» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
2.469

Samsung Galaxy Note 10 Lite

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Quando se fala em Galaxy Note você imagina um celular top de linha que vem com canetinha, certo? Samsung parece que quer mudar essa ideia com o Note 10 Lite. Ele não é um flagship de fato, mas tenta trazer muitos dos recursos da famosa linha coreana. Claro que alguns cortes foram realizados para reduzir os custos e trazer um aparelho mais acessível. E nesta análise completa do TudoCelular.com você vai conferir as diferenças para o flagship da marca e se vale a pena economizar e ir na versão Lite.

Acessórios

O Galaxy Note 10 Lite não vem em embalagem tão caprichada quanto a dos demais da linha e também o número de acessórios é menor:

  • Carregador de 25W de potência
  • Cabo USB no padrão C em ambas as pontas
  • Fone de ouvido
  • Chavinha para abrir gaveta do cartão SIM e microSD
  • Manuais
  • Capa de silicone
Design e construção

O Note 10 Lite não tem design tão retangular quanto os demais membros dessa linha. Porém ele vem com o mesmo furo na tela que tomou conta dos flagships da Samsung e até alguns intermediários. Curiosamente, o diâmetro do entalhe é menor do que temos no Note 10 e sua variante Plus.

Fazia tempo que não víamos um Galaxy Note sem tela curva nas bordas. Isso vai agradar muita gente, mas em troca o Note 10 Lite acaba ostentando bordas mais largas, o que o torna um pouco maior que o Note 10 Plus. As suas laterais são feitas de alumínio, mas não temos vidro na traseira como em seus irmãos mais caros.

Por ser um produto mais barato, Samsung acabou cortando algumas tecnologias. Nada de certificação IP68, então nem pense em levar este aqui para perto da água. O carregamento sem fio também ficou de fora, o segundo alto-falante para som estéreo foi limado, e a tela não tem proteção Gorilla Glass 6.

O design na traseira lembra o conjunto de câmeras da linha Pixel. As cores são simples e não possuem o efeito holográfico de alguns modelos recentes da linha A. Apenas a opção Aura Glow que tem efeito furta-cor, mas nada muito exótico. A boa notícia é que a entrada P2 está presente e vai agradar que ainda não se rendeu aos fones Bluetooth.

A biometria fica na tela, mas não é tão ágil e precisa quanto nos modelos mais caros da Samsung. E claro que temos a S Pen, mas esta é uma versão mais antiga que não suporta todos os gestos como nos demais da linha Note 10.

Tela e som

A tela possui painel Super AMOLED com resolução Full HD+, e nada da Dynamic AMOLED dos flagships da marca. Ela tem bom nível de brilho e suporte a HDR que funciona bem com vídeos no YouTube e Netflix. E por não ter curvatura nas bordas, reduz bastante os reflexos na tela.

Contraste e ângulo de visão são tão bons quanto o de qualquer outro celular com tela Super AMOLED, apenas a calibração padrão que exagera nos tons de vermelho e também tem um branco mais amarelado que o padrão. Você pode alterar isso nas configurações de tela, mas não chegará à mesma precisão de cores das versões mais caras.

O Note 10 Lite possui apenas um alto-falante na parte inferior e como esperado a imersão acaba sendo menor por falta do som estéreo. A potência sonora é decente e serve bem para realizar chamadas ou ver vídeos, mas por ser pobre em graves não seria muito indicado para músicas.

O fone que vem junto tem comportamento inverso, ele exagera nos graves e peca nos médios e agudos. Pelo menos é mais confortável que o acessório basicão que vem com a linha A. E por ter entrada P2 você pode plugar qualquer outro fone que possua.

Desempenho

Um ponto que decepciona é o seu hardware. Ele vem equipado com o Exynos 9810 lançado em 2018 e que está presente no Galaxy Note 9. Samsung poderia ter sido mais generosa como foi com o S10 Lite que vem com Snapdragon 855, um hardware um ano mais avançado.

E o que esperar de um processador com quase dois anos de idade? Em nosso teste de velocidade ele entregou desempenho similar a intermediários recentes. Isso pode soar decepcionante para alguns, mas em benchmarks, como no AnTuTu, ele alcança pontuações melhores.


Se testes sintéticos não importam para você, aqui vai uma boa notícia: o Note 10 Lite é um ótimo celular para jogar. Todos os títulos que testamos rodaram com ótima fluidez mesmo na qualidade gráfica máxima. No PUBG foi possível mudar para a opção Ultra com HDR e mesmo assim rodou suave a 40 fps.

Câmera

Na traseira encontramos três câmeras de 12 MP. A secundária tem lente grande-angular e a terciária é do tipo teleobjetiva. A principal não tem abertura variável como nos demais da família Note 10, então espere por resultados mais limitados.

Ao fotografar de dia ele não fica atrás dos modelos mais caros. O nível de detalhes é bom, o controle de ruídos é eficiente, mas o balanço de cores tende para tons mais frios, diferente da maioria dos celulares da Samsung que deixa as fotos saturadas.

A lente mais ampla tem campo de visão de 123 graus, o que permite capturar muito mais dos cenários. A qualidade cai um pouco e os resultados aqui já não são tão bons quanto no Note 10 Plus, especialmente à noite. As fotos saem mais escuras, com menos detalhes, mais ruídos e tons de verde mais exagerados.

Celulares intermediários sofrem ao fotografar à noite e isso também afeta os modelos da linha A. O Note 10 Lite já não peca tanto nisso. As suas fotos apresentam mais falhas que as do Note 10 Plus, mas as diferenças são sutis e muitas vezes você só percebe ao ampliar a imagem.

Galaxy Note 10 Plus | Note 10 Lite





O modo noturno ajuda a recuperar detalhes perdidos pelo modo automático. Os ruídos ficam mais sutis e há um aumento na nitidez. Isso fica mais evidente com a ultra-wide. O recurso também está disponível com a câmera frontal e consegue melhorar um pouco as selfies.

A teleobjetiva faz o seu trabalho em aproximar o que você deseja fotografar sem muita perda de qualidade. As fotos saem com menos contraste e um pouco mais de ruídos que com a principal, mas está dentro do aceitável.

Você pode usar tanto a câmera principal quanto a teleobjetiva para efeito de desfoque. A separação é boa e o HDR não é sacrificado. Ele também funciona bem com a frontal, mas uma vez ou outra pode acabar borrando o que não deve.

Sem modo noturno | Com modo noturno



A frontal comprime quatro pixels em um só, como vimos em lançamentos recente da linha A. A qualidade poderia ser um pouco melhor, já que as fotos têm aspecto suavizado, mas as cores são boas.

E como esperado de um celular metido a flagship, o Note 10 Lite grava vídeos em 4K a no máximo 60 fps, mas a estabilização eletrônica só está disponível ao gravar a 30 fps. Ela consegue reduzir um pouco os tremidos, mas não é tão eficiente quanto o sistema mais avançado do Note 10 Plus. Pelo menos o foco é bastante ágil.

Vídeos gravados à noite apresentam bastante ruídos, mesmo que você esteja próximo a alguma fonte de luz. A captura de áudio no geral é muito boa e não decepciona perante os flagships da Samsung.

Bateria

Por ser mais gordinho, o Note 10 Lite abriga uma bateria maior, sendo esta de 4.500 mAh. É mais do que temos no Note 10 Plus, mas por seu hardware ser mais antigo, ela acabou não entregando autonomia superior.


Essa capacidade é suficiente para usar o celular o dia todo sem se preocupar? Depende. Em uso leve a moderado dá e sobra, mas se você abusa do brilho de tela e gosta de jogar muito no celular é melhor levar o carregador com você ou uma power bank.


Ele vem com carregador de 25W na embalagem que demora 1 hora e meia para recarregar totalmente a bateria. Seria um tempo aceitável para um intermediário, mas não para um aparelho metido a flagship que chegou ao mercado em 2020. O carregamento acelerado recupera metade da bateria em pouco mais de meia hora.

Software

Como esperado, o Note 10 Lite sai da caixa com Android 10 modificado pela One UI 2.0. Aqui não há nada de novo já que temos os mesmos recursos presentes nos demais celulares da marca. A diferença está na canetinha, que permite tirar fotos estando distante do celular e até alternar entre a câmera traseira e frontal.

Como dissemos, a S Pen é mais limitada. Ela tem os mesmos recursos presentes no Note 9, mas não traz o suporte a gestos que estrearam com a dupla Note 10. Você pode criar uma nota rápida ao puxar a canetinha quando o aparelho está bloqueado. E quando ele está em uso um menu flutuante surge com diversos atalhos que você pode customizar.

A linha Note é para quem busca alta produtividade e o 10 Lite não é uma exceção. Copiar textos, fazer traduções rápidas, recortes, montagens, até criar animações curtas fica mais fácil com a S Pen. E a Tela Edge também está presente aqui, mesmo que a tela dele não seja curva.

Samsung normalmente libera duas atualizações do Android para seus flagships, enquanto os intermediários recebem apenas uma. No mínimo temos o Android 11 garantido para o Note 10 Lite.

Rivais

Vale a pena investir no Note 10 Lite? Ele chegou por R$ 3.799 e atualmente pode ser encontrado por pouco menos que isso. É um celular bacana, mas que não vale seu preço. Ainda mais quando o Note 10 Plus já pode ser encontrado por quase o mesmo e entrega uma experiência melhor no geral.

Samsung errou em reaproveitar um hardware tão velho que apanha para o iPhone XR que custa menos. Claro, o celular da maçã é pior em bateria, mas tem câmera similar, é melhor para selfies e receberá atualizações ainda por muitos anos.

Se você não liga tanto para a S Pen, o S10 Lite é um aparelho mais interessante. Ele tem tela melhor, é mais rápido devido ao hardware mais atual e sua bateria rende mais. Já se você quer economizar, uma boa alternativa seria o Mi Note 10 com sua poderosa câmera de 108 MP e bateria que dura muito mais.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Tela Super AMOLED de qualidade
  • Bom desempenho em jogos
  • Boas câmeras
  • Recursos extras da S Pen

Pontos fracos

  • Acabamento em plástico
  • Hardware defasado oferece desempenho de intermediário atual
  • Autonomia de bateria poderia ser melhor
  • Preço similar ao Note 10 Plus
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Hardware velho e sem diferenciais tornam o Note 10 Lite uma compra ruim.

Embalagem e características

Embalagem traz fone de ouvido básico e capa de silicone.

Comodidade

É um celular grande com traseira escorregadia. Pelo menos vem acompanhado de capa de proteção.

Facilidade de uso

É a mesma One UI presente em outros e ainda tem os extras da S Pen. Falta um pouco de fluidez nas animações.

Multimídia

Tela é boa, mas poderia ter brilho mais forte. Som é apenas mono, o que compromete a experiência multimídia.

Votação Geral

O Galaxy Note 10 Lite é um lançamento desnecessário, ainda mais quando seu preço é tão próximo do Note 10 Plus.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Samsung Galaxy Note 10 Lite