LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

YouTube para Android testa algumas mudanças de nomes e ícones em partes da interface

14 de junho de 2018 6

O YouTube, um dos aplicativos que sempre passam por testes do Google, está novamente passando por algumas alterações de nome. Após experimentar mudanças na interface, a empresa está testando nomes e ícones na versão para Android da plataforma.

Nas imagens abaixo, você verá duas capturas de tela da seção - que anteriormente foi renomeada para "Activity", enquanto o nome "Shared" havia sido transferido para uma das duas guias na parte superior. No entanto, neste teste recente, o Google agora está chamando a guia inferior de "Inbox", ou no português "Caixa de entrada" e a guia superior de "Messages", ou "Mensagens".

Além disso, o ícone na parte inferior também muda, para ficar mais coerente com o termo utilizado. Considerando que a função se destina a trocar mensagens com seus amigos, os novos nomes e ícone parecem um pouco mais adequados, concorda?


Esses novos nomes não são visíveis para todos, ainda mais considerando o mercado global. Mais confuso ainda são alguns aparelhos que exibem o título "Mensagens" na parte superior mas não foi alterado para "Caixa de entrada" abaixo.

Mas, claro, esse é apenas mais um caso em que o Google aplica seus já conhecidos e confusos testes. E no seu aparelho, quais nomes aparecem?


6

Comentários

YouTube para Android testa algumas mudanças de nomes e ícones em partes da interface

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho