LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desempenho do Xiaomi Mi Max 2 | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

12 de dezembro de 2017 38

O Mi Max 2 é um smartphone para quem aprecia telas grandes. A tela de 6,4 polegadas permite o uso para conteúdo multimídia com bastate conforto, mas é preciso poder de processamento para garantir fluidez. E é justamente esse aspecto que colocamos a prova em nosso teste oficial de desempenho.

Vale relembrar que o smartphone grandão da Xiaomi traz a plataforma Qualcomm Snapdragon 625, acompanhada de 4 GB de RAM, que são garantidas por uma generosa bateria de 5300 mAh.

Para você que ainda não conhece o teste de velocidade oficial do TudoCelular, nós realizamos diversas provas, incluindo uma simulação prática de abertura de aplicativos, ferramentas de benchmark e, claro, a performance em jogos. E nós iniciamos pela medição de velocidade na abertura e reabertura de 12 apps.

Teste de velocidade

O Mi Max 2 com Android 7 Nougat conseguiu abrir os 12 aplicativos em um tempo de 1 minuto e 7 segundos, com mais 20 segundos na segunda volta para o tempo total de 1 minuto e 27 segundos. Um tempo 17 segundos maior do que o Moto Z2 Play com a plataforma Snapdragon 626.

AnTuTu

Seguindo para as ferramentas de benchmark, e iniciando com o AnTuTu, temos para o Mi Max 2 a marcar de 63.845 pontos, um pouco abaixo dos 67 mil do teste realizado com o Moto Z2 Play.

GeekBench

No GeekBench, que avalia o poder de processamento do dispositivo móvel medindo o desempenho individual e coletivo dos núcleos do processador Snapdragon 625 e da GPU Adreno 506, temos para o Mi Max 2, 870 pontos no teste single-core e 4263 pontos no multi-core, com 3081 pontos para a GPU. Resultado que ao ser comparado com o do Moto Z2 Play, reafirma a pouca diferença para a versão atualizada do chip da Qualcomm.

GFX Bench

No GFX Bench, que foca ainda mais na parte gráfica, os números dos testes Manhattan (que usa a API gráfica Open GL 3.0 na resolução padrão do dispositivo e também em FullHD), além do T-Rex (com API OpenGL 2.0), e os resultados foram de 9 fps na primeira prova e entre 22 fps e 23 fps na segunda. Números novamente semelhantes ao do dispositivo da Motorola com chip semelhante.

3D Mark

No 3D Mark, também voltado para o teste gráfico, o Mi Max 2 conseguiu marcar 464 pontos no teste Sling Shot Extreme, um pouco menos do que os 471 pontos do Snapdragon 626 no Moto Z2 Play.

GameBench

Finalmente, também testamos alguns jogos, desta vez, medindo as taxas de quadros por segundo e exigência do sistema, com a ajuda do aplicativo GameBench. Os títulos utilizados foram Asphalt 8, Asphalt Xtreme, Modern Combat 5 Injustice 2, Clash Royale e Subway Surfers.

FPS CPU GPU Memória
Asphalt 8 25 8% 83% 420 MB
Asphalt Xtreme 30 8% 59% 398 MB
Modern Combat 5 29 11% 62% 429 MB
Injustice 2 28 11% 91% 598 MB
Clash Royale 59 5% 75% 302 MB
Subway Surfers 60 16% 78% 253 MB

Em Asphalt 8 o Mi Max 2 usou 8% da CPU, 83% da GPU e 420 MB de RAM para manter uma taxa média de 25fps, em Asphalt Xtreme temos a taxa de 30 fps, com um uso semelhante de recursos, 8% da CPU, 59% da GPU e 398 MB de RAM.

Foram necessários 11% da CPU, 62% da GPU e 429 MB de RAM para manter 29fps em Modern Combat 5, enquanto o jogo de luta Injustice 2 forçou a GPU em 91%, a CPU em 11% e a RAM em 598 MB para manter a taxa de quadros por segundo em 28.

Fechando temos Clash Royale com média de 59fps e uso de apenas 5% da CPU, 75% da GPU e 302 MB de RAM, um uso de processamento que se repetiu em Subway Surfers, que manteve taxa de 60 quadros por segundo com uso de 16% da CPU, 78% da GPU, com 253 MB de RAM.

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

Percebemos no teste de desempenho do Mi Max 2 que, apesar de ser exigido em demasia em alguns jogos, a plataforma Snapdragon 625 com Adreno 506 manteve uma média confortável de média de quadros por segundo em todos os títulos testados, garantindo a diversão sem travadas.

Os benchmarks demonstraram que o phablet da Apple chinesa não vai deixar o usuário na mão, com velocidade para evitar que travadas sejam percebidas na espaçosa tela.

Como importar

A GearBest cedeu o smartphone utilizado no vídeo. Você pode encontrar o Xiaomi Mi Max 2 por US$ 240 (~R$ 800*) com frete grátis, mas sem considerar taxas de importação. E se você ainda não sabe como importar, basta conferir nosso passo a passo em uma pauta especial, lembrando que você pode parcelar a compra em até 12x no cartão de crédito.

*Cotação do dia 15/10

Vale lembrar também que algumas varejistas online brasileiras já oferecem o Mi Max 2 com garantia, mas por um valor quase duas vezes maior que o oferecido lá fora.

O Xiaomi Mi Max 2 ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

38

Comentários

Desempenho do Xiaomi Mi Max 2 | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho