LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Processadores mobile: conhecendo as melhores opções com desempenho ideal

16 de julho de 2018 45

O TudoCelular reuniu os chipsets mais populares da Qualcomm, Samsung e MediaTek para o segmento de entrada. Se você está em busca de algo mais avançado, aqui listamos os hardwares destas fabricantes voltados para os smartphones de alto desempenho, mas com custo acessível.

Nesta lista temos dois chipsets bastantes populares, o Snapdragon 625 e o Exynos 7870. O primeiro está presente em uma vasta gama de opções de todas as marcas, enquanto o segundo vem presente tanto na linha Galaxy J quanto na linha Galaxy A da Samsung.

Qualcomm

Enquanto a Qualcomm ainda aposta em chipsets com fabricação de 28nm para o segmento de entrada, nos modelos intermediários a empresa já aposta em soluções mais eficientes. A prova disso está no Snapdragon 625, modelo que equipa dezenas de smartphones, que traz ótima eficiência energética sem comprometer o desempenho.

Snapdragon 625, 630 e 636

O Snapdragon 625 é uma ótima opção de intermediário, entregando bom equilíbrio entre desempenho e consumo energético. Os Snapdragon 630 e 636 compartilham da mesma arquitetura em termos de processamento e litografia - o diferencial fica para o processador Kyro 260 presente no mais recente.

Especificações técnicas do Snapdragon 625:

  • CPU formada por 8 Cortex-53 de 2 GHz 64-bit
  • GPU Adreno 506 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR3 933 MHz
  • DSP Hexagon V56 para processamento de imagens
  • Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 4.1, Qualcomm IZat Gen8C para GPS
  • Modem X9 LTE Cat 7 download e Cat 13 upload
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Fabricação 14nm LPP

O Snapdragon 625 pode ser encontrado em uma vasta gama de dispositivos, incluindo: Asus Zenfone 3, Asus Zenfone 4 Selfie Pro, Motorola Moto G5 Plus, G5s Plus, Z Play, Samsung Galaxy C7, C7 Pro, Xiaomi Mi A1, Redmi 4 Pro, Redmi Note 4X, entre vários outros.

Especificações técnicas do Snapdragon 630:

  • CPU formada por 4 Cortex-A53 de 2,2 GHz + 4 Cortex-A53 de 1,8 GHz 64-bit
  • GPU Adreno 508 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR4 1333 MHz
  • DSP Hexagon 642 para processamento de imagens
  • Modem X12 LTE Cat 12 download e Cat 13 upload
  • Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 5.0 e USB 3.1
  • Qualcomm IZat Gen8C para GPS com GLONASS e Beidou
  • Suporte a telas com resolução máxima Full HD (1920 x 1200 pixels)
  • Resolução máxima de 24 MP para câmeras
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Tecnologia de carregamento acelerado Quick Charge 4.0
  • Fabricação 14nm LPP

O Snapdragon 630 é relativamente recente, tendo sido lançado pela Qualcomm ano passado. Desta forma, ainda é difícil encontrar muitos smartphones com tal plataforma. O Moto X4 é um exemplar que traz a novidade. Podemos citar o Zenfone 5 Selfie, lançado recentemente pela Asus. Da Sony temos os modelos Xperia XA2 e XA2 Ultra. Há também produtos chineses com este modelo.

Especificações técnicas do Snapdragon 636:

  • CPU formada por 4 Kyro 260 de 1,8 GHz + 4 Kyro 260 de 1,8 GHz 64-bit
  • GPU Adreno 509 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR4 1333 MHz
  • DSP Hexagon 680 para processamento de imagens
  • Modem X12 LTE Cat 12 download (600 Mbps) e Cat 13 upload (150 Mbps)
  • Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 5.0 e USB 3.1
  • Qualcomm IZat Gen8C para GPS com GLONASS e Beidou
  • Suporte a telas com resolução máxima Full HD+ (2160 x 1080 pixels)
  • Resolução máxima de 24 MP para câmeras
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Tecnologia de carregamento acelerado Quick Charge 4.0
  • Fabricação 14nm LPP

Entre os recentes lançamentos com o chipset Snapdragon 636 temos o Asus Zenfone 5 e o Xiaomi Redmi Note 5 Pro.

Snapdragon 652, 653 e 660

No segmento intermediário premium, aparelhos que flertam com a categoria de flagships, a Qualcomm oferece o Snapdragon 652, que apareceu em alguns lançamentos em 2016 e que ainda podem ser encontrados no mercado. Para 2017, a empresa trouxe o Snapdragon 660, que mostra realmente um potencial digno de um aparelho topo de linha.

Especificações técnicas do Snapdragon 652:

  • CPU formada por 4 Cortex-A72 de 1,8 GHz + 4 Cortex-A53 de 1,4 GHz 64-bit
  • GPU Adreno 510 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR3 933 MHz
  • DSP Hexagon V56 para processamento de imagens
  • Modem X8 LTE Cat 7
  • Wi-Fi 802.11ac
  • Qualcomm IZat Gen8C para GPS
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Suporte carregamento rápido Quick Charge 3.0
  • Fabricação 28nm HPm

O Snapdragon 652 pode ser encontrado no Alcatel One Touch Idol 4S, Zenfone 3 Ultra, LG G5 SE, Samsung Galaxy A9, Xiaomi Mi Max, ZTE Nubia Z11 Max e Z17 Mini. Também há uma variante com overclock, chamada de Snapdragon 653, o que muda é basicamente a velocidade de operação da CPU que chega a 1,95 GHz, além do modem que alcança uma velocidade maior de upload. Com este chipset temos o Galaxy C9 Pro lançado na China ano passado.

Como esperado, o Snapdragon 653 é uma versão turbinada do SD652. As diferenças ficam apenas para a velocidade de operação do processador, chegando a no máximo 1,95 GHz, e o modem X9 LTE (capaz de alcançar 300 Mbps de download e 150 Mbps de upload).

Especificações técnicas do Snapdragon 653:

  • CPU formada por 4 Cortex-A72 de 1,95 GHz + 4 Cortex-A53 de 1,44 GHz 64-bit
  • GPU Adreno 510 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR3 933 MHz
  • DSP Hexagon V56 para processamento de imagens
  • Modem X9 LTE Cat 7 download (300 Mbps) e Cat 12 upload (150 Mbps)
  • Wi-Fi 802.11ac
  • Qualcomm IZat Gen8C para GPS
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Suporte carregamento rápido Quick Charge 3.0
  • Fabricação 28nm HPm

Entre os smartphones com Snapdragon 653 temos Gionee M6S Plus, Nubia Z17s, Nubia Z17 mini, Nubia Z17 Lite, Galaxy C9 Pro, Oppo R9s Plus, Oppo F3 Plus, Vivo X9, Vivo X9s Plus, entre vários outros chineses.

Especificações técnicas do Snapdragon 660:

  • CPU formada por 4 Kryo 260 de 2,2 GHz + 4 Kryo de 1,84 GHz 64-bit
  • GPU Adreno 512 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR4 1866 MHz
  • DSP Hexagon 642 para processamento de imagens
  • Modem X12 LTE Cat 12 download e Cat 13 upload
  • Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 5.0 e USB 3.1
  • Qualcomm IZat Gen8C para GPS com GLONASS e Beidou
  • Resolução máxima de 24 MP para câmeras
  • Suporte a telas com resolução máxima Quad HD+ (2560 x 1600 pixels)
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Tecnologia de carregamento acelerado Quick Charge 4.0
  • Fabricação 14nm LPP

O Snapdragon 660 é o novo queridinho dos intermediários premium. Ele pode ser encontrado no Oppo R11, Sharp Aquos S2, Asus Zenfone 4, Vivo X20 e Xiaomi Mi Note 3, além de vários outros smartphones chineses. Este chipset também marcou presença na MWC 2018 com o lançamento do Nokia 7 Plus.


Snapdragon 710

Em maio, a Qualcomm renovou seus chipsets intermediários com a linha Snapdragon 700. Até o momento, apenas o modelo 710 foi oficializado pela empresa. Ele promete entregar desempenho a nível de flagships para smartphones intermediários premium.

  • CPU formada por 2 Kryo 360 de 2,2 GHz + 6 Kryo 360 de 1,7 GHz
  • GPU Adreno 616 com suporte à API gráfica Vulkan
  • Memória RAM dual-channel LPDDR4 1866 MHz
  • DSP Hexagon 685 para processamento de imagens
  • Modem X15 LTE com download de 800 Mbps e upload de 150 Mbps
  • Dual Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 5.0 e USB 3.1
  • Qualcomm IZat Gen8C para GPS com GLONASS e Beidou
  • Resolução máxima de 32 MP para câmera simples ou dual de 20 MP
  • Suporte a telas com resolução máxima Quad HD+ (2560 x 1600 pixels) com HDR
  • Suporte HDMI 2.0, vídeos 4K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Tecnologia de carregamento acelerado Quick Charge 4.0
  • Fabricação 10nm LPP

O Snapdragon 710 pode ser encontrado nos smartphones Vivo Nex A, Xiaomi Mi 8 SE e também deve equipar o Mi Max 3.

Samsung

Assim como a Qualcomm, Samsung também oferece chipsets intermediários com processo de fabricação a 14nm. Aqui temos o Exynos 7870, que esteve presente em uma boa quantidade de aparelhos da empresa. Seu foco está mais na economia de energia do que no desempenho em si, ficando abaixo dos Snapdragon 625 e 630. No entanto, a empresa também lançou o modelo 7880, que traz GPU mais potente para reduzir a diferença para os rivais da Qualcomm.

Exynos 7870 e 7880

Além do Exynos 7870, a empresa também lançou o modelo 7880, que traz GPU mais potente para reduzir a diferença para os rivais da Qualcomm. É a mesma Mali-T830, mas com um núcleo gráfico da GPU a mais ativado. A CPU também recebeu um pequeno ganho em velocidade, chegando a 1,9 GHz.

Especificações técnicas:

  • CPU octa-core formada por 8 Cortex-A53 de 1,6 GHz (1,9 GHz no 7880)
  • GPU Mali-T830 MP2 de 700 MHz (Mali-T830 MP3 no 7880)
  • Memória RAM dual-channel LPDDR3 933 MHz (14,9 GB/s)
  • Suporte à memória eMMC 5.1
  • Processamento duplo de imagens
  • Modem LTE Cat 6 download e upload Cat 4
  • Wi-Fi 802.11ac
  • Suporte HDMI 1.4, vídeos 2K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Fabricação 14nm HKMG

Podemos encontrar o Exynos 7870 no Galaxy A3 2017, J5 2017, J5 Prime, J7 Metal, J7 2017, J7 Prime e J7 Pro. Para quem está mais interessado no chipset com CPU mais rápida e GPU mais potente da Samsung, podemos encontrar o Exynos 7880 no Galaxy A5 2017 e A7 2017.

Exynos 7872 e 7885

Enquanto os modelos citados já são consideravelmente antigos, Samsung finalmente renovou sua linha de chipsets de gama média no final de 2017, trazendo dois novos produtos para o segmento. Temos aqui o Exynos 7872 com processador hexa-core e o Exynos 7885 com CPU octa-core. Ambos compartilham da mesma arquitetura da ARM e têm muito em comum.

Especificações técnicas do Exynos 7872:

  • CPU hexa-core formada por 2 Cortex-A73 de 2 GHz + 4 Cortex-A53 de 1,6 GHz
  • GPU Mali-G71 MP1 de 1200 MHz
  • Memória RAM dual-channel LPDDR3 1033 MHz (16,5 GB/s)
  • Suporte à memória eMMC 5.1
  • Processamento duplo de imagens
  • Modem LTE Cat 7 download (300 Mbps) e upload Cat 13 (150 Mbps)
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 5.0
  • Suporte HDMI 1.4, vídeos 2K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Fabricação 14nm LPP

A linha de chipsets Exynos não é exclusiva dos produtos da Samsung. O smartphone Meizu M6s conta com o modelo 7872 e outros chineses podem adotar a novidade da gigante sul-coreana em 2018.

Especificações técnicas do Exynos 7885:

  • CPU hexa-core formada por 2 Cortex-A73 de 2,2 GHz + 6 Cortex-A53 de 1,6 GHz
  • GPU Mali-G71 MP2 de 1300 MHz
  • Memória RAM dual-channel LPDDR3 1033 MHz (16,5 GB/s)
  • Suporte à memória eMMC 5.1
  • Processamento duplo de imagens
  • Modem LTE Cat 12 download (600 Mbps) e upload Cat 13 (150 Mbps)
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 5.0
  • Suporte HDMI 1.4, vídeos 2K 60FPS e codecs H.265/HEVC
  • Fabricação 14nm LPP

Entre os modelos apresentados com este chipset temos os Galaxy A8 (2018) e o Galaxy A8 Plus, sendo estes os intermediários premium mais recentes da Samsung disponíveis no Brasil.

MediaTek

Se a MediaTek reina quando o assunto são chipsets básicos, na gama de intermediários ela conta com concorrência mais acirrada da Samsung e Qualcomm. A empresa conta com a linha Helio P, que vem ganhando novos integrantes a cada ano. O P22 é o mais recente, sendo focado nos smartphones intermediários mais simples.

Helio P20, P23 e P25

O Helio P20 é a versão atualizada dos modelos P10 e P15 lançados em 2015. Este chipset chegou em 2016 trazendo pequenas melhorias e processador mais rápido. No entanto, a diferença no desempenho não chega a ser grande comparado aos outros citados. A vantagem aqui fica para o processo de fabricação a 16nm FinFET, o que ajuda a reduzir o consumo de energia.

Especificações técnicas do Helio P20:

  • CPU formada por 8 núcleos Cortex-A53 com velocidade máxima de 2,3 GHz
  • GPU Mali-T880 MP2 de 900 MHz
  • Memória LPDDR3-933 ou LPDDR4-1600 MHz em dual-channel
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K24fps
  • Suporte a câmeras de até 24 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 1920 x 1080
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 16nm FinFET

Com o chipset Helio P20 podemos encontrar os smartphones Samsung Galaxy J7 Max, Galaxy On Max, Sony Xperia XA1, XA1 Plus, XA1 Ultra, Ulefone Armor 2, UMI Z1 e Z1 Pro.

Especificações técnicas do Helio P23:

  • CPU formada por 4 Cortex-A53 de 2,3 GHz + 4 Cortex-A53 de 1,64 GHz
  • GPU Mali-G71 MP2 de 770 MHz
  • Memória LPDDR4X de 1600 MHz em dual-channel
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 24 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 1920 x 1080
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 16nm FinFET

O Helio P23 não é um chipset muito popular. O componente pode ser encontrado nos smartphones Koolnee K1, Elephone U, Vernee X Ulephone Power 3, Oukitel K6 e K10. Tenha em mente que alguns desses aparelhos citados ainda não foram lançados oficialmente, mas tiveram suas especificações reveladas por suas respectivas fabricantes.

Especificações técnicas do Helio P25:

  • CPU formada por 4 Cortex-A53 de 2,6 GHz + 4 Cortex-A53 de 1,64 GHz
  • GPU Mali-T880 MP2 de 900 MHz
  • Memória LPDDR4X de 1600 MHz em dual-channel
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 24 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 1920 x 1080
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 16nm FinFET

O lançamento mais recente com o Helio P25 é o Vivo X da Blu. Há também outros modelos chineses lançados no final de 2017, como Doogee Mix 2. Sem falar de smartphones intermediários que serão lançados nos próximos meses, como o Oukitel WP5000.

Helio P22

O Helio P22 é uma versão melhorada do A22, que é destinado a smartphones de entrada. Os dois têm muito em comum, mudando apenas o processador octa-core no P22, enquanto temos apenas quatro núcleos do A22. Ambos contam com processo de fabricação em 12nm.

Especificações técnicas:

  • CPU formada por 8 Cortex-A53 de 2 GHz
  • GPU IMG PowerVR GE8320 550 MHz
  • Memória RAM LPDDR3 (933 MHz) ou LPDDR4X (1600 MHz) e eMMC 5.1 para armazenamento
  • Modem LTE X6 Cat 7 download e Cat 13 upload
  • GSM, UMTS, GPRS, HSPA+, HSUPA, TD-SCDMA e EVDO
  • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac e Bluetooth 5.0
  • Suporte a telas com resolução máxima de 1600 x 720 pixels
  • Configuração de câmera simples de 21 MP ou dupla 13+8 MP
  • Suporte à gravação de vídeos em 1080p30
  • Fabricação 12nm FinFET

O Helio P22 pode ser encontrado nos smartphones Redmi 6 da Xiaomi e Y83 da Vivo.

Helio P60

O grande destaque para o começo de 2018 por parte da MediaTek é o chipset Helio P60 anunciado durante a MWC 2018. Ele traz um salto maior em desempenho comparado aos demais membros da linha P. Além disso, ele tem processo de fabricação mais avançado.

Especificações técnicas:

  • CPU formada por 4 Cortex-A73 de 2 GHz + 4 Cortex-A53 de 2 GHz
  • GPU Mali-G72 MP3 de 800 MHz
  • Memória LPDDR4X de 1800 MHz em dual-channel
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 32 MP ou dupla 20+16 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 5.0
  • Suporte a telas com resolução de QuadHD+ (2880 x 1440)
  • Modem LTE Cat 7 download (300 Mbps) e Cat 13 upload (150 Mbps)
  • Fabricação 12nm FinFET

O chipset ainda está em fase de produção e chegará ao mercado no final do primeiro semestre. Até o final do ano deveremos ver alguns lançamentos com o Helio P60.

Helio X20, X23, X25 e X27

Enquanto a linha Helio P tem foco nos intermediários mais básicos, a linha Helio X chegou com a promessa de entregar grande desempenho com baixo custo. O seu diferencial está em trazer processador com dez núcleos, sendo o X20 o primeiro da linha lançado em 2016. Não demorou muito para que a MediaTek trouxesse uma versão turbinada, o X25.

Especificações técnicas do Helio X20:

  • CPU formada por 2 Cortex-A72 a 2,1 GHz, 4 Cortex-A53 a 1,85 GHz e 4 Cortex-A53 a 1,4 GHz
  • GPU Mali-T880 MP4 de 780 MHz
  • Memória LPDDR3-800 em dual-channel e eMMC 5.1
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 32 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 2560 x 1600
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 20nm FinFET

O Helio X20 é bastante popular, e pode ser encontrado em uma infinidade de smartphones, como: Meizu MX6, LeEco Le 2, Elephone S7, Xiaomi Redmi Note 4, Vernee Apollo X, Alcatel Flash, entre vários outros chineses. Para o Helio X25 temos uma versão turbinada do Elephone S7.

Especificações técnicas do Helio X23:

  • CPU formada por 2 Cortex-A72 a 2,3 GHz, 4 Cortex-A53 a 1,85 GHz e 4 Cortex-A53 a 1,4 GHz
  • GPU Mali-T880 MP4 de 800 MHz
  • Memória LPDDR3-800 em dual-channel e eMMC 5.1
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 32 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 2560 x 1600
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 20nm FinFET

O X23 é uma versão levemente turbinada do X20, estando presente no smartphone chinês Le 3 Pro da LeEco. Talvez um aparelho de maior conhecimento do público com este chipset seja o Lenovo K8 Note.

Especificações técnicas do Helio X25:

  • CPU formada por 2 Cortex-A72 a 2,5 GHz, 4 Cortex-A53 a 2 GHz e 4 Cortex-A53 a 1,55 GHz
  • GPU Mali-T880 MP4 de 800 MHz
  • Memória LPDDR3-800 em dual-channel e eMMC 5.1
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 32 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 2560 x 1600
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 20nm FinFET

O Helio X25 é mais antigo que o X23 e pode ser encontrado em uma quantidade consideravelmente maior de smartphones: Elephone P900, LeEco Le 2 Pro, Meizu Pro 6, Xiaomi Redmi Pro, Meizu Pro 6s, Vernee Apollo, Elephone S7 e Elephone S8.

Especificações técnicas do Helio X27:

  • CPU formada por 2 Cortex-A72 a 2,6 GHz, 4 Cortex-A53 a 2 GHz e 4 Cortex-A53 a 1,6 GHz
  • GPU Mali-T880 MP4 de 800 MHz
  • Memória LPDDR3-800 em dual-channel e eMMC 5.1
  • Suporta gravação de vídeos na resolução 4K30fps
  • Suporte a câmeras de até 32 MP
  • Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1
  • Suporte a telas com resolução de 2560 x 1600
  • Modem LTE Cat 6 com taxa de download de até 300 Mbps
  • Fabricação 20nm FinFET

O Helio X27 foi lançado em meados de 2017 e apresenta uma popularidade limitada entre os smartphones. Podemos encontrar o chipset da MediaTek nos modelos Umi Z, UMIDIGI Z Pro, LeEco Le 3 Pro e Ulefone Gemini Pro.

Atualizado (16/07/2018): foram incluídos os modelos Helio P22 da MediaTek e Snapdragon 710 da Qualcomm.


45

Comentários

Processadores mobile: conhecendo as melhores opções com desempenho ideal

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho