» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.990

Samsung Galaxy M51

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Se tem algo que todo mundo ama é celular que passa muito tempo longe de tomadas. Xiaomi e Motorola investem bastante em aparelhos com muitos mAh de capacidade e agora Samsung também vem dando atenção a isso. O Galaxy M51 é o celular coreano com a maior bateria que vimos e chegou a hora de conferir se ele entrega dois dias de autonomia como a Samsung promete.

Acessórios

O Galaxy M51 vem em embalagem tradicional na cor branca com a imagem do aparelho estampada na parte frontal. Além do celular, você recebe os seguinte acessórios:

  • Carregador de 25W de potência
  • Cabo USB no padrão C
  • Fone de ouvido
  • Guia do usuário
  • Chavinha da gaveta do SIM card
Design e construção

O Galaxy M51 nada mais é do que o A71 com bateria maior e pequenas mudanças no projeto. Os dois são praticamente do mesmo tamanho, mudando apenas a espessura. O M51 é mais gordinho para conter a bateria mais generosa e com isso ficou mais pesado.

Outra pequena mudança está na posição do leitor biométrico. No A71 ele fica localizado na tela, enquanto no M51 vem integrado ao botão de energia. De resto os dois são parecidos com corpo feito de plástico na lateral e traseira. Há entalhe em formato de furo para a câmera de selfies e na parte de trás temos quatro câmeras organizadas em 'L'.

A vantagem de ter um celular mais espesso é que as câmeras não ficam saltadas como temos em outros modelos da Samsung. O acabamento em plástico na traseira é liso e tende a riscar com facilidade. O M51 também é um celular escorregadio, sendo recomendado investir em capinha de proteção. Ele pode ser encontrado nas cores preta ou branca no mercado nacional.

A posição alta do leitor biométrico pode ser um incômodo para alguns. Pelo menos quando você acerta o dedo no local correto, a leitura é feita rapidamente. Demais tecnologias são as mesmas do A71.

Tela e som

A tela do M51 traz resolução Full HD+ com painel Super AMOLED Plus que entrega brilho forte e cores vívidas. Por ter contraste infinito você verá preto de verdade, o que garante boa visibilidade também no escuro. Por padrão, o M51 sai da caixa no perfil de cores Vívido, que exagera na saturação, porém você pode corrigir isso facilmente com o perfil Natural.

Samsung não comenta se a tela do M51 tem suporte a HDR, mas a tecnologia está disponível em serviços de streaming como YouTube e Amazon Prime Video, o que turbina o brilho para melhorar a experiência. O M51 não consta na lista de suporte oficial da Netflix para conteúdo com HDR, porém o aparelho cumpre as exigências de DRM do Widevide L1.

Samsung ainda se nega a incluir som estéreo em seus intermediários e no M51 tem apenas uma saída de som na parte inferior. O áudio reproduz mais graves do que vimos no A71, mas acaba resultando em som mais abafado. A potência é apenas mediana e pode ser insuficiente para locais mais barulhentos.

O fone que vem junto é o mesmo que acompanha alguns modelos da linha A. É um fone confortável e com bom isolamento acústico. Ele possui controles de volume e botões de play e pause no cabo.

Desempenho

Se o M51 é quase um irmão gêmeo do A71, por dentro as coisas também são quase idênticas. Temos aqui o chip Snapdragon 730G com 6 GB de RAM. E pasme, o desempenho é o mesmo em ambos. Realizamos o nosso teste de velocidade e o M51 se saiu bem, como é de se esperar de um intermediário com boa configuração. Ele conseguiu segurar vários apps rodando em segundo plano e não demorou muito para carregar os jogos.

Em benchmarks temos pontuação na média esperada, mas ele acabou ficando um pouco abaixo de rivais com o mesmo hardware da Qualcomm, como foi o caso do AnTuTu com 20 mil pontos a mais para o Moto G9 Plus. Como a diferença não chega nem a 10%, não precisa se preocupar com isso já que o resultado sempre varia de acordo com a temperatura do aparelho.


Todos os jogos que testamos rodaram sem esforço ou engasgos. Call of Duty fica muito próximo dos 60 fps e no PUBG terá média de 30 fps. Os games mais leves rodam na qualidade máxima com fluidez impecável. A melhor parte é que o M51 não esquenta, por mais que você passe horas jogando. E com uma bateria tão grande, você provavelmente vai querer aproveitar isso e jogar bastante.

Câmeras

O M51 vem com típico conjunto quádruplo de câmeras com direito a lente ultra-wide, macro e uma para desfoque de cenário. A principal tem resolução máxima de 64 MP, mas por padrão comprime quatro pixels em um para registrar mais detalhes sem lotar rapidamente a memória do celular.

O M51 registra boas fotos com cores vibrantes sem exagerar na saturação. Há um bom nível de detalhes com ruídos bem controlados. Mesmo em locais fechados com luz mais fraca ou mesmo à noite ainda é possível ter fotos nítidas.

Principal | Ultra-wide




Infelizmente, não podemos dizer o mesmo da ultra-wide. As cores ficam mais saturadas, a nitidez é comprometida e os ruídos ficam mais aparentes. A situação tende a piorar em locais escuros com pontos de luz espalhados pelo cenário. Há aberração cromática e muitos artefatos, sem falar que o software de correção de desfoque de lente peca nos cantos das imagens.

Há modo noturno para prolongar a exposição e registrar fotos mais claras, porém ele tende a cortar as fotos para uma resolução inferior. O modo noturno ajuda a recuperar a nitidez perdida com a ultra-wide, mas ainda assim os resultados ficam muito abaixo do que temos com a câmera principal.

Macro




Desfoque



A câmera de desfoque apresenta poucas falhas e gera um efeito retrato convincente, até mesmo com objetos. A macro registra fotos detalhadas, sendo capaz de capturar texturas e até mesmo fiapos. O M51 supera muitos intermediários que normalmente possuem câmera macro de baixa resolução.

A frontal registra boas selfies em locais iluminados. Detalhes da pele e roupa são bem preservados e o efeito retrato não erra muito, exceto quando há um cenário muito complexo de fundo ao fotografar com luz mais fraca. Aqui vemos que o software sofre para identificar corretamente os planos e parte do seu rosto pode sair borrado. Selfies noturnas já pecam em nitidez, então evite ficar muito longe de alguma fonte de luz.

Noturno



O M51 consegue gravar em 4K com a câmera traseira principal e ultra-wide, assim como a frontal. Porém, ele não dá opção de filmar a 60 fps, mesmo em resoluções mais baixas. A qualidade da filmagem é boa com a principal, mas apenas mediana com a lente mais aberta. Há estabilização eletrônica que funciona bem de dia, já à noite ainda sofre com tremidos.

Selfie



A câmera frontal já sofre mais com tremidos e à noite sofre com imagens escuras e com baixa nitidez e contraste. Se você for usá-la mais enquanto parado, então conseguirá boas filmagens. A captura de áudio é estéreo com boa qualidade.

Bateria

Aliás, e a bateria dele, realmente dura muito? Tiramos o celular da tomada no início da manhã e ele foi descarregar apenas no final da tarde do dia seguinte com mais de 15 horas de tela ligada! Ele não conseguiu superar o nosso campeão em autonomia, o Moto G7 Power, mas chegou muito perto. Sem dúvidas esse é o Galaxy com a melhor bateria e entrega fácil dois dias de autonomia.


É aqui que temos a maior diferença contra o Galaxy A71 que dura em média 8 horas a menos. Já o tempo de recarga é mais demorado no M51. Samsung envia o mesmo carregador com ambos, porém como temos 7.000 mAh para preencher, é necessário esperar quase duas horas. Pode parecer muito, mas ainda é comum ver intermediários com baterias menores demorando para recarregar.


Uma carga rápida de 15 minutos já garante mais de 20% de bateria ao M51, o que é suficiente para 5 ou 6 extras de uso. Com meia hora na tomada você terá um terço da bateria para usar.

Software

O M51 vem com Android 10 com One UI 2.5 da Samsung, a mesma dos principais tops de linha da marca. Mas há algumas limitações por conta de ser um celular intermediário: não há DeX sem fio ou modo profissional em vídeo, que permite usar fones de ouvido Bluetooth como microfones.

Diferente do A71, não há o Tela Edge no M51, aquele menu lateral que permite criar atalhos para apps, executar ações, acessar ferramentas, entre outros, ao apenas deslizar da borda. De resto, terá as mesmas funcionalidades dos demais da marca, tudo com boa fluidez e o mínimo de engasgos.

Rivais

Como deve ter visto, o M51 e o A71 são muito parecidos. E aí surge a dúvida: qual comprar? Eles empatam em desempenho, apresentam câmeras similares, mas o M51 ganha em bateria. Sendo assim, compre o novo da Samsung.

Mas há opções melhores de outras marcas? A Motorola teve de novidade recente no segmento de intermediários avançados o Moto G9 Plus. Ele traz o mesmo chip do M51, porém foi mais lento no desempenho multitarefas por ter menos RAM. O da Motorola tem uma bateria bacana, mas dura bem menos e demora quase o mesmo para recarregar. Sem falar que suas câmeras são piores.

Se curtiu o M51, mas sentiu falta de uma tela de 120 Hz, uma boa alternativa seria o Poco X3. Ele entrega desempenho próximo, sua bateria também dura bastante e recarrega muito mais rápido. O modelo chinês também tem boas câmeras, mas poderia ser melhor ao fotografar à noite.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Bela tela AMOLED
  • Desempenho na média
  • Excelente autonomia de bateria
  • Câmeras competentes

Pontos fracos

  • Faltou som estéreo
  • Tela de 90 Hz seria bem-vinda
  • Câmera ultra-wide poderia ser melhor
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O Galaxy M51 é uma versão turbinada em bateria do A71 e conquista por ser um bom intermediário

Embalagem e características

Embalagem traz o essencial para usar o Galaxy M51, só faltou uma capinha de proteção

Comodidade

O Galaxy M51 é um celular grande e escorregadio e não vem com capinha na caixa

Facilidade de uso

É o Android já conhecido da Samsung que entrega boa experiência e fluidez

Multimídia

Tela OLED de boa qualidade, só faltou som estéreo para ficar completo

Votação Geral

O Galaxy M51 é o melhor Samsung para quem busca bateria para dois dias

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Samsung Galaxy M51