LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi Mi 8 entrega desempenho de Pocophone, mas cobra mais caro por ser flagship

03 de janeiro de 2019 31

Mi 8 é a nova geração da principal família de smartphones Xiaomi, modelo top de linha que foi oficializado no mês de maio e já ganhou outras variantes para agradar a todos os gostos e bolsos. Como um flagship para concorrer nesse disputado mercado em 2018 a aposta está no Snapdragon 845, 6 GB de RAM e variantes que vão de 64 GB até 256 GB de armazenamento.

Como demais destaques nas características técnicas temos tela Super AMOLED de 6,21 polegadas, com resolução Full HD+, proporção 18,7:9 e notch, além da câmera traseira dupla de 12 MP + 12 MP e sensor frontal de 20 MP, que inclusive conseguiram boa pontuação no ranking do DxOMark. Para completar as principais especificações temos a bateria de 3.400 mAh.

Mais Notícias

Em nossa simulação de uso real utilizamos o dispositivo com uma lista de aplicativos com tempos predeterminados. Quando essa lista é completa, consideramos o fim de um ciclo, pausando o uso por 30 minutos até recomeçar.

Medimos o consumo com o auxílio do aplicativo GSam Battery Monitor, além da opção padrão nas configurações do sistema, buscando definir o tempo de uso e de tela, bem como detalhes como temperatura e apps que mais consomem a carga. Eis a lista, com os respectivos tempos de uso:

6 minutos de uso (cada) - WhatsApp, Youtube, MX Player, Spotify, PowerAmp (música offline) e Chrome;
1 minuto (cada) - Pokémon Go, Asphalt 8, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5 e Injustice;
4 minutos de chamadas em 3G/4G;
2 minutos de uso (cada) - Facebook, Gmail e GMaps

  • Após 16 horas e 43 minutos, com 9 horas e sete minutos de tela, tivemos os seguintes resultados.
  • Realizamos 12 ciclos de testes:
  • 72 minutos de navegação no Chrome;
  • 390 minutos de WhatsApp, Spotify, Music Player, Video Player e YouTube (78 minutos cada);
  • 72 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Injustice, Asphalt 8, Modern Combat 5 e Candy Crush Saga);
  • 72 minutos de Facebook (24 minutos), Gmail (24 minutos) e Google Maps (24 minutos);
  • 48 minutos de chamadas de voz via 3G;
  • O app que mais devorou bateria foi o Asphalt 8;
  • A temperatura ficou entre 32° e 36°C.
Autonomia

Os smartphones da Xiaomi normalmente entregam boa bateria, e este é o caso do Mi 8. Em uso moderado com apps e jogos é possível usá-lo o dia inteiro, podendo até sobrar carga para o dia seguinte em uso mais leve.

Não chega perto do que o OnePlus 6T entrega, mas supera o Mi Mix 2s que traz o mesmo tamanho de bateria. Além disso, ele não demora muito para recarregar, levando 1 hora e 45 minutos para chegar a 100%. Com uma carga rápida de 15 minutos é possível recuperar 20% da bateria.

Mesmo com tela ligeiramente maior que a do Mix 2s, o Mi 8 também conseguiu reproduzir vídeos por mais tempo, rendendo quase 13 horas e meia.

Para quem usa o celular para realizar filmagens, o Mi 8 consegue entregar uma autonomia média de 4 horas. É um tempo decente e dentro do esperado para um aparelho do seu porte.

Já em videochamadas no Skype tivemos um rendimento melhor, com pouco mais de 5 horas. Sendo praticamente o mesmo tempo do outro aparelho da Xiaomi, mas ficando acima de muito flagship rival.

Desempenho prático

O Mi 8 traz o mesmo chipset Snapdragon 845 presente no Mix 2s, outro flagship da marca lançado na mesma época. Além disso, os dois compartilham a mesma versão modificada do Android com interface MIUI. Desta forma, já era esperado ver o mesmo desempenho em ambos.

Na primeira rodada o Mi 8 levou 44 segundos para abrir todos os aplicativos e jogos, sendo o mesmo tempo do Mix 2s. Porém ele fica abaixo de rivais chineses com o mesmo chipset, como é o caso do OnePlus 6T que levou apenas 37 segundos, e também modelos nacionais como o Galaxy Note 9 com 39 segundos.

Porém, com tudo já carregado na memória, o Mi 8 leva apenas 15 segundos para reabrir tudo, sendo praticamente a média vista em aparelhos com Snapdragon 845. No total tivemos 59 segundos, que pode não ficar entre melhores, mas está dentro do esperado para um aparelho do seu porte.

Benchmarks

Em testes sintéticos tivemos resultados mistos com o Mi 8. No AnTuTu e GeekBench ele ficou abaixo de outros com Snapdragon 845. Porém em ferramentas que medem o desempenho gráfico ele ficou até acima de rivais, como o OnePlus 6T.

Em números, tivemos:

AnTuTu: 266.394 pontos
GeekBench: 2.465/8.586/13.664 pontos
3D Mark: 4.201/3.546 pontos
GFXBench: 55/60 fps no Manhattan 3.1 e 59/150 no T-Rex

Jogos

E como esperado de um flagship lançado em 2018, o Mi 8 tem poder de fogo de sobra para rodar qualquer jogo disponível para Android com boa fluidez. PUBG e outros títulos com disputa online com vários jogadores apresentam bom tempo de resposta nos comandos.

Além disso, o Mi 8 também entrega boa autonomia. Em média você conseguirá jogar por 6 horas, mesmo em jogos mais pesados e que dependem de conexão.

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

O Mi 8 é uma ótima opção de flagship e entrega o mesmo desempenho do Mix 2s, mas com duração de bateria ligeiramente superior. Há rivais chineses que superam o aparelho tanto em desempenho quanto em bateria, mas o modelo da Xiaomi normalmente é encontrado com preço mais atrativo.

Ele entrega ótimo desempenho no dia a dia ao usar vários apps. Também é capaz de rodar qualquer jogo disponível para Android sem nenhum problema. Para quem busca uma boa opção de aparelho top de linha para importar e sem pagar muito, o Mi 8 pode ser recomendado.

Como importar

Os interessados no Xiaomi Mi 8 podem encontrá-lo na LightInTheBox (LITB) por aproximadamente R$ 1.700 em valor convertido diretamente pela loja na cotação atual do dólar. Lembrando que este valor é promocional e pode mudar a qualquer momento.

Transmissão encerrada!

22/10/2018 - 00.54

E eis que o Mi 8 desligou, dando por encerrado o teste. Obrigado a você pela companhia e até a próxima.

22/10/2018 - 00.45

Mi 8 conseguiu concluir o décimo segundo ciclo com alguma sobra. Iremos aguardar até o aparelho desligar para então adicionar o resumo do teste.

22/10/2018 - 00.43
21/10/2018 - 23.50

Iniciado o décimo segundo ciclo.

21/10/2018 - 23.23

Já temos onze ciclos cumpridos devidamente e carga restante para mais um ciclo.

21/10/2018 - 23.22
21/10/2018 - 22.31

Temos 18% agora no décimo primeiro ciclo.

21/10/2018 - 22.10

Fechamos o décimo ciclo com 19% de carga e a possibilidade de mais duas rodadas.

21/10/2018 - 21.59
21/10/2018 - 21.04

O Mi 8 mantém os 27% para o décimo ciclo.

21/10/2018 - 20.54

Fechamos o nono ciclo do Mi 8 com 27% de carga ainda para mais alguns ciclos.

21/10/2018 - 20.41
21/10/2018 - 19.48

O Mi 8 tem agora 34% de carga para enfrentar o nono ciclo.

21/10/2018 - 19.18

Fechado o oitavo ciclo, o Mi 8 agora tem 35% de carga, quantos ciclos ainda veremos? 3 ou 4?

21/10/2018 - 19.15
21/10/2018 - 18.26

Iniciamos o oitavo ciclo para ver quantos ciclos conseguiremos até a bateria descarregar.

21/10/2018 - 17.58

Mi 8 acaba de fechar o sétimo ciclo tendo ainda 42% de carga para garantir uns 4 ciclos ainda (assim apostamos.)

21/10/2018 - 17.50
21/10/2018 - 16.50

Sétimo ciclo em andamento, após mais 30 minutos de pausa.

21/10/2018 - 16.21

Sexto ciclo fechado e aparentemente teremos realmente pelo menos 11 ciclos, já que ainda temos 49% de carga.

21/10/2018 - 16.18
21/10/2018 - 15.24

Sexto ciclo em andamento.

21/10/2018 - 15.03

Ainda não chegamos aos 50% da bateria, indicando que teremos pelo menos uns 11 ciclos com o Mi 8. O vilão da bateria é o jogo Asphalt 8.

21/10/2018 - 15.01
21/10/2018 - 13.57

Quinto ciclo em operação.

21/10/2018 - 13.27

68% de carga no Mi 8 após fechado o quarto ciclo.

21/10/2018 - 13.17
21/10/2018 - 12.20

76% de carga no retorno para o quarto ciclo.

21/10/2018 - 11.48
21/10/2018 - 10.57

Voltamos para o terceiro ciclo com 84% de carga.

21/10/2018 - 10.33

O top de linha da Xiaomi está com um consumo interessante de 8% por ciclo, até aqui.

21/10/2018 - 10.28
21/10/2018 - 09.32

Voltando para o segundo ciclo.

21/10/2018 - 09.10

Encerramos o primeiro ciclo no Mi 8 contabilizando consumo de 8%. Depois de 30 minutos retornaremos para outra rodada.

21/10/2018 - 09.05
21/10/2018 - 08.17

Mi 8 fora da tomada e já rodando o primeiro ciclo.

21/10/2018 - 08.16
21/10/2018 - 06.12

Bom dia! Já estamos na ativa acertando os últimos detalhes para iniciar os testes com o Xiaomi Mi 8.

(atualizado em 26 de março de 2019, às 20:06)

31

Comentários

Xiaomi Mi 8 entrega desempenho de Pocophone, mas cobra mais caro por ser flagship

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho