» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
1.699

Xiaomi Pocophone F1

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

A Xiaomi deixou de atuar no mercado nacional há alguns anos, mas os brasileiros não abrem mão de seus ótimos smartphones e alguns preferem importar a ter que se contentar com as opções disponíveis no Brasil.

O Pocophone F1 é um dos queridinhos do momento, e o aparelho será vendido por aqui graças a uma parceria entre a fabricante chinesa e a brasileira DL. E se você ficou interessado no modelo depois dessa notícia, venha conferir com o TudoCelular o que este flagship com preço de intermediário tem a oferecer.

Acessórios

O Pocophone F1 tem uma embalagem bem construída, mas discreta, com os seguintes acessórios dentro dela:

  • Carregador de tomada;
  • Cabo no padrão USB-C;
  • Chave para abrir a gaveta do cartão SIM;
  • Manuais;
  • Capinha de silicone.

Se você é daqueles que utilizam a capinha, então o corpo de vidro ou material mais caro, faz menos sentido ainda. Infelizmente, porém, nada de fones de ouvido na caixa.

Design e construção

A Xiaomi criou uma submarca para entregar celulares com alto desempenho mas cobrando pouco. E para conseguir isso, a empresa teve que fazer alguns cortes na produção do F1.

Enquanto os aparelhos mais caros da fabricante chinesa oferecem corpo de metal com traseira de vidro, aqui temos o bom e velho plástico que marcou gerações. Se você se preocupa com acabamento e quer ter um celular elegante para exibir para os seus amigos, Pocophone não é para você.

Este modelo é para quem busca desempenho de aparelho top de linha, mas sem ter que pagar uma fortuna. Mas não é por isso que ele vai decepcionar e entregar uma qualidade de construção ruim. Por fora, ele aparenta ser um aparelho simples, mas há também uma opção mais cara com traseira em Kevlar.

Aqui temos o mesmo design com entalhe adotado no Mi 8. No corte no topo da tela encontramos a câmera para selfies, alto-falante, sensores e câmera infravermelho com iluminador para que seja possível reconhecer sua face mesmo no escuro com biometria mais ágil e segura que a de outros smartphones chineses baratos.

E diferente do Mi 8, este modelo da Xiaomi oferece entrada padrão para fones de ouvido, mas não vem com nenhum na caixa. Outra diferença entre os dois modelos da marca é que este aqui tem slot para cartão microSD, mas você terá que abrir mão de usar um segundo chip.

Tela e som

Xiaomi vem evitando usar telas Quad HD em seus modelos mais avançados, e até mesmo o Mi 8 traz painel Full HD. O Pocophone segue na mesma linha, mas ao invés de vir com tela OLED temos aqui a tecnologia LCD.

O nível do brilho está dentro do esperado para a categoria, mas poderia ser mais alto para entregar uma melhor visibilidade em ambiente externo. A reprodução de cores é boa, com alto nível de contraste, mas não no mesmo nível do flagship da marca.

O brilho mínimo da tela é baixo, o que torna agradável usar o F1 no escuro. A qualidade sonora também é boa, devido aos dois alto-falantes presentes. Aqui temos um som mais potente que o do Mi 8 e até alguns rivais mais caros.

Desempenho e jogos

O desempenho do aparelho é seu ponto forte. Ele vem com Snapdragon 845, o mesmo chipset que você encontra em celulares top de linha. E como podemos esperar, o F1 é ágil na execução de qualquer tarefa.

Em velocidade ele fica no mesmo nível do Mi 8 e outros do segmento, o que é notável pelo preço cobrado, mas está longe de ser o mais rápido do momento. Se você faz questão de ter o Android mais rápido, terá que pagar quase o dobro no OnePlus 6T ou o triplo no Mate 20 Pro, o que acaba não compensando.

Em benchmarks, no entanto, ele ficou abaixo do modelo mais caro da Xiaomi e de outros flagships. Apenas no AnTuTu que vimos o mesmo nível na pontuação.

O que importa é que o aparelho entrega ótimo desempenho no dia a dia e roda jogos com ótima fluidez.

Câmeras

O Pocophone F1 pode ter apelo de aparelho top de linha, mas sua câmera fica no nível de outros intermediários. Ela é até capaz de registrar boas fotos, desde que o cenário esteja bem iluminado.

Ao tirar fotos ao sol, você conseguirá registrar bom nível de detalhes com cores bem balanceadas e alcance dinâmico na medida certa sem precisar apelar para HDR.

A câmera secundária na traseira tem como função principal ajudar a borrar o fundo de cenários, e funciona muito bem. Às vezes acontece de vermos um efeito mal aplicado no contorno da cabeça da pessoa fotografada, mas nada que comprometa o resultado.

Na frontal temos apenas uma câmera para selfies, que entrega também fotos com bom nível de detalhes, desde que haja luz suficiente. E apesar de contar com apenas um sensor, o
Pocophone também oferece o modo retrato com a frontal.

Em cenários com pouca luz é onde vemos a câmera decepcionar. A falta de estabilização óptica faz com que as fotos saiam desfocadas às vezes. Além disso, há um nível muito acentuado de ruídos.

A filmadora grava em 4K com bom nível detalhes, mas a falta de estabilização deixa os vídeos com muitos tremidos. A qualidade da captura do áudio é apenas OK. Os celulares da Xiaomi sempre pecaram em microfone, e o F1 não é uma exceção.

Bateria

A Xiaomi incluiu bateria de 4.000 mAh no aparelho, o que é mais do que os 3.400 que você encontra no Mi 8. Mas curiosamente, ambos oferecem a mesma autonomia. Tiramos o aparelho da tomada no comecinho da manhã e ele foi descarregar no final da noite.

A diferença fica para o tempo de recarga. F1 e Mi 8 contam com carregador de 18W, mas o modelo mais caro vem com tecnologia de carregamento acelerado mais atual, o que faz com que passe menos tempo na tomada. Esse daqui leva mais de 2 horas para ter sua bateria recarregada.

Software

Aqui temos a MIUI 10 baseada no Android Pie, como em diversos outros smartphones da Xiaomi. No entanto, a empresa lançou uma interface específica para este modelo e promete entregar uma experiência diferente do que temos com as linhas Mi e Redmi.

Por ser tratada como uma submarca, podemos esperar que a linha Pocophone entregue atualizações mais rápidas e chegue a mercados onde os demais produtos da empresa não estão disponíveis.

A novidade chegará em breve até por aqui, mesmo que não seja de forma oficial pela própria Xiaomi. Mas a DL promete que o software será adaptado para o mercado nacional e teremos garantia com suporte da marca nacional.

Vale a pena?

O Pocophone F1 é o queridinho do momento, e podemos entender porque tantos brasileiros se interessam pelo aparelho. Ele entrega design básico, mas conquista com tela de qualidade, som potente, alto desempenho e bateria para o dia inteiro. E mesmo com tudo isso, ele custa menos que o Zenfone 5Z que é o modelo com Snapdragon 845 mais barato no Brasil.

A sua câmera é capaz de registrar boas fotos e vídeos, mas tem suas limitações. É até possível melhorar o desempenho fotográfico com aplicativos de terceiros, como a câmera do Google. Mas o que importa é que a qualidade oferecida agradará a maioria e está dentro do esperado para um aparelho deste preço.

Com o F1 chegando ao mercado nacional, será ainda mais difícil não resistir a este ótimo smartphone da Xiaomi… ou melhor, da Pocophone. Independente de você importá-lo ou adquiri-lo por aqui, será difícil encontrar outra opção que ofereça um conjunto tão equilibrado pelo valor cobrado.

Pontos positivos

  • Desempenho absurdo para a faixa de preço;
  • Boa autonomia de bateria;
  • Som potente;
  • Tela de boa qualidade.

Pontos negativos

  • Câmera no nível de modelos intermediários;
  • Construção e design simples.
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Difícil dar uma nota menor para um modelo que entrega desempenho de flagship (até acima de aparelhos

Embalagem e características

Falta fones de ouvido, mas no geral temos acessórios de boa qualidade e uma capa protetora como

Comodidade

Temos bom aproveitamento frontal e corpo que apesar de ser construído em materiais mais baratos acaba entregando pegada melhor que muitos flagships.

Facilidade de uso

Interface adotada pela Xiaomi para sua linha Pocophone é

Multimídia

Som estéreo potente compensa tela LCD de brilho ligeiramente abaixo dos concorrentes.

Votação Geral

O Pocophone F1 sem sombra de dúvidas merece toda a atenção que vem recebendo, especialmente em grupos de importadores, oferecendo desempenho de flagship e outros diferenciais interessantes por metade do preço de alguns intermediários premium. Tivesse câmera e tela melhores, e construção pouca coisa mais caprichada, teria gabaritado nosso review.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Xiaomi Pocophone F1