LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desempenho do Galaxy J5 Pro | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

28 de outubro de 2017 24

Já faz algum tempo que estamos com o Galaxy J5 Pro na bancada, e agora finalmente conseguimos encerrar os testes para trazer para vocês. Vamos começar com o teste de desempenho.

O J5 Pro tem o mesmo hardware do J7 Neo: processador Exynos 7870, com oito núcleos de clock máximo a 1,6GHz. A placa gráfica é a Mali-T830 MP2 e o dispositivo tem 2GB de RAM para auxiliar.

Teste de velocidade

Começamos com o nosso teste de velocidade, que consiste em cronometrar o tempo que o aparelho leva para abrir 12 aplicativos, sendo quatro nativos, relógio, câmera, galera e configurações, e o restante alguns populares na Google Play Store: Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Adobe Photoshop Mix, e os jogos Pokémon GO e Asphalt 8 para encerrar.

A primeira volta foi realizada em 1min18s, enquanto a segunda fechou, curiosamente, em mais tempo, totalizando 1min22s. No total, foram 2min40s para abrir todos os apps e reabrí-los, sendo que todos precisaram ser recarregados, por conta dos 2GB de RAM. Esse tempo é praticamente o mesmo que vimos com o J7 Neo.

AnTuTu

Já vimos que ele tem uma boa velocidade para acessar os processos, apesar de não segurar muitos abertos ao mesmo tempo. Agora, vamos ver o que dizem as ferramentas de benchmark.

No AnTuTu, foram 46.645, com os testes passando razoavelmente suaves, sem grandes pulos na taxa de quadros, como você está vendo aí na tela.

GeekBench

A segunda ferramenta, o GeekBench, começa com um teste de CPU, que avalia a performance dos núcleos do processador. No single-core, foram 730 pontos, enquanto no multi-core essa taxa pula para 3.654.

O segundo teste, que avalia a placa gráfica, que no caso é a Mali T-830 MP2, o J5 Pro somou 2.335 pontos.

3D Mark

Passamos também o teste chamado Sling Shot Extreme, pela ferramenta 3D Mark. Esse benchmark faz vários testes diferentes com imagens bem pesadas, e normalmente roda bem travado nesses dispositivos intermediários de entrada. Não foi diferente com o J5 Pro.

No fim das contas, o smartphone da Samsung somou 238 pontos nessa ferramenta.

GFX Bench

A quarta ferramenta é outra a avaliar o desempenho da placa gráfica. No GFX Bench a gente passa dois testes, sendo que o primeiro, o Manhattan, é feito em três etapas, uma delas em QUad HD, com a tela desligada, outro com a resolução nativa do aparelho, que nesse caso é HD, e é feito com a tela ligada; e um terceiro com a tela desligada de novo, em Full HD.

Os resultados dessa etapa foram, seguindo a ordem mencionada, de 1,7, 7,4 e 3,2 fps em média.

O outro teste é chamado T-Rex, e é um pouco mais leve. Ele também é feito com a tela ligada e desligada, sendo no primeiro caso com a resolução nativa e, no segundo, em Full HD. E, de novo seguindo a ordem citada, os resultados foram de 20 quadros por segundo e 12 fps em média.

Gamebench

E, por fim, nossa quinta e última ferramenta de benchmark, o Gamebench, que mede a taxa de quadros por segundo e uso do hardware em jogos. O pessoal do aplicativo nos ofereceu uma conta premium, que nos permite fazer análise mais profunda dos títulos, com um tempo maior de jogatina e mais títulos. São seis no total.

O Asphalt 8 retornou uma média de 26 fps em pouco mais de 15 minutos de jogatina, com 10% da CPU utilizada.

Asphalt Xtreme já conseguiu atingir o máximo de 30 fps permitido pelas configurações padrão do título, consumindo 9% da CPU;

Já Modern Combat 5 chegou a 29 quadros por segundo de média, com 54% da CPU utilizada.

Nosso título mais pesado, o Injustice 2, cravou 20 fps, uma marca muito boa e que eu não vi em nenhum outro aparelho da categoria até agora nesse game. A CPU teve 9% de uso.

Fechando com os títulos mais casuais, Clash Royale conseguiu 59 fps com 7% da CPU, enquanto Subway Surfers atingiu 60 fps, mas com 23% da CPU.

Conclusão

A conclusão é que o J5 Pro é um intermediário que cumpre o que promete. Consegue rodar bem os aplicativos do dia a dia, sem muitos engasgos, mas há um limite de apps simultâneos que você vai conseguir utilizar sem problemas, que fica em torno de 7 ou 8 apps, dependendo do peso dessas aplicações, claro.

Em jogos, o dispositivo fez bonito. A opção pelo uso da resolução HD ajuda bastante aqui, mas o fato é que você vai poder jogar até alguns títulos mais pesados sem grandes problemas. Não vai ser o melhor desempenho do mundo, mas não vai atrapalhar seu progresso.

Considerando a faixa de preço, que já custa menos de R$ 1.000 hoje no varejo, é um aparelho que vale a pena, sim, na questão do desempenho.

Mas, e aí, o que você achou da performance do Galaxy J5 Pro? Atendeu suas expectativas? Superou? Te decepcionou? Conta pra gente aí no campo de comentários.

O Samsung Galaxy J5 Pro está disponível na Submarino por R$ 1.294. Para ver as outras 6 ofertas clique aqui.
(atualizado em 18 de janeiro de 2019, às 01:06)

24

Comentários

Desempenho do Galaxy J5 Pro | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho