9 Pro deve receber o Android 11 antes dos demais, mas isso ainda vai demorar a acontecer.

Os recursos presentes aqui são os mesmos dos demais da linha: incluindo modo noturno, app para usar o celular como controle remoto e o Game Turbo 2.0 que permite ajustar os jogos para uma melhor experiência e até medir a taxa de fps. Enquanto o Note 9 sofre com engasgos constantes, este não é o caso 9 Pro.

Rivais

Como vimos, o Note 9 Pro é um celular bacana com preço exagerado. Pagar R$ 4 mil nele é pesado e até a versão importada encontrada no varejo nacional está com preço salgado. Ele chega a custar mais de R$ 1 mil acima do 9S e os dois são muito parecidos. Se está em dúvida entre qual escolher, vá no mais barato.

Quais alternativas da Samsung temos? O A71 entrega desempenho e câmeras similares, mas sua bateria dura menos. O S10 Lite tem de melhor desempenho e câmeras, mas a bateria também tem autonomia inferior. Pelo menos demora menos para recarregar.

Vale a pena trocar o Redmi Note 8 Pro pelo 9 Pro? O desempenho não evoluiu tanto. A maior vantagem fica para o conjunto melhor de câmeras e a bateria que dura mais e recarrega mais rápido.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Desempenho geral e com jogos
  • Autonomia de bateria
  • Tempo de recarga
  • Boas câmeras

Pontos fracos

  • Qualidade sonora
  • Selfies poderiam ser melhores
  • Preço oficial no Brasil
Avaliao final do Tudocelular
Custo - benefcio

Seu custo-benefcio no Brasil complicado e at mesmo o importado sai muito caro

Embalagem e caractersticas

Embalagem traz o bsico para usar o aparelho, e como esperado nada de fones de ouvido

Comodidade

Redmi Note 9 Pro um celular grande e escorregadio; pelo menos vem com capinha na caixa

Facilidade de uso

a mesma MIUI de outros celulares da Xiaomi, mas falta gaveta para apps

Multimdia

Tela tem qualidade boa, s pecou por no ter um som estreo de qualidade

Votao Geral

O Redmi Note 9 Pro um celular bacana com preo exagerado

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Redmi Note 9 Pro