LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Atenção, criadores! YouTube começa a impedir canais menores de ganhar dinheiro com anúncios

21 de fevereiro de 2018 14

Depois de muita discussão e problemas, o YouTube vai começar a seguir suas novas regras para a monetização de vídeos dentro da plataforma. Desde ontem (20/02) as novas políticas entraram em vigor, sendo que elas prejudicam consideravelmente canais pequenos.

Para quem não se lembra, a plataforma de vídeos anunciou no fim de janeiro alguns novos critérios para que canais consigam monetizar seus vídeos. As principais exigências são: no mínimo, mil inscritos e quatro mil horas de conteúdo assistido ao longo dos últimos 12 meses.

Com isso, o YouTube torna mais difícil o ingresso no YouTube Partner Program, sendo que só resta aos criadores o ganho por meio do AdSense. Algo que prejudica e muito os pequenos canais que estão em busca de rentabilidade para conseguir investir no conteúdo dos vídeos.


No anúncio da medida, o YouTube afirmou que 99% dos canais abaixo desse novo limite estavam ganhando menos de US$ 100 por ano em 2017 e 90% ganharam menos de US$ 2,50 no último mês. Para eles, as novas regras:

vão permitir que possamos melhorar significativamente nossa habilidade de identificar os criadores que contribuem positivamente para a comunidade e vai nos ajudar a direcionar mais receita com anúncios para eles (e para longe dos atores ruins)

Grande parte da decisão do YouTube foi baseada na pressão de anunciantes que viram seus anúncios serem exibidos em vídeos de pedofilia e em conteúdo terrorista. Isso fez com que alguns deles abandonassem a plataforma durante a Black Friday. Por isso, o YouTube defende as as novas regras:

Elas vão nos ajudar a evitar que vídeos potencialmente inapropriados sejam monetizados, o que prejudica a receita de todos

Agora, quando um canal estiver habilitado para a monetização, ele terá que se submeter a uma revisão manual de seu conteúdo por parte da equipe da Google. Além disso, ele também precisará garantir uma certa frequência de postagem na plataforma.

Por enquanto, muitos youtubers ainda estão impactados com a chegada as novas regras, sendo que alguns canais menores já ameaçam ir para o Facebook Watch. No entanto, o YouTube se defende afirmando que essa é a única maneira de evitar que abusos ocorram.

Em um caso mais recente, a Google foi obrigada a punir um Youtuber após ele publicar um vídeo no qual exibiu o corpo de uma vítima de suicídio.

O que você achou da medida do YouTube? Conte para nós a sua opinião aqui nos comentários.


14

Comentários

Atenção, criadores! YouTube começa a impedir canais menores de ganhar dinheiro com anúncios

Moto G8 Power Lite vs Galaxy A30s: uma comparação com pouco sentido | Comparativo

Galaxy A30s vs Galaxy A31: e agora, as mudanças são para valer? | Comparativo

Galaxy A50 vs Moto G8 Plus: você ficaria com atualização ou bateria? | Comparativo

MIUI, OneUI, EMUI: as diferenças entre as interfaces Android | TudoCelular Entenda