LOADING...
Faa login e
comente
Usurio ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Voc est quase pronto! Agora definir o seu nome de usurio e senha.
Usurio
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, voc um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

XZ Premium, Pixel 2 XL, iPhone 7 Plus e 8 Plus | Comparativo de telas do TudoCelular

21 de novembro de 2017 6

Após realizarmos um embate entre o Xperia XZ Premium, Pixel 2 XL, iPhone 7 Plus e 8 Plus em comparativo de câmeras, chegou a hora de ver a diferença entre as telas de cada aparelho. Aqui temos dois tipos de tecnologias: P-OLED no smartphone da Google e IPS LCD nos aparelhos da Sony e Apple.

Foram realizados vários testes que vão desde a medição do nível de brilho das telas, seja no máximo ou no mínimo suportado pelo aparelho, assim como a visibilidade em ambiente externo e também no escuro, buscando verificar qual aparelho oferece a menor fadiga visual.

Para o nosso teste externo usamos o mesmo grupo de imagens de outros vídeos com o brilho de tela de cada aparelho no máximo e em modo automático, já que todos os flagships analisados contam com modo boost de brilho para forçar a iluminação do painel por um curto período de tempo.

O teste é dividido em três etapas:

  • Ambiente externo ensolarado
  • Ambiente interno com luz artificial
  • Ambiente interno noturno

O teste em ambiente interno com luz artificial foi realizado com as telas de todos os aparelhos niveladas manualmente para 200 lux, algo possível graças ao uso de um luxímetro digital. Desta forma, neste teste comparamos basicamente a fidelidade de cores e o contraste de cada uma delas.

Por fim, o teste no escuro mostra qual atinge o maior brilho, assim como qual aparelho oferece o brilho mais baixo, o que ajuda a reduzir o desconforto visual. Aproveitamos ainda para colocar todos os dispositivos com brilho máximo neste cenário, permitindo uma boa análise da diferença de cada display.

77 x 156 x 7.9 mm
5.5 polegadas - 3840x2160 px
76.2 x 157.5 x 7.6 mm
6 polegadas - 2880x1440 px
77.9 x 158.2 x 7.3 mm
5.5 polegadas - 1920x1080 px
78.1 x 158.4 x 7.5 mm
5.5 polegadas - 1920x1080 px
Ir para pgina de comparao

O Pixel 2 XL é o que apresenta a maior tela deste comparativo, com 6 polegadas, mas não é o que entrega a maior resolução. Enquanto o smartphone da Google oferece 1440 x 2880 pixels, o da Sony traz resolução 4K, com mais de 800 pixels por polegada. Uma concentração surpreendente, mas que na prática não faz muita diferença.

O smartphone da Google é o único do nosso comparativo que não conta com tela IPS LCD, trazendo um painel P-OLED desenvolvido pela LG. O seu diferencial está no contraste infinito, o que permite ter preto absoluto na tela, já que os pixels acabam sendo desligados quando nenhuma cor é exibida pelo painel.

Os dois iPhones contam com tela similares, sendo um painel IPS LCD de 5,5 polegadas com resolução Full HD. O que muda é que a nova geração oferece um brilho mais alto e também conta com o recurso True Tone, que controla o balanço de branco de acordo com a luz ambiente, deixando as cores mais quentes ou frias na tela do aparelho.

Ambiente externo

Em nosso primeiro teste vemos que o Xperia XZ Premium é o que entrega o pior resultado. A tela do aparelho não é apenas a que alcança o menor brilho dos quatro, mas também é o que tem o vidro com maior nível de reflexos. O Pixel 2 XL, por outro lado, é o que apresenta o brilho mais alto quando no automático, mas não mantém esse nível de brilho por muito tempo.

O iPhone 8 Plus entrega mais brilho que seu antecessor, mas notamos uma melhor visibilidade no iPhone 7 Plus. Possivelmente, o vidro que cobre a tela deve ter uma clareza maior e incidir menos a luz que da geração atual. Nenhum oferece excelente visibilidade ao sol, especialmente se a luz incidir diretamente na tela do aparelho.

Ambiente interno

Agora em ambiente interno podemos ver melhor a diferença na qualidade de tela de cada aparelho. Apesar de contar com tecnologia OLED, o smartphone da Google não exagera na saturação das cores. Mesmo usando o perfil cores vívidas, temos praticamente o mesmo nível de saturação visto em telas IPS LCD.

A tela da Sony é que a mais satura as cores, mas permite ao usuário reduzir esta saturação ao escolher entre três perfis (super-vívido, padrão e profissional). O smartphone da Sony também permite ajustar o balanço de branco e até a intensidade das cores primárias de forma individual.

Os smartphones da Apple não oferecem perfis de saturação, mas o iPhone 8 Plus traz o recurso True Tone, que trabalha de forma automática para entregar o melhor equilíbrio de cores possível.

No geral, todos oferecem ótima qualidade de imagem e reprodução de cores, mas o smartphone da Google tem o diferencial do contraste infinito, o que gera preto de verdade e não um cinza escuro como nas telas da Sony e Apple.

Ambiente noturno (brilho mximo)

Em nosso teste no escuro com o brilho no máximo na tela de cada aparelho vemos que o Pixel 2 XL é o que apresenta a imagem mais estourada. O mesmo também é visto nos smartphones da Apple, enquanto no Xperia XZ Premium temos cores mais equilibradas, mas devido ao brilho mais baixo que deixa as cores menos estouradas no escuro.

Claro que usar o smartphone no escuro com o brilho no máximo não é recomendável, já que resultará em forte desconforto visual e até mesmo dor de cabeça ao usuário. Desta forma, também realizamos o nosso comparativo com o brilho no mínimo para ver qual aparelho causa uma menor fadiga visual ao ser usado no escuro.

Ambiente noturno (brilho mnimo)

Curiosamente, mesmo o Xperia XZ Premium contando com o brilho mais baixo do nosso comparativo, ele acabou entregando o pior resultado neste teste. O brilho mínimo da tela do flagship da Sony é o mais alto, e, consequentemente, o que causa um maior desconforto visual.

O Pixel 2 XL apresenta uma oscilação na atualização de tela, mas isso só é perceptível através de câmera. A olho nu não vimos nenhum problema na exibição de imagens com o aparelho da Google. No entanto, aqueles que são mais sensíveis a ‘flicker’ devem acabar ficando incomodados com a tela P-OLED do aparelho.

Os dois iPhones foram o que apresentaram o brilho mais baixo, sendo os mais agradáveis de serem usados no escuro.

Imagens usadas

Para tornar tudo o mais justo possível, estamos disponibilizando as imagens utilizadas no teste, permitindo assim que você as visualize em seu próprio smartphone e compare ao resultado demonstrado em nossos testes.

Vale lembrar ainda que algumas variações correspondem também à própria câmera utilizada para registrar as cenas, já que ela tende a balancear o máximo possível a diferença de brilho entre as telas, dependendo então do ponto que pegou como referência

Medio de brilho

Brilho máximo com imagem branca

  • Xperia XZ Premium: 525 lux (máximo de 546 lux no automático)
  • Pixel 2 XL: 840 lux (máximo de 1012 lux no automático)
  • iPhone 7 Plus: 610 lux (máximo de 716 lux no automático)
  • iPhone 8 Plus: 870 lux (máximo de 980 lux no automático)

Brilho mínimo com imagem branca

  • Xperia XZ Premium: 8 lux
  • Pixel 2 XL: 9 lux
  • iPhone 7 Plus: 2 lux
  • iPhone 8 Plus: 3 lux

Brilho máximo com imagem preta

  • Xperia XZ Premium: 3 lux
  • Pixel 2 XL: 0 lux
  • iPhone 7 Plus: 3 lux
  • iPhone 8 Plus: 4 lux

Brilho mínimo com imagem preta

  • Xperia XZ Premium: 0 lux
  • Pixel 2 XL: 0 lux
  • iPhone 7 Plus: 0 lux
  • iPhone 8 Plus: 0 lux
Concluso

O Pixel 2 XL é o que consegue alcançar o brilho mais alto no modo automático, mas ele não segura o brilho alto por muito tempo. Talvez seja uma medida adotada pela Google para ajudar a economizar energia no aparelho. O que importa é que ele oferece ótimo equilíbrio de cores, mas não no nível de saturação para aqueles que curtem as telas AMOLED da Samsung.

O iPhone 8 Plus traz brilho mais alto que seu antecessor, além de recurso True Tone para balanço de branco de acordo com o ambiente, entregando um melhor equilíbrio de cores. No entanto, não vimos um salto considerável que justifique a troca do iPhone 7 Plus pelo novo smartphone da Apple.

O iPhone 7 Plus, como já de conhecimento, traz cores equilibradas por padrão. Sua tela tem bom nível de brilho, o que não compromete muito a usabilidade em ambiente externo com forte iluminação. Além disso, seu brilho baixo ajuda a usar o smartphone de forma confortável no escuro.

O Xperia XZ Premium fica em último em nosso comparativo. Ele oferece o brilho mais baixo, o que compromete usar o aparelho em ambiente externo. Assim como o Pixel 2 XL, ele tem brilho mínimo relativamente alto, o que acaba gerando um maior desconforto para quem usa o celular no escuro. Sua tela também exagera na saturação das cores, mas também permite escolher perfis diferentes para entregar cores menos artificiais.

(atualizado em 10 de agosto de 2020, s 21:56)

6

Comentrios

XZ Premium, Pixel 2 XL, iPhone 7 Plus e 8 Plus | Comparativo de telas do TudoCelular

Moto G8 Power Lite vs Galaxy A30s: uma comparao com pouco sentido | Comparativo

Galaxy A30s vs Galaxy A31: e agora, as mudanas so para valer? | Comparativo

Galaxy A50 vs Moto G8 Plus: voc ficaria com atualizao ou bateria? | Comparativo

MIUI, OneUI, EMUI: as diferenas entre as interfaces Android | TudoCelular Entenda