LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Detetive TudoCelular: confira algumas fake news populares sobre o Carnaval

13 de fevereiro de 2018 3

É claro que não podemos generalizar, mas, para a maioria dos brasileiros, o Carnaval é uma das melhores épocas do ano. No "pior" dos casos, a data comemorativa pode lhe render quatro dias de descanso ininterrupto (sábado, domingo, segunda e terça-feira), além da oportunidade de folgar nas primeiras horas da Quarta-feira de Cinzas. Fica a critério de cada um usar esse tempo livre para recarregar as forças ou festejar na rua com os amigos e familiares.

De qualquer forma, é óbvio que uma época tão popular assim se tornaria um prato-cheio para os formadores de boatos de plantão. A propagação de notícias falsas sobre o feriado já era algo normal mesmo antes da febre das fake news; agora, contudo, a situação beira o incontrolável. Basta entrar no Facebook ou ficar online no WhatsApp para ser bombardeado com informações forjadas a respeito do Carnaval brasileiro.

Sendo assim, nesta edição do Detetive TudoCelular, resolvemos selecionar três fake news a respeito da data comemorativa. Algumas delas são novinhas em folha, tendo sido geradas há poucos dias. Porém, outras são bem antigas e continuam reaparecendo todo ano para enganar novos internautas inocentes. Fique de olho e tome cuidado para não cair em pegadinhas nas redes sociais!

Vamos curtir o Carnaval sem fake news?
Michel Temer quer barrar o Carnaval?

Este é um belo exemplo de fake new que é bem antiga, mas acaba revivendo todo ano e sendo republicada tanto em sites suspeitos quanto nas redes sociais. De acordo com a "notícia", o próprio Michel Temer, atual presidente do Brasil após o impeachment de Dilma Rousseff, estaria planejando cancelar o Carnaval em todo o território nacional, alegando que a crise econômica que assola o país não lhe permitira gastar dinheiro com tal futilidade.

A decisão de Temer seria, na teoria, parte da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que também ficou conhecida como "PEC dos gastos" ao sugerir o congelamento de diversas despesas governamentais pelo período de 20 anos. A falsa notícia ainda cita uma suposta declaração do presidente: "Não apenas não repassaremos mais nem um real para financiamento de Carnaval como aboliremos a festa, o feriado e proporemos calendário trabalhista normal".

Michel Temer quer abolir o Carnaval?

É claro que um anúncio desses deixaria muita gente revoltada; contudo, tal notícia "chocante" é falsa, tendo sido inventada pelo portal Diário Pernambucano (um site humorístico à la Sensacionalista) no segundo semestre de 2016. Em janeiro de 2017, a fake new voltou a circular, e, novamente, foi requentada em janeiro deste ano para enganar mais internautas. Contudo, basta prestar atenção aos detalhes para confirmar que Temer jamais fez tal proposta.

Primeiramente, o texto íntegro da PEC 241 é público (clique no link acima) e, se o consultarmos, veremos que ali não há nenhuma citação sobre o Carnaval. Em segundo lugar, a data já não é considerada um feriado; tudo depende de cada empresa, que pode ou não conceder folga aos seus funcionários durante as celebrações. Sendo assim, não há como Temer "abolir o feriado" e tampouco "propor um calendário trabalhista normal", pois essa é uma decisão pessoal de cada empreendimento privado.

Próximo!

Deputado marcando presença para amigos foliões?

Em contraste com a fake new anterior, este boato aqui é novinho em folha, tendo surgido no Facebook na última sexta-feira (9). Trata-se de um vídeo que, na teoria, mostra um político brasileiro marcando presença para seus amigos da Câmara dos Deputados, que teriam se ausentado do trabalho naquele dia para já curtir o Carnaval. O clipe tem menos de um minuto e exibe claramente um indivíduo engravatado inserindo os crachás eletrônicos nos computadores que servem como máquina de ponto.

Acontece que, mesmo já tendo quase 900 mil visualizações e 43 mil compartilhamentos, esse vídeo não é uma prova da corrupção de deputados brasileiros! Na verdade, o clipe retrata o Parlamento da Ucrânia, e é fácil identificar isso. Primeiramente, repare na bandeira ucraniana que aparece no thumbnail do vídeo:

Repare na bandeira da Ucrânia

Além disso, preste atenção nas máquinas usadas sobre as mesas dos deputados para votar nas sessões (e que abriga o cartão de ponto). Elas são típicas do Parlamento da Ucrânia, como podemos confirmar na seguinte foto retirada da web.

Computadores típicos do Parlamento da Ucrânia

Os computadores usados na Câmara dos Deputados do Brasil são bem mais modernos (acredite ou não), tendo um painel de controle bem sutil na parte frontal da mesa. Além disso, a identificação dos políticos é feita via impressão digital, e não por cartões, como ocorre na Ucrânia. Confira.

Foto ampliada para exibir as máquinas...
...e uma ilustração oficial de seu esquema de funcionamento

Por fim, não poderíamos deixar de ressaltar também que deputado algum precisaria falsificar seu ponto no dia 9, visto que, de acordo com a própria agenda no Portal da Câmara dos Deputados, a última sessão que haveria na tal sexta-feira ocorreu às 9h da manhã. De tarde, os políticos foram liberados e só retornarão no dia 15 durante a tarde. Confira a agenda clicando neste link.

Próximo!

Arnaldo Jabor critica as festividades?

Embora a nova geração de jovens desconheça seu nome, Arnaldo Jabor é uma figura de respeito no meio cinematográfico. Aos 77 anos, o carioca possui múltiplos talentos: é cineasta, roteirista, diretor de cinema e TV, produtor cinematográfico, dramaturgo, crítico, jornalista e escritor. Tantas qualidades assim fazem com que Jabor seja um alvo constante para internautas que planejam disseminar falsas notícias por aí.

Desde o Carnaval do ano passado, circula na web um texto erroneamente atribuído a Arnaldo e que critica a postura do brasileiro em relação ao Carnaval. Não replicaremos o artigo aqui por ser muito grande, mas, em resumo, o autor do escrito afirma "não entender" como o brasileiro pode ser explorado e castigado o ano inteiro e ainda conseguir esboçar um sorriso no rosto para comemorar tal feriado com alegria.

Jabor criticou os foliões?

Acontece que o carioca não tem nenhuma relação com tal texto. Pesquisando trechos da crítica no Google, podemos descobrir que ela apareceu pela primeira vez no site Jornal Cidades da Serra, sendo parte de uma coluna batizada de "Na ponta da caneta" e assinada por Claudir Benini, editor do Grupo Volp Comunicação. Você pode lê-lo através deste link. Tudo o que os falsários fizeram foram alterar algumas partes do artigo e assiná-lo como Arnaldo Jabor.

Fique de olho!

Como sempre, nosso conselho para quem deseja identificar uma notícia falsa nas redes sociais é sempre checar a veracidade da informação em sites confiáveis de jornalismo. Além disso, preste atenção nos detalhes em fotos e vídeos, identificando inconsistências ou indícios de manipulação. Caso a fake new seja a respeito de uma personalidade, órgão ou marca, procure confirmá-la em seus canais de comunicação oficiais, blogs, sites ou fanpages. Bom Carnaval!

Esta matéria faz parte da coluna Detetive TudoCelular, que visa desvendar notícias falsas que se espalham na internet e investigar fraudes que assolam os brasileiros na web. Você confere novos conteúdos toda terça e quinta-feira, aqui no TudoCelular. Continue acompanhando!


3

Comentários

Detetive TudoCelular: confira algumas fake news populares sobre o Carnaval
  • Na %uD83D%uDCA9 do Brasil os políticos não precisam fingir ir trabalhar, eles simplesmente criam uma lei para terem folga! Criam leis em benefício próprio em qualquer área, auxílio transporte, auxílio moradia, auxílio PALETÓ %uD83D%uDE31, etc....

      • cara vc nao viu o crivela ? viajar para alemanha, suecia...para VER sistema de seguranças, Ah para ne.

        Politicos sao o que sao porque nao cobramos dele apos as eleicoes, pq se cobrassemos eles cagariam de medo. Porque o povo é imprevisivel, se matamos por causa de um celular imagina por comida!

        • Excelente.

            OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

            Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

            Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

            Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho