LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Huawei é acusada de pedir 'falsos reviews' do Mate 10 Pro nos EUA

13 de fevereiro de 2018 68

Sabemos que a Huawei está prestes a desembarcar com tudo na 'terra do Tio Sam', oferecendo de forma oficial o Mate 10 Pro como seu primeiro modelo aos EUA, marcando a chegada da marca a mais um mercado – diga-se de passagem, um dos mais difíceis de se conquistar.

A empresa, que está com lançamento marcado para 18 de fevereiro, havia firmado parcerias com a Verizon e AT&T para vender seu top de linha, porém, ambas as operadoras cancelaram as negociações.

As propostas de parceria teriam sido recusadas por causa de crescentes 'preocupações políticas' em relação aos smartphones chineses e sua suposta 'péssima qualidade', que poderia 'representar uma ameaça à segurança'.

Sem o apoio das maiores operadoras de telefonia móvel do país, como a Huawei poderia obter sucesso na venda de flagship? – Aparentemente, recrutando pessoas para escreverem análises falsas.

A fabricante chinesa possui no Facebook um grupo com cerca de 60 mil membros, onde divulgou ao final de janeiro um 'concurso', no mínimo, suspeito.

Ela pedia para que as pessoas explicassem o motivo de seu interesse pelo Mate 10 Pro na seção de reviews do BestBuy (uma das maiores redes de varejo nos EUA) dedicada ao modelo:


Enquanto a publicação não pedia 'explicitamente' para que interessados criassem reviews falsos, a maioria dos comentários deixados tratou-se basicamente disso.

Alguns descrevem detalhadamente o Mate 10 Pro como sendo 'o melhor smartphone do mercado' – quando, na verdade, o modelo sequer começou a ser vendido ainda nos EUA.

Erro de comunicação

Em sua defesa, a fabricante explicou que, no momento do 'promoção', haviam duas campanhas sendo executadas ao mesmo tempo.

Uma delas havia sido planejada para atrair mais usuários para o programa de testes da empresa, outra visava obter o feedback desses usuários selecionados do Mate 10 Pro nos canais de venda.

Por causa de um erro interno de comunicação por parte do responsável pelo gerenciamento das redes sociais, o pedido para avaliações acabou sendo enviado para todos no grupo do Facebook, resultando na criação de análises falsas.

Sobre o ocorrido, um porta-voz da empresa comentou:

"A prioridade principal da Huawei é sempre o consumidor, e incentivamos nossos clientes a compartilharem suas experiências com nossos dispositivos usando sua própria voz e através de conversas autênticas.

Acreditamos que houve uma confusão em relação à uma recente publicação nas mídias sociais, que buscava recrutar novos testadores beta.

Embora existam análises deixadas pelos testadores beta, que possuem um amplo conhecimento do produto, eles não receberam benefícios monetários para fornecer suas opiniões honestas sobre o produto.

No entanto, estamos trabalhando para remover postagens feitas pelos testadores onde não foi divulgado que eles participaram do programa de testes.".

O Huawei Mate 10 Pro ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

68

Comentários

Huawei é acusada de pedir 'falsos reviews' do Mate 10 Pro nos EUA

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho