LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Monitoramento por operadoras para detectar aglomerações chega a 12 estados do Brasil

13 de maio de 2020 4

A plataforma criada pelas quatro principais operadoras atuantes no Brasil – Claro, Vivo, TIM e Oi – para monitorar aglomerações nas ruas – e evitar a disseminação do novo coronavírus – já alcança 12 estados para utilização. No começo desta semana, o SindiTelebrasil informou como está o uso da ferramenta.

Até a última segunda-feira (11), eram uma dúzia de unidades federativas nas quais o monitoramento estava presente, em um total de 14 prefeituras. São eles: Alagoas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Imagem: Reprodução

Já as cidades consistem nas seguintes: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Campinas (SP), Campos dos Goytacazes (RJ), Florianópolis (SC), Juiz de Fora (MG), Macapá (AP), Maceió (AL), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de janeiro (RJ), Salvador (BA), Santo André (SP) e Teresina (PI).

O Big Data de Mapas de Calor teve desenvolvimento por operadoras, ABR Telecom e o próprio SindiTelebrasil. Ele fornece, gratuitamente, os dados sobre concentração de massas.

Segundo a entidade, as estatísticas ficam organizadas de forma agregada e anônima, a fim de identificar apenas a quantidade de celulares por antena, e não as pessoas individualmente. A coluna Detetive TudoCelular já abordou mais detalhes sobre o sistema, suas questões de segurança e relação com a LGPD.

Vale ressaltar que, para ter acesso ao sistema, o governo estadual ou a prefeitura precisa realizar um cadastro e enviar ofício padrão assinado com a solicitação. Na sequência, é necessário que a autoridade assine com as prestadoras e a ABR Telecom o Acordo de Cooperação Técnica (ATC) e Termo de Responsabilidade e Confiabilidade (TRC), para gerar as chaves de acesso em até 48 horas.

Qual é a sua opinião sobre o uso de ferramentas para monitorar possíveis aglomerações neste período de pandemia?


4

Comentários

Monitoramento por operadoras para detectar aglomerações chega a 12 estados do Brasil
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 24.512 mortes em 391.222 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular