» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.460

Redmi Note 9T

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Seguindo com a nossa série de smartphones acessíveis com suporte a redes 5G temos em mãos o Redmi Note 9T, que é uma versão global do Redmi Note 9 5G lançado na China. O seu foco é trazer apenas o essencial e cobrar um preço mais justo que outros celulares 5G no Brasil. Será que a Xiaomi consegue este feito? Vamos descobrir.

Acessórios

O Redmi Note 9T vem em embalagem branca tradicional da Xiaomi com uma ilustração do aparelho na tampa. Além do celular, você recebe os seguintes acessórios:

  • Carregador com 22,5W de potência
  • Cabo USB padrão C
  • Chavinha da gaveta do SIM Card
  • Capinha transparente de silicone
  • Guia do usuário
Design e construção

Olhando para a traseira do Redmi Note 9T é impossível não lembrar do Poco X3 com sua câmera circular no centro. A diferença é que neste temos apenas três câmeras nos quatro blocos, sendo o quarto dedicado ao flash em LED.

A carcaça do aparelho é feita de uma única peça de plástico que abraça toda a estrutura para entregar boa rigidez, mesmo que o fator economia seja seu maior ponto forte. Pelo menos a proteção contra respingos foi mantida, o que ajuda a salvar o aparelho caso você pegue uma chuva rápida.

Ele não chega a ser um celular tão grande e pesado comparado a outros lançamentos recentes e a textura de pequenos pontos na traseira ajuda na pegada. O sensor biométrico fica localizado do lado direito integrado ao botão de energia e funciona muito bem sempre estando ativo; também há o botão de controle de volume logo acima.

Do lado esquerdo há a gaveta para dois chips e um microSD; na parte inferior encontramos o alto-falante principal, a porta USB, a entrada para fones de ouvido e um microfone; no topo há um secundário para cuidar do cancelamento de ruídos nas filmagens, além do emissor infravermelho.

Tela e som

Como estamos falando de um celular focado só no essencial, não espere por tela com alta taxa de atualização. O Redmi Note 9T vem com painel IPS LCD de 6,53 polegadas Full HD+ de 60 Hz com brilho máximo apenas decente. Pelo menos o contraste não é ruim a ponto de prejudicar o tom de preto.

As cores são saturadas por padrão com calibração que tende muito para o tom frio. Há três perfis de calibração, mas em todos o branco ainda continua com tom azulado. Além disso, o tempo de resposta do painel é superior à média do segmento, o que deixa um certo rastro na tela quando você rola a página rapidamente.

Enquanto Motorola vem deixando o som estéreo de lado em seus intermediários, a Xiaomi vem dando atenção à parte sonora nos lançamentos mais recentes. O Redmi Note 9T usa o alto-falante de chamadas como canal secundário. Ele não tem a mesma potência do alto-falante principal na parte inferior, mas contribui para o efeito estéreo.

A potência sonora no geral é boa com bom equilíbrio entre graves, médios e agudos. Porém, como as caixas de som do aparelho são muito pequenas para lidarem com os graves presentes, o som passa a impressão de ser mais abafado que o de outros aparelhos do segmento, além de apresentar um pouco de distorção no máximo. Ainda assim, as vozes saem tão claras que não interferem no consumo de filmes e músicas.

Desempenho

O Note 9T vem equipado com chip Dimensity 800U da MediaTek, o mesmo presente no Realme 7 5G, que também briga pelo posto de celular 5G mais acessível no Brasil. Enquanto o outro modelo chinês apresentou bom desempenho em nosso teste multitarefas, este da Xiaomi acabou decepcionando. Talvez por ter apenas 4 GB de RAM ou por falta de otimização da MIUI, o aparelho sofreu para segurar os apps abertos em segundo plano.


Em benchmarks ele também fica abaixo do Realme 7 5G, chegando a marcar perto dos 300 mil pontos no AnTuTu. Ele também perde na pontuação para o Moto G 5G, que é um dos seus maiores rivais no Brasil.

Nos jogos tivemos uma boa experiência com o Redmi Note 9T pelo menos. No PUBG foi possível jogar na qualidade HD com as texturas no alto, enquanto no Call of Duty tivemos boa taxa de fps na qualidade média. Asphalt 9, que apesar de apresentar engasgos em celulares com hardware da MediaTek, rodou bem no Note 9T. Demais games mais leves não apresentaram problema.

Bateria

O intermediário da Xiaomi vem com bateria de 5.000 mAh, um bom tamanho para lidar bem com o 5G e não deixar o usuário na mão no meio do dia. Em nossos testes tivemos bateria para mais de um dia com folga, isso conectado à rede 4G. Mesmo ao usar no 5G deverá render o dia todo sem dificuldade.


Por mais que a Xiaomi alegue que seu celular suporte carregamento rápido de 18W, a fabricante manda na caixa um carregador que entrega no máximo 22,5W de potência, mas ele parece não usar todo este potencial já que demora mais de 2 horas para recarregar a bateria.


Com uma carga rápida de 15 minutos temos 15% de bateria recuperada, chegando a 28% com meia hora. Aqui entra mais um ponto no fator economia, já que a marca tem vários intermediários que recarregam em 1 hora.

Câmeras

Na parte fotográfica temos três câmeras na traseira: sendo a principal de 48 MP acompanhada de uma dedicada para macros e outra para desfoque, ambas com apenas 2 MP. Na parte frontal há câmera de 13 MP para selfies. É aqui onde entra a diferença entre o Note 9T e o Note 9 5G: o modelo vendido na China tem câmera ultra-wide no lugar da de desfoque.

O Note 9T registra boas fotos ao acertar nas cores e no contraste. Ele pode não capturar as imagens mais nítidas da categoria, mas agradará quem só posta fotos em redes sociais. O HDR funciona bem para lidar com as sombras ao fotografar contra a luz, fazendo até um melhor trabalho que intermediários recentes da Samsung.

Normal | Noturno



Ele também não sofre tanto em locais escuros, graças ao modo noturno que ajuda a ampliar a exposição para deixar as fotos muito mais claras. Claro que os ruídos acabam ficando mais visíveis, mas é melhor do que ficar apagado no meio da escuridão.

As demais câmeras são praticamente inúteis. A de macro tem resolução baixa, captura poucos detalhes e não tem foco automático. A de desfoque erra com frequência no recorte e muitas vezes borra até a pessoa fotografada.

Macro


Desfoque



A câmera que mais surpreende é a frontal, o que vai agradar os viciados em selfies. Ela registra imagens com tom natural de pele, boa nitidez e o desfoque de fundo apresenta poucos erros e não chega a desativar o HDR. A qualidade cai consideravelmente em locais mais escuros, mas ainda assim é possível ter boas selfies com o Note 9T.

Selfies



A filmadora grava no máximo a 4K a 30 fps. A qualidade é boa para a categoria, mas se quiser reduzir os tremidos será preciso baixar a resolução para Full HD. O ruim é que o foco fica mais lerdo nesta resolução, então é bom usar apenas quando você gravar cenas em movimento. A captura do áudio é estéreo e tem qualidade decente. Filmar à noite já será um grande desafio para o Redmi Note 9T.

Software

A parte decepcionante é que o Redmi Note 9T foi lançado há meses com Android 10 e ainda não foi atualizado para a versão mais recente do robozinho. O pior é que até as atualizações de segurança estão defasadas com o pacote mais recente sendo de janeiro de 2021.

A Xiaomi vem garantindo pelo menos duas atualizações da MIUI em seus celulares mais acessíveis. O Note 9T chega com a versão 12 do sistema, então ainda vai ter acesso a novos recursos em futuras atualizações.

As funcionalidades são as mesmas de outros com MIUI 12, mas o Note 9T não é dos mais fluidos. Navegar pelo sistema é tranquilo, mas basta exigir um pouco do aparelho para ver ele demorar a responder.

Rivais

Buscando um celular 5G acessível e quer saber se há opções melhores do que o Redmi Note 9T? O seu maior rival atualmente é o Moto G 5G que custa quase o mesmo. O da Motorola entrega melhor desempenho, a bateria rende quase o mesmo e traz conjunto mais completo de câmeras com lente ultra-wide para fotos mais amplas.

O Realme 7 5G também é outra ótima alternativa. Ele tem tela de 120 Hz para maior fluidez com as animações e jogos, seu desempenho multitarefas é muito melhor, a bateria dura mais e ainda recarrega mais rápido. Ele também tem câmera ultra-wide e registra fotos melhores no geral.

Note 9T ou Galaxy A32 5G? O da Samsung também decepciona em desempenho, tem bateria similar, mas peca em câmeras. Sem falar que a tela tem brilho inferior e não conta com som estéreo.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes:

  • Som estéreo
  • Autonomia de bateria
  • Captura boas fotos
  • Ótimas selfies

Pontos fracos:

  • Desempenho abaixo da média
  • Tela poderia ter brilho mais forte
  • Filmadora poderia ser melhor
  • Peca no suporte ao Android
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O custo-benefício do importado é bom para que faz questão de ter celular 5G

Embalagem e características

Embalagem traz capinha de silicone, mas nada de fone de ouvido

Comodidade

Não é um celular muito grande e pesado e textura na traseira ajuda na pegada

Facilidade de uso

É a mesma MIUI de outros aparelhos, mas peca por falta de fluidez

Multimídia

Tem tem brilho apesa mediano, mas o som estéreo ajuda na experiência multimídia

Votação Geral

O Redmi Note 9T é um bom celular para sua faixa de preço

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Redmi Note 9T