LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Mercado mobile terá mais da metade da receita mundial de jogos em 2019

11 de dezembro de 2018 6

Neste ano de 2018 deve ser o primeiro em que jogos móveis superem a marca de ultrapassar os 50% da receita mundial, alcançando 51%. Isso já era esperado e foi previsto aqui, no TudoCelular. Para 2019, espera-se que o setor mobile chegue a 60% do faturamento.

O mercado já é estudado há algum tempo pelas grandes empresas no setor de jogos, com a Ubisoft pretendendo adaptar seus títulos AAA para o mobile e o próximo título da franquia Diablo, da Blizzard, será mobile.

Segundo os analistas da App Annie, o crescimento na receita será liderado por dois gêneros distintos: os jogos multiplayer de RTS (estratégia em tempo real) e os jogos casuais.

PUBG Mobile.

Os sucessos de Fortnite e PUBG em suas versões mobile, junto ao aprimoramento esperado dos desempenhos dos smartphones, ajudou bastante na crescente fama dos jogos móveis de RTS.

Enquanto em jogos casuais, a base de jogadores é muito maior, o dinheiro gasto por eles costuma ser menor, mas a massa de usuários compensa bastante, como foi na época do sucesso de Candy Crush Saga.

A projeção é de que as lojas de aplicativos, como a App Store e a Play Store, vão ter uma receita de U$ 122 bilhões no ano de 2019. 75% desse valor será proveniente de jogos. Apesar da porcentagem ser alta, a tendência é que ela abaixe, já que aplicativos que não são jogos estão progredindo com o dobro de velocidade se comparada a dos jogos.


6

Comentários

Mercado mobile terá mais da metade da receita mundial de jogos em 2019
  • Pelo que noto a piazada de hoje até acha bacana um console, mas preferem mesmo o celular inteligente, os que jogam costuma ser algo de família (pai jogava em console e vai pela tradição), e agora com essa informação não sei se sairá um PS6 por exemplo.
    Agora é esperar que os aparelhos fiquem mais potentes para abocanhar o restante da fatia do mercado de games.

      • Consoles vão continuar existindo por uns bons anos ainda.. E a coisa que pode complicar a vida dos consoles é o Microsoft Xcloud (ou serviços parecidos).

        • "Mas é só um joguinho de celular"
          Aiai HAHAHA

            • Comparado há grandes produções de consoles e PCs é sim, só joguinho.. E não é pq o jogo tem uma grande receita que ele se torna um grande jogo, minecraft gera milhões msm assim é um "joguinho" chato pra caramba

                • Fala isso pros caras que desenvolveram Celeste, Undertale e muitos jogos independentes de sucesso atualmente! Jogos mais simples, feitos com baixo orçamento e poucas pessoas estão ganhando uma enorme fatia que antes eram de triplo A, jogo tem que ser divertido, envolvente, nem todos jogos de alto orçamento atingem sucesso atualmente!

                    • Concordo, só que as empresas querem é $$$ não importa como, se o mobile é que tá dando lucro é pra lá que vão, o bom é que durante a transição os aparelhos estão ficando mais poderosos, melhorando cada vez mais a experiencia no jogo.

                    OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

                    Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

                    Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

                    Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho