LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Pocophone entrega desempenho de Galaxy S10e e melhor bateria por muito menos

14 de março de 2019 112

Xiaomi apresentou o smartphone Pocophone (Poco F1) com especificações de altíssimo desempenho e valor relativamente baixo, a receita perfeita para conquistar um bom público. O aparelho chega com plataforma Snapdragon 845, mas com um corpo que causa controvérsias, já que não conta com acabamento premium e outros extras como resistência à água.

De qualquer forma, a câmera surpreendeu em um recente comparativo e os testes deixaram claro que o desempenho do Pocophone é realmente satisfatório, mas e quanto a autonomia? É o que buscamos descobrir levando a bateria de 4000 mAh para dar uma volta em nossa avaliação padrão durante todo um dia de uso.

Mais Notícias

Em nossa simulação de uso real utilizamos o dispositivo com uma lista de aplicativos com tempos predeterminados. Quando essa lista é completa, consideramos o fim de um ciclo, pausando o uso por 30 minutos até recomeçar.

Medimos o consumo com o auxílio do aplicativo GSam Battery Monitor, além da opção padrão nas configurações do sistema, buscando definir o tempo de uso e de tela, bem como detalhes como temperatura e apps que mais consomem a carga. Eis a lista, com os respectivos tempos de uso:

6 minutos de uso (cada) - WhatsApp, Youtube, MX Player, Spotify, PowerAmp (música offline) e Chrome;
1 minuto (cada) - Pokémon Go, Asphalt 8, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5 e Injustice;
4 minutos de chamadas em 3G/4G;
2 minutos de uso (cada) - Facebook, Gmail e GMaps

Teste de velocidade

Colocamos o aparelho chinês para abrir alguns apps e jogos populares e cronometramos para ver quanto tempo ele demora para finalizar a tarefa.

Na primeira volta, o F1 precisou de 50 segundos para carregar todos os aplicativos. Aqui ele foi 6 segundos mais lento que o Mi 8, e também fica abaixo de vários smartphones com o mesmo processador.

Na segunda volta, no entanto, ele precisou de apenas 14 segundos, sendo aqui mais rápido que o Mi 8 e vários com Snapdragon 845. Enquanto ele tiver tudo carregado na memória, você terá a mesma velocidade encontrada em aparelhos top de linha muito mais caros que o Pocophone.

Esse tempo é o mesmo conseguido pelo Galaxy S10e, como você pode conferir na análise, com resultados em benchmarks apenas um pouco inferiores, considerando que a plataforma é de geração anterior no F1.

Benchmarks

Para quem é fissurado por números altos em benchmarks pode ficar um pouco decepcionado com o F1. No AnTuTu ele até fica no mesmo nível de outros aparelhos top de linha e supera o Mi 8, mas no GeekBench vimos resultados inferiores.

O mesmo acontece com ferramentas gráficas, como 3D Mark e GFX Bench, apresentando resultados abaixo ao de outros aparelhos com Snapdragon 845. A boa notícia, no entanto, é que isso não afeta o desempenho em jogos.

Jogos

Se em benchmarks gráficos ele obteve números mais baixos que outros aparelhos similares, em jogos não vimos qualquer lentidão ou algum problema com o Pocophone.

Pelo preço que a Xiaomi pede nele, você terá um ótimo smartphone para jogar. Sem falar que sua bateria aguenta mais de 6 horas de jogatina antes de implorar por uma tomada.

Jogo FPS CPU GPU Memória
Asphalt 8 30 3% - 620 MB
Clash Royale 60 1% - 568 MB
Injustice 2 30 5% - 893 MB
Modern Combat 5 60 6% - 628 MB
PUBG Mobile 30 8% - 974 MB
Subway Surfers 60 4% - 434 MB
Vainglory 60 6% - 885 MB

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Autonomia de bateria

A Xiaomi incluiu uma generosa bateria de 4.000 mAh em seu primeiro smartphone da grife Pocophone. Essa quantidade é suficiente para manter o aparelho o dia inteiro longe de tomadas, mas já vimos outros modelos da marca com mesmo tamanho de bateria entregando autonomia superior.

Aqui ele ficou empatado com o Mi 8, mesmo o modelo mais caro da Xiaomi contando com bateria menor. O F1 não demora tanto para ter sua bateria recarregada. Com 30 minutos na tomada você terá 1/3 da carga para usar, levando pouco mais de 2 horas para ter 100% de bateria.

Com uma carga completa é possível reproduzir quase 12 horas de vídeos no F1, o que dá para assistir uma temporada completa de uma série com folga. Já em gravação de vídeos é possível realizar filmagens por quase 5 horas, o que também é um bom resultado, sendo superior ao que muito flagship entrega. Por fim, também realizamos algumas chamadas em vídeo no Skype e o Pocophone aguentou 5 horas e 22 minutos antes de descarregar.

Conclusão

Como falamos em nossa análise completa, realmente é difícil reclamar de algo no Pocophone F1. Ele pode não ser tão rápido quanto outros smartphones com Snapdragon 845, mas ainda assim entrega ótimo desempenho, tanto para executar qualquer app para Android quanto em jogos.

Sem falar que sua bateria dá conta do recado e dura o dia inteiro em uso moderado, incluindo vídeos e jogos. Em uso mais leve será capaz de ficar dois dias usando o aparelho. Ele empata com o Mi 8 em autonomia, mas fica um pouco abaixo em desempenho. Se levarmos em consideração o preço de cada, o Pocophone sai mais em conta, com o Galaxy S10e custando no mínimo o dobro das ofertas que encontramos para o F1 em varejistas nacionais.

Como importar

Caso tenha interesse no Xiaomi Pocophone, o smartphone "top de linha" de melhor custo benefício do mercado pode ser encontrado na GearBest por aproximadamente R$ 1.200 em valor convertido diretamente pela loja na cotação atual do dólar. Lembrando que este valor é promocional e pode mudar a qualquer momento.

Transmissão encerrada!

10/1/2019 - 04.22

Obrigado por sua companhia e até a próxima.

10/1/2019 - 04.21

E está encerrado o teste com o Pocophone, que conseguiu manter a tela ligada por mais de oito horas, em um tempo total de teste de quase 17 horas. O Spotify é o grande vilão.

10/1/2019 - 04.05
10/1/2019 - 03.57

E o Pocophone acaba de desligar.

10/1/2019 - 03.15

Doze ciclos completos e ainda há um restinho de carga no Pocophone, vamos esperar para conferir quanto tempo de tela ele renderá, mas não terá mais condições de completar outra rodada com apenas 3%.

10/1/2019 - 03.14
10/1/2019 - 02.15

E já estamos no décimo segundo ciclo.

10/1/2019 - 01.42
10/1/2019 - 00.11

Ainda temos uma carga boa (22%) para pelo menos mais dois ciclos. Depois da pausa, voltamos com o décimo primeiro. Já temos seis horas e meia de tela ligada, com o Spotify na liderança negativa de consumo.

10/1/2019 - 00.09
9/1/2019 - 23.11

E lá vamos nós para o décimo ciclo.

9/1/2019 - 22.57

Nono ciclo fechado e temos ainda 30% de carga que devem garantir uns três ciclos extras.

9/1/2019 - 22.41
9/1/2019 - 21.58

Fechado o oitavo ciclo com 38%, nós já estamos no nono ciclo que foi iniciado com 37%.

9/1/2019 - 21.15
9/1/2019 - 20.19

E lá vamos nós para o oitavo ciclo do teste.

9/1/2019 - 20.09

Fechamos o sétimo ciclo com 46% de carga no Pocophone.

9/1/2019 - 19.55
9/1/2019 - 19.00

Sétimo ciclo já em curso.

9/1/2019 - 18.20

Temos agora pouco mais da metade da carga para ir até os 11 ou 12 ciclos, qual sua aposta? Spotify e Youtube são os que mais consomem.

9/1/2019 - 18.19
9/1/2019 - 17.41

E já estamos no sexto ciclo.

9/1/2019 - 17.12

Mais um ciclo fechado e a média de consumo continua em cerca de 9%. Spotify é o vilão até aqui.

9/1/2019 - 17.04
9/1/2019 - 16.13

E já estamos no quinto ciclo.

9/1/2019 - 15.38

Temos agora 72% de carga ao fechar o quarto ciclo.

9/1/2019 - 15.37
9/1/2019 - 14.34

Pocophone mantém média de consumo de 1% a cada 30 minutos em stand-by e agora iniciamos o quarto ciclo com 78%.

9/1/2019 - 14.31
9/1/2019 - 14.26

Agora temos 79% de carga para ir ao quarto ciclo.

9/1/2019 - 13.26

Já estamos no terceiro ciclo, que foi iniciado com 86% de carga.

9/1/2019 - 12.38

Pocophone tem agora 87% de carga após o segundo ciclo.

9/1/2019 - 12.36
9/1/2019 - 11.46

Iniciamos o segundo ciclo com 93% de carga.

9/1/2019 - 11.12

Finalizado o primeiro ciclo e temos um consumo de 6% até aqui. Agora a primeira pausa.

9/1/2019 - 11.12
9/1/2019 - 10.19

E já estamos no primeiro ciclo.

9/1/2019 - 10.19
9/1/2019 - 10.15

Pocophone devidamente desconectado da tomada para início dos testes.

O Xiaomi Pocophone F1 está disponível na Casas Bahia por R$ 1.749. O custo-benefício é ótimo e esse é um dos melhores modelos nessa faixa de preço. Para ver as outras 36 ofertas clique aqui.
(atualizado em 24 de abril de 2019, às 18:52)

112

Comentários - página 2

Pocophone entrega desempenho de Galaxy S10e e melhor bateria por muito menos

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho