LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Morreu! A Lei de Moore está morta, diz CEO da NVIDIA

29 de setembro de 2017 10

Para Jen-Hsun Huang, o CEO da NVIDIA, a lei de Moore está morta. Esta declaração foi feita durante uma apresentação na GPU Technology Conference China 2017, ele ainda afirmou que embora as CPUs tenham escalado em número de transistores nos últimos anos, as melhorias de performance não foram tão boas assim.

Para quem não sabe o que é a “Lei de Moore”, tudo começou em 1965 quando o fundador da Intel, Gordon Moore, fez uma profecia na qual ele previu que a cada 18 meses o número de transístores nos chips de litografia em uma nova geração, aumentariam em 100% em relação à geração prévia, contudo, mantendo os custos para o consumidor.


Já quando o assunto são GPUs o CEO acredita que nessa parte as coisas são diferentes. Segundo o site DigiTimes, Huang disse que as placas de vídeo têm se tornado cada vez mais rápidas nesse mesmo período de tempo e que isso seria uma espécie de “Híper Lei de Moore”. Ele ainda afirmou que as GPUs devem eventualmente tomar lugar das CPUs, visto que elas são piores com o paralelismo.

Lembrando que declarações como essa batem de frente com a Intel, uma vez que, a gigante provou que a Lei de Moore ainda está viva. Vale também lembrar que apesar de estarem evoluindo, recentemente mostramos que as placas de vídeo da NVIDIA estão mais caras e que a culpa disso é do Bitcoin. Mas e aí? Você concorda com o CEO da NVIDIA? Conte sua opinião pra nós aqui nos comentários.


10

Comentários

Morreu! A Lei de Moore está morta, diz CEO da NVIDIA
  • Há muito tempo isso. Que vem sustentando é mídia "especializada".

    Puro marketing para vendas.

      • Incrível como a evolução das CPU é imensamente mais lenta quando comparada com a evolução das GPU na última década.

          • Se parar de atualizar o software, o hardware pode permanecer funcionando por um bom tempo...

            Tenho um cliente em um Mercadinho de zona rural, que usou um Pentium 133 com windows 95 por 15 anos no seu caixa, o dia que fui fazer uma visita ate me surpreendi como ele ainda estava "rápido" para iniciar, abrir o programa de vendas em DOS, para o que ele foi planejado ainda estava ok, a moça do caixa ate jogava seu joguinho de paciência e redigia currículos para o pessoal no Word 95 e imprimia em uma HP Deskjet 600c, foi uma sessão nostalgia total, pois meu pai começou a trabalhar com contabilidade com o mesmo kit em 1996, isso em casa, foi quando comecei meus primeiros desenhos no Paint, e cada filho tinha um disquete para não salvar no HD....

            Teve que trocar de programa devido a uma exigência tributaria e consecutivamente o PC... Segundo o técnico dele as manutenções que ele teve foi com fonte e memoria Ram...

            Agora um PC ou Smartphone conectado a internet, com os programas sendo atualizado automaticamente, cada vez mais pesados, nunca veremos uma cena dessas daqui 15 anos...

              • tudo depende do sistema e dos software se ele usa todo esse processamento ou usa só 10%, vale lembrar ssds e ram dd4, ios e Windows phone android puro e por ai vai, o mundo e capitalista não se esqueçam disso nunca

                  • O que manda no mercado é a Lei da Tecnologia obsoleta, empresas de softwares lançam atualizações cada vez mais pesadas, a fim de fazer com que dispositivos precisem serem atualizados....

                    • Lei de Moore não passa de uma forçação de barra para impulsionar o avanço no mercado de computadores de maneira controlada. Só que pelo que se vê ficou difícil manter a Lei de Moore (Lei? Morreu...). A Intel fica querendo segurar a barra, mas já tem anos que não consegue o tic toc. Está só na enrolação com 5ª, 6ª, 7ª e agora 8ª geração.

                        • lei de moore nunca foi uma lei, e sim um termo usado pelas companhias

                            • Na verdade a lei Moore não é seguida a risca a muito tempo, e isso foi criado pra manter as vendas sempre altas a partir do interesses por novos produtos mais potentes.
                              Assim se asseguraria que tinha sempre algo mais potente pra ser comprado a cada ano.(e fomentando a absolescência programada)

                              • tudo é desculpa para vender mais caro

                                  OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

                                  Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

                                  Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

                                  Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho