LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Clientes Vivo pré-pago e controle agora têm acesso ao WhatsApp sem consumir franquia móvel

11 de julho de 2018 24

A operadora de telefonia móvel Vivo, que trouxe o 4G na faixa de 700 MHz há pouco para Porto Alegre, acaba de presentear seus clientes pré-pago e controle com uma ótima novidade.

A partir da última sexta-feira (06), usuários desses planos ganharam acesso ao WhatsApp sem debitar da franquia de dados móveis, seja para envio ou recebimento de texto, vídeos audio ou imagens – chamadas de voz, vídeo ou links acessados pelo app ainda consomem dados.

O acesso ilimitado ao WhatsApp no pré-pago e controle da Vivo começou a ser divulgado em vários canais na internet, e já foi confirmado pela operadora.


Oferecendo essa facilidade a seus clientes, a empresa se junta ao grupo das operadoras que já trabalhavam com essa oferta em diversos de seus planos, incluindo os pré-pagos e Controle como, por exemplo, a TIM, Claro e Nextel.

De momento, apenas a Oi – que tem sido alvo de rumores especulando sua possível venda para a TIM – não trabalha com nenhum plano que ofereça o WhatsApp ilimitado sem descontar na franquia de dados móveis.

Lembrando que os clientes pré-pago e Controle da Vivo não precisam fazer nenhum tipo de alteração em seus portáteis para começar a desfrutar do WhatsApp sem consumir franquia de dados.


24

Comentários

Clientes Vivo pré-pago e controle agora têm acesso ao WhatsApp sem consumir franquia móvel

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho