» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!
2.299

Xiaomi Mi 9T

Review
Custo - benefício
Embalagem e características
Comodidade
Facilidade de uso
Multimídia
Votação Geral

Lançado na China como Redmi K20, este novo intermediário premium da Xiaomi ganhou versão global como Mi 9T. Apesar do nome sugerir que esta seria uma versão turbinada do Mi 9, na verdade temos uma atualização do Mi 9 SE.

O Mi 9 foi um dos melhores smartphones que testamos nos últimos meses. Ele oferece ótimo conjunto por preço mais justo que demais fabricantes cobram em seus tops de linha. A versão SE, que deveria fazer o mesmo no segmento de intermediários, não teve mesmo resultado.

Acessórios

O Mi 9T vem em embalagem preta com a tampa ilustrada com o modelo estampado. Além do smartphone, você encontrará em seu interior os seguintes acessórios:

  • Carregador de 18W com suporte a carregamento acelerado
  • Cabo USB no padrão C
  • Capinha de plástico rígido
  • Manuais de usuário
  • Ferramenta para abrir a gaveta do cartão SIM

Como esperado de um smartphone chinês, o Mi 9T não vem com fones de ouvido na embalagem.

Design e construção

O Mi 9T tem design inspirado no Mi 9, sendo praticamente do mesmo tamanho. A primeira diferença que você percebe é a falta de entalhe no topo da tela. Neste você tem melhor aproveitamento com a tela tomando quase toda a parte frontal do aparelho.

A câmera é do tipo pop-up. Ela surge sempre que você for tirar uma selfie ou quando tiver com a biometria facial ativada. O mecanismo é rápido, mas faz um barulho meio irritante sempre que a câmera sobe ou desce. E caso você derrube o celular, a câmera se retrai automaticamente.

A Xiaomi alega que esse mecanismo tem durabilidade de 300 mil usos. Isso quer dizer que mesmo que você tire 100 selfies por dia, a câmera frontal do Mi 9T apresentará desgastes apenas com 8 anos de uso.

Há LED ao redor da câmera pop-up, e neste modelo preto que analisamos ele pisca na cor vermelha. Nas opções azul e vermelha do Mi 9T, este LED tem cor branca. O mesmo é dito para o aro ao redor da câmera principal na traseira.

Assim como o Mi 9, neste também temos leitor biométrico na tela. Ele reconhece rapidamente a digital cadastrada e muitas vezes é até mais rápido que o leitor do Mi 9.

Se você curte usar celular como controle remoto, pode ficar decepcionado com o Mi 9T por não tem emissor de infravermelho. Por outro lado, ele traz entrada P2 e rádio FM ausentes no modelo mais caro. A qualidade de construção é muito boa, com corpo de metal e traseira em vidro.

Tela e som

Aqui você tem 6,4 polegadas com resolução FHD+ e painel AMOLED. A tela do Mi 9T tem brilho alto, cores vibrantes e não decepciona para o que smartphones top de linha de outras marcas entregam. E tudo indica que o painel usado neste aqui é produzido pela Samsung. Pelo menos é o que apontam a ferramenta AIDA64.

É possível calibrar as cores e também a temperatura do branco. Os smartphones da Xiaomi tendem para tons mais frios, mas se você curte um aspecto mais amarelado é possível regular isso nas configurações do display. A empresa realmente não economizou o painel usado no Mi 9T e temos o mesmo nível de qualidade do Mi Mix 3 e Mi 9.

A parte sonora também impressiona. O som é potente e de ótima qualidade, só faltou ser estéreo. Ativar o alto-falante de chamadas como canal secundário faria uma boa diferença aqui.

Como dito, o Mi 9T não vem com fones de ouvido na embalagem, mas pelo menos oferece entrada P2. O que notamos é que o áudio entregue tem potência razoável, mas se você usa fones de alta impedância, vai ficar um pouco decepcionado. Também é possível perceber um pouco de interferência entre os canais esquerdo e direito, o que faz com que o Mi 9T não seja indicado para quem é audiófilo.

Desempenho e jogos

O Mi 9T é o primeiro com Snapdragon 730 a chegar ao mercado. Esta plataforma é similar a que você encontra no Galaxy A80, mas no rival da Samsung temos uma variante focada em jogos que recebe o nome de 730G. O desempenho fica acima do Snapdragon 712 presente no Mi 9 SE, e isso pode ser percebido especialmente em benchmarks.

  • AnTuTu: 208.976 pontos
  • GeekBench: 2.524 (single-core) e 6.873 pontos (multicore)
  • GFX Bench: 16 fps (Car Chase), 27 fps (Manhattan) e 76 fps (T-Rex)
  • AndroBench: 510,6 MB/s e 192,64 MB/s (leitura e escrita sequencial)

No geral, o 9T é um celular rápido, mas poderia ser melhor. Mais uma vez fica claro que falta otimização da MIUI 10 no gerenciamento dos recursos. No entanto, ele não chega a decepcionar para outros nessa faixa de preço, especialmente em jogos.

O Mi 9 ainda tem mais a oferecer, ao menos em termos de velocidade. Se vale a pena pagar mais pelo Snapdragon 855 vai da necessidade de cada um, mas o que é certo é que o 9T roda qualquer aplicativo ou jogo sem engasgos.


Usamos a ferramenta Gamebench para medir o desempenho em alguns jogos:

  • Asphalt 8: 30 fps
  • Asphalt 9: 29 fps
  • Modern Combat 5: 60 fps
  • Injustice 2: 60 fps
  • PUBG Mobile: 30 fps
  • Subway Surfers: 59 fps
  • Vainglory: 60 fps
Câmeras

Assim como a versão mais cara, o Mi 9T também traz câmera de 48 MP na traseira, mas o sensor é diferente. O mesmo podemos dizer das demais câmeras: a secundária tem 8 MP e oferece zoom óptico de 2x, enquanto a terciária traz lente ultra-wide e resolução máxima de 13 MP.

Na teoria você tem um conjunto de câmeras inferior ao do Mi 9, mas na prática ele não fica devendo para o modelo mais caro. A câmera principal tira fotos em 12 MP por padrão e registra alto nível de detalhes e cores realistas. O contraste é excelente, especialmente quando o HDR está ativado.

Aliás, por algum motivo sem sentido o HDR vem desativado por padrão, o que resulta em fotos com fundo estourado quando há muita luz. Recomendamos ativá-lo ou deixar no automático. No geral, você terá ótimas fotos em qualquer tipo de cenário.

A lente ultra-wide captura muito mais do cenário, mas por ter abertura focal inferior você sempre terá fotos mais escuras. É bom evitar usá-la à noite para evitar ter muitos ruídos. Você pode usar o modo noturno, que ajuda bastante a registrar imagens mais claras.

Câmera principal - Ultra-wide - Zoom óptico 2x



O zoom de 2x ajuda a aproximar objetos sem comprometer muito a qualidade. Enquanto o modo retrato entrega bons resultados, seja com a câmera traseira ou frontal. Nem sempre o efeito de recorte é perfeito, mas está dentro do esperado para um aparelho desse preço. Talvez o único quesito em que a câmera do Mi 9T decepcione é em cenários com pouca luz.

O software tenta suprimir ao máximo os ruídos para entregar imagens limpas, mas acaba sacrificando os detalhes neste processo.

O grande destaque fica para a câmera frontal de 20 MP que entrega selfies com ótimo nível de detalhes e nitidez, além de cores bem representadas. E mais uma vez recomendamos sempre deixar o HDR ativado para evitar fundos muito claros.

Sem modo noturno - Com modo noturno



Por fim temos a filmadora. O Mi 9T é capaz de gravar em 4K, mas apenas a 30 fps. Para fãs de câmera lenta, ele captura na velocidade máxima de 960 fps, mas limitado à resolução HD.

A qualidade dos vídeos não empolga tanto quanto as fotos, mas ainda assim está acima do que a categoria entrega. Só faltou ter estabilização óptica para reduzir os tremidos. Já a qualidade de captura de som decepciona um pouco, mas este nunca foi o forte da Xiaomi.

Bateria

Sua bateria de 4.000 mAh rende bem. É possível carregá-lo a cada dois dias se você não curte jogar ou passar muito tempo no YouTube. E mesmo para quem exige muito do aparelho, é possível usá-lo o dia inteiro sem medo de ficar sem bateria antes de ir dormir.

O carregador que vem junto oferece potência suficiente para que o Mi 9T passe menos de 2 horas na tomada para ir de 0 a 100%. Esse tempo não chega a ser ruim, já que é a média que seus rivais entregam.

Resumo do nosso teste de bateria:

  • Foram necessárias 21 horas e 51 minutos para o dispositivo desligar.
  • A tela permaneceu ligada por 11 horas e 42 minutos.
  • Realizamos 15 ciclos completos de testes, incluindo:
    • 90 minutos de navegação no Chrome;
    • 450 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, MX Player e YouTube (90 minutos cada);
    • 90 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Injustice, Modern Combat 5 e Asphalt 8);
    • 90 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (30 minutos cada);
    • 60 minutos de chamadas de voz via 3G/4G;
  • O app que mais consumiu foi o YouTube;
  • O app que menos consumiu foi o Injustice;
  • A temperatura ficou entre 21° e 32°C
  • O consumo em standby ficou em 1% por hora

Ele superou a marca alcançada pelo Galaxy A70, que conta com 4.500 mAh de capacidade. Obviamente que devemos considerar o fato do modelo da Samsung possuir tela maior, mas temos chipset mais potente no da Xiaomi.

Isso significa que ele também superou com alguma folga o que conseguimos em autonomia com Mi 9 SE, Pixel 3a XL e P30 Lite, todos intermediários premium que chamam atenção em uma faixa de preço similar.

Em resumo, se passar o máximo de tempo longe da tomada é algo essencial para você, pode ir no Mi 9T sem medo de ser feliz, porque o aparelho da Xiaomi é uma ótima opção nesse quesito.

Software

O Mi 9T sai da caixa com MIUI 10 baseada no Android Pie. O software flui bem e responde rápido aos comandos. Por padrão toda a interface tem fundo branco, mas há tema escuro disponível que ajuda a tela AMOLED a economizar bateria.

A maioria dos apps nativos também escurece juntamente com a interface. Há suporte a Always-on Display para ficar de olho nas notificações sem precisar desbloquear o celular, e até a possibilidade de trocar automaticamente a imagem da tela de bloqueio ao decorrer do dia.

Contra rivais

Por volta de 2 mil reais você encontra o Galaxy A70 e P30 Lite no mercado nacional. Qual vale mais a pena? O Mi 9T não chega a superar o rival da Samsung em velocidade, mas sua bateria dura mais. Contra o rival da Huawei, este modelo da Xiaomi supera em velocidade e autonomia.

Se você está em dúvida entre o Mi 9T e o Mi 9 SE, pode ir neste aqui que ele entrega um melhor conjunto no geral. Além disso, entre os intermediários lançados este ano, o 9T é o que entrega a melhor câmera.

Pontos fortes e fracos

Pontos fortes

  • Tela de qualidade e som potente
  • Rápido e roda qualquer jogo sem engasgos
  • Registra ótimas fotos e selfies
  • Bateria dura muito

Pontos fracos

  • Faltou alto-falantes estéreo
  • Fotos noturnas saem escuras
  • Não tem slot microSD
Avaliação final do Tudocelular
Custo - benefício

Pelo valor cobrado realmente é difícil encontrar um smartphone melhor que o Mi 9T.

Embalagem e características

Embalagem traz apenas o básico, mas vem com capa de plástico rígido para proteger o smartphone.

Comodidade

Mi 9T não é um celular tão grande, mas traseira de vidro escorregadia complica um pouco o uso com apenas uma mão.

Facilidade de uso

A MIUI já é conhecida por muitos. Sua interface traz muitos recursos que não encontramos por padrão no Android, mas talvez exagere um pouco nas modificações.

Multimídia

Tela AMOLED de qualidade com brilho alto e som potente tornam o Mi 9T ótimo para multimídia. Só pecou por não ter som estéreo.

Votação Geral

O Mi 9T é uma excelente opção de intermediário. Só peca por não ter som estéreo e melhor desempenho em fotos à noite.

Video

Onde Comprar

As melhoras ofertas para o Xiaomi Mi 9T