LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

BLU Vivo XI Plus entrega mais desempenho por menos e bateria não decepciona

15 de setembro de 2018 55

A BLU retornou recentemente ao Brasil com o XI+, um intermediário com especificações técnicas potentes, belo design e diferenciais bacanas, como leitor facial 3D a laser, câmera dupla e carregamento wireless.

Depois de nossa análise completa, onde comentamos os principais pontos positivos e negativos do dispositivo, chegou a hora de falar especificamente sobre dois fatores que muitos julgam os mais importantes na hora da compra: desempenho e bateria.

Vale lembrar que em especificações técnicas o BLU Vivo XI+ entrega chipset MediaTek Helio P60, com oito núcleos a até 2 GHz, GPU ARM Mali-G72 MP3, 4 ou 6 GB de RAM e 64 ou 128 GB de espaço para o armazenamento interno, expansível via microSD. A tela é IPS LCD de 6,2 polegadas com resolução Full HD+, e o Android 8.1 Oreo precisa gerenciar todo o conjunto com uma bateria de 3.050 mAh.

No caso do modelo que recebemos pelas mãos da própria BLU, temos a versão mais potente, com 6 GB de RAM e 128 GB de espaço interno, então tenha em mente que a variante menos robusta pode ter um desempenho ligeiramente abaixo do apresentado em nosso teste prático.

Autonomia

O gráfico acima detalha os resultados alcançados nos testes específicos de reprodução de vídeos, gravação de vídeos e videochamadas pelo Skype, além de mostrar a estimativa de autonomia com jogos, tempo de recarga, e o que conseguimos em nosso teste de uso real.

Neste último caso, realizamos ciclos de execução de apps até que a bateria se esgote por completo, sendo utilizados:

  • 6 minutos de navegação no site do Tudo Celular usando o Chrome, vídeos no YouTube, vídeo no MX Player, streaming no Spotify, músicas offline no PowerAMP, WhatsApp e jogos;
  • 4 minutos de chamadas;
  • 2 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps.

Após um dia inteiro de testes, chegamos aos seguintes resultados:

  • Foi necessária 1 hora e 55 minutos para o carregador padrão de 10W da BLU preencher totalmente a bateria de 3.050 mAh do Vivo XI+.
  • Após 14 horas e 27 minutos, o aparelho finalizou os ciclos do teste com saldo de apenas 4% de energia restante.
  • O smartphone completou um total de 7 horas e 10 minutos com a tela ligada durante o teste.
  • Realizamos 9 ciclos completos de testes, que incluíram:
    • 54 minutos de navegação no Chrome;
    • 270 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp (música offline), MX Player (vídeo) e YouTube (54 minutos cada);
    • 54 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5, Injustice e Asphalt 8);
    • 54 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (18 minutos cada);
    • 36 minutos de chamadas de voz conectado às redes móveis;
  • O aplicativo que mais consumiu bateria foi o MX Player;
  • O aplicativo que menos devorou a bateria foi o Chrome.
Desempenho prático

Nosso teste prático de velocidade consiste na abertura de 12 aplicativos e a posterior reabertura dos mesmos, buscando demonstrar não apenas a agilidade e fluidez ao alternar entre apps como também a capacidade do sistema em gerenciar todos os processos rodando em segundo plano. Por aqui, temos Relógio, Câmera, Galeria, Configurações, WhatsApp, Facebook, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop Mix, Pokémon Go e Asphalt 8.

O Vivo XI+ conseguiu um ótimo resultado, igualando o tempo total do Xperia XZ1 com um minuto e nove segundos. Ele ainda ficou um pouco abaixo tanto do Mi Note 3 quanto do Zenfone 4, dispositivos com hardware semelhante que ocupam até então a primeira e a segunda colocação dentre os intermediários que já testamos.

Benchmarks

Essa semelhança que vimos no teste de velocidade se repete nos testes de benchmark. As pontuações do Vivo XI+, que tem o chipset mais completo da MediaTek para a categoria, são equivalentes a de aparelhos com o Snapdragon 660 da Qualcomm, como o Zenfone 4 (na versão mais potente) e o Mi Note 3. Também são bem superiores às de dispositivos com o Snapdragon 636, como o Zenfone Max Pro, Moto Z3 Play e Zenfone 5.

Em números, tivemos:

  • AnTuTu: 138.333 pontos
  • GeekBench: 1.516/5.829/5.395 pontos
  • 3D Mark: 1.039/928 pontos
  • GFXBench: 18 fps no Manhattan e 33 fps no T-Rex
Jogos

Partindo para o desempenho em jogos, o GameBench nos mostrou que o Blu Vivo XI+ é um intermediário para quem gosta de jogar até mesmo títulos mais pesados. Obviamente ele não vai apresentar desempenho de top de linha em um PUBG Mobile ou Fortnite, por exemplo, mas dá conta do recado com gráficos bem aceitáveis.

Nos jogos mais leves e médios, como Subway Surfers, Asphalt 8 e Vaiglory, por exemplo, a taxa de quadros atingiu o máximo com bom nível de estabilidade.

Jogo FPS CPU GPU Memória
Asphalt 8 30 7% - 721 MB
Asphalt 9 30 14% - 1085 MB
Clash Royale 60 4% - 431 MB
Injustice 2 30 11% - 820 MB
Modern Combat 5 45 7% - 622 MB
PUBG Mobile 26 15% - 865 MB
Subway Surfers 60 20% - 356 MB
Vainglory 60 10% - 649 MB

O problema fica por conta da bateria. A média de uso ficou em torno de três horas e quinze minutos, apenas. Ou seja, se você quiser jogar no seu Vivo XI Plus, vai precisar de uma tomada por perto ou ter uma powerbank na mochila.

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

Desempenho de intermediário premium em um dispositivo que custa apenas R$ 1.300 na variante mais modesta, ou R$ 1.600 nessa variante mais potente que testamos, é assim que podemos resumir nossos testes com o BLU Vivo XI+.

O aparelho chega com custo agressivo entregando performance muito superior aos dispositivos de sua faixa de preço. O ponto fraco fica para a autonomia, que deixa a desejar especialmente para usuários mais exigentes e, principalmente, para quem pretende jogar bastante.

Mas e você, o que achou do desempenho e autonomia de bateria do BLU Vivo XI+? Seria ele o novo candidato a queridinho do mercado brasileiro graças ao seu ótimo custo-benefício? Não esqueça de comentar abaixo!

O Blu Vivo XI Plus ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

55

Comentários

BLU Vivo XI Plus entrega mais desempenho por menos e bateria não decepciona

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho