» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
5.399

Samsung Galaxy S22 5G

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

E finalmente chegou a vez do último membro da linha Galaxy S22 ser avaliado pelo TudoCelular. O modelo mais compacto é o mais simples dos novos flagships coreanos e vem com alguns cortes para tornar seu custo mais acessível, mas sem comprometer o conjunto como aconteceu no ano passado. Será que há uma diferença grande para o S22 Plus? Vamos conferir.

Acessórios

O Galaxy S22 continua com caixa compacta e traz apenas o básico, mas você pode solicitar o carregador de 25W no site da Samsung. O que vem na caixa?

  • Cabo USB no padrão C em ambas as pontas
  • Chavinha da gaveta do cartão SIM
  • Guia do usuário
Design e conectividade

Assim como no Plus, o design do S22 pouco mudou comparado ao seu antecessor. A maior diferença mesmo fica para o acabamento que agora é de vidro fosco como nos modelos mais caros e não de plástico como aconteceu no S21.

O novo top de linha da Samsung está mais plano do que antes, seja na parte frontal ou traseira. Para quem é fã de curvas terá que investir no S22 Ultra nesta geração, sendo também este o único que trouxe mudanças significativas no design.

O S22 está mais compacto e suspeitamos que a Samsung tenha mirado no iPhone 13, já que os dois são do mesmo tamanho, espessura e ficam muito próximos em peso. Essa pode ser uma jogada interessante para roubar potenciais compradores do celular da Maçã.

As laterais de metal não formam mais uma peça única com o bloco de câmeras na traseira, mas a qualidade de construção ainda é tão boa quanto antes. Tanto o vidro frontal quanto o traseiro são compostos pelo novo Gorilla Glass Victus Plus e a certificação IP68 continua presente para garantir boa resistência contra água.

As cores são as mesmas do S22 Plus e temos no mercado nacional quatro opções para escolher: preta, branca, rosê e verde. O tom de vinho ficou exclusivo para o S22 Ultra. O S22 segue sem suporte para cartões de memória, como no seu antecessor, e na parte de conectividade traz de novidade apenas uma versão mais atual do Bluetooth. O Wi-Fi é de sexta geração, há NFC, suporte a 5G, além de carregamento sem fio de 15W.

Tela e som

A tela encolheu de 6,2 polegadas para 6,1 polegadas. Pode parecer que pouco mudou, mas o formato agora menos esticado deixa o celular consideravelmente mais compacto. O painel adotado é o Dynamic AMOLED 2X de 120 Hz, que apesar de ter as mesmas especificações de antes, está um pouco melhor.

O nível de brilho está mais forte, mas é neste ponto que o S22 perde para seu irmão maior. O Plus alcança brilho muito mais forte, mas a Samsung também incluiu o recurso Vision Booster no mais barato, o que ajuda a melhorar a visibilidade em dias ensolarados.

A calibração de cores é ótima por padrão e o usuário pode alterar a saturação ao seu gosto. Há suporte a HDR10+ para tirar bom proveito de serviços de streaming e taxa dinâmica que alterna entre 48 e 120 Hz para ajudar a economizar bateria. A tela do S21 só reduz ao máximo até 60 Hz, então isso deve compensar a redução de bateria.

É bom ver que a parte sonora não foi comprometida e o S22 tem som estéreo com a mesma potência e qualidade do S22 Plus. É um celular capaz de reproduzir qualquer filme ou música com boa fidelidade, entregando graves, médios e agudos bem distribuídos.

Desempenho

O Galaxy S22, assim como os demais dessa geração, vem com a plataforma Snapdragon 8 Gen 1. E aqui temos a primeira decepção: ele foi mais lento que o S21 com Exynos 2100 em nosso teste de velocidade focado no multitarefas. Também ficou abaixo do S22 Plus que compartilha da plataforma e da qualidade de RAM. Será que a Samsung capou o desempenho de propósito?


Se você compra celular baseado em números de benchmarks, então ficará decepcionado com o Galaxy S22. Ele não apenas é inferior ao Plus e Ultra como fica muito abaixo no AnTuTu, quase empatado com seu antecessor. Pelo visto, o aquecimento mais agressivo neste está limitando o desempenho.

Todos os jogos que rodamos alcançaram ótima fluidez. Desde PUBG a Call of Duty, foi possível jogar na qualidade máxima com todos os filtros ativados. O celular acaba esquentando bastante e parte da culpa pode estar no corpo compacto, já que ele esquenta mais que o S22 Ultra que tem maior espaço para a dissipação de calor e possui um sistema de resfriamento mais avançado.

Bateria

E como isso impacta a bateria? Com a redução de 4.000 mAh para 3.700 mAh já era esperado ver a autonomia ser comprometida, mas ficou até abaixo do que esperávamos. Em nosso teste padronizado tivemos uma diferença de 3 horas de uso, mesmo que o novo tenha uma tela menor e consiga reduzir a taxa de atualização para menos de 60 Hz na maior parte do tempo.


O S22 é único sem suporte oficial a carregadores de 45W e usando o carregador padrão de 25W da Samsung ele levou o mesmo tempo do S21 para carregar, sendo 1 hora e 11 minutos para ter 100%. Como a bateria foi reduzida, ela deveria recarregar mais rápido, mas a Samsung pode ter limitado a velocidade para evitar aquecimento.


Uma carga rápida de 15 minutos recupera 29% da bateria e chega a 57% em meia hora.

Câmeras

O conjunto de câmeras é o mesmo do S22 Plus e traz pequenas mudanças comparado ao antecessor. A principal evoluiu para um sensor de 50 MP e a teleobjetiva teve a resolução reduzida para 10 MP, porém o zoom óptico evoluiu para 3x. A ultra-wide e a frontal são as mesmas da geração anterior.

Há uma evolução notável comparado à câmera do S21 e vemos que nesta geração o software da Samsung está mais maduro e apresenta resultados consistentes nos mais variados tipos de cenários. Não há saturação em excesso e nem cores mortas, além de alcance dinâmico regulado na medida certa.

Principal | Ultra-wide



Por mais que tenha evoluído, o software ainda sofre para lidar com excesso de luz. Isso também fica perceptível à noite em pontos luminosos que deixam as fotos com partes estouradas. Aliás, a Samsung promove o modo noturno como a maior evolução entre gerações e no geral realmente faz um bom trabalho.

Noturno



A ultra-wide não traz avanço significativo, já que é o mesmo sensor de antes. Pelo menos o modo noturno está presente e com isso temos melhores fotos noturnas do que antes. A grande evolução mesmo fica para a nova teleobjetiva que além de maior zoom óptico captura fotos mais limpas e com melhores cores. Até mesmo o zoom de 10x que mistura óptico com digital entrega fotos muito mais nítidas do que antes.

Zoom


Macro


A falta de foco automático na ultra-wide limita o potencial para macros, mas você pode usar o zoom óptico para pegar mais detalhes de objetos pequenos. A câmera teleobjetiva também é usada para gerar o desfoque de fundo e faz um ótimo trabalho sem deixar as fotos mais escuras ou comprometer o HDR.

Desfoque


A frontal não traz nenhum avanço notável, mas ainda assim é capaz de registrar ótimas selfies. Há boa nitidez e cores próximas da realidade, além de efeito retrato consistente com poucos erros visíveis. Selfies noturnas tendem a apresentar um pouco de ruídos, mas o modo noturno está presente para salvar suas fotos em locais mais escuros.

Selfies



A filmadora do S22 grava em 4K a no máximo 60 fps com todas as câmeras e chega até 8K a 24 fps com a principal. Notamos que o foco é mais lento comparado aos demais da linha, assim como o som que aparenta ser um pouco mais abafado. A estabilização funciona bem em 4K e a qualidade das filmagens é muito boa, estando a par dos demais. A teleobjetiva faz vídeos bastante limpos e impressiona comparado ao que temos no Galaxy S21.

Software

O S22 sai da caixa com Android 12 modificado pela One UI 4.1. No momento que testamos ele estava com pacote de segurança do mês anterior, mas a Samsung até que vem se esforçando para manter a linha atualizada mensalmente.

Os recursos são os mesmos presentes no S22 Plus e comparado ao Ultra fica devendo apenas aqueles atrelados à S Pen. A fluidez do sistema é boa, mas mesmo que venha com 4 GB de RAM virtual alinhada com os 8 GB de RAM reais, ele ainda foi incapaz de resgatar tudo prontamente do segundo plano em nosso teste de multitarefas. Falta de otimização?

O S22 receberá quatro atualizações do Android e cinco anos de updates de segurança da Samsung, o que garante uma longa longevidade para quem não quer trocar de celular com frequência.

Rivais

A Samsung pode até ter mirado no iPhone 13, mas será que o S22 é uma melhor compra? Podemos adiantar que o modelo da Maçã é mais ágil e tem melhor bateria. Os dois podem até competir em câmera, mas a novidade da Samsung talvez não tenha força suficiente para roubar potenciais compradores do seu grande rival. Claro, a diferença no preço pode ajudar.

E comparado ao S22 Plus? Com exceção de som e fotos, podemos dizer que o modelo mais caro é superior no restante. Como a diferença de preço é pequena, o modelo do meio acaba entregando um custo-benefício mais interessante nesta geração.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Mais compacto que demais do segmento
  • Tela com brilho forte
  • Som estéreo equilibrado
  • Boas câmeras

Pontos fracos

  • Bateria apenas decente
  • Desempenho abaixo do esperado
  • Tempo de recarga poderia ser melhor
  • Foco da filmadora é lerdo
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

O Galaxy S22 tem o pior custo-benefício da linha

Embalagem e características

Caixa vem apenas com o básico, mas é possível solicitar o carregador com a Samsung

Comodidade

O Galaxy S22 está ainda mais compacto e confortável de segurar

Facilidade de uso

É a mesma One UI 4.1 presente em recentes lançamentos da marca

Multimídia

Tela excelente e som potente garante ótima experiência multimídia

Votação Geral

Faltou gás no desempenho e filmadora poderia ser melhor

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Samsung Galaxy S22 5G