LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

P30 Pro: cartão de visitas da Huawei abala rivais no Brasil | Análise / Review

24 de abril de 2019 29

A Huawei finalmente está de volta ao Brasil e nos cedeu para testes o seu principal smartphone top de linha, P30 Pro. Fizemos os testes para descobrir se todo o conjunto e, principalmente a câmera, é tudo o que a Huawei e o DxOMark falam.

Uma olhada rápida para o aparelho pode levar qualquer um a pensar que trata-se de um Galaxy S8 ou S9. Mas há algumas boas diferenças, que um olhar um pouco mais atencioso não deixam passar, como a ausência do botão da assistente virtual ou a tela ocupando bem mais espaço na parte frontal.

A traseira, no entanto, é totalmente diferente. As câmeras ficam dispostas em fila vertical, como no iPhone X e sucessores. Além disso, tem uma quarta lente, uma ToF, um pouco escondida abaixo do flash, que fica ao lado do trio fotográfico principal. A traseira é em vidro, mas as laterais são metálicas. De ponto negativo citamos a lombada da câmera e a ausência da entrada P2.

Em hardware o dispositivo entrega ótima experiência, apesar da plataforma que podemos considerar defasada - é o mesmo Kirin 980 presente no Mate 20 Pro. Mas o P30 Pro encara de frente um Mi 9, inclusive empatando com o poderoso flagship em nosso teste de abertura de aplicativos. Não houve nenhum problema com os jogos que testamos.

A bateria é o maior ponto forte. O tempo de uso que conseguimos em nosso teste de uso real foi o maior de um flagship disparado. E o tempo recarga também foi impressionante, durante praticamente uma hora, apenas.

As câmeras entregam ótimas fotografias, apesar de pecarem um pouco com baixa luminosidade - dá para contornar com o modo Noite, mas este também não é perfeito e às vezes pode demorar até 15 segundos para fazer o registro. E você não pode mexer o aparelho enquanto isso. A câmera wide também é fraca com pouca luz, bem como a teleobjetiva.


Por fim, o software é o quesito em que temos mais reclamações. A EMUI é bem interessante e oferece muitas opções ao usuário. Mas falta um pouco mais de cuidado com as funções, que dão só a opção de ficarem ligadas ou desligadas, sem nenhum tipo de ajuste. Além disso, ainda há muitos bloatwares no dispositivo. Questões fáceis de resolver, claro.

Por fim, e em resumo, temos aqui um poderoso flagship que bate de frente com os rivais mesmo com um conjunto de hardware mais antigo que os mais novos tops de linha de 2019. O conjunto geral é ótimo e, sim, recomendamos até mais que o Galaxy S10 Plus ou o iPhone XS Max.

Leia a análise completa do Huawei P30 Pro

O Huawei P30 Pro ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

29

Comentários

P30 Pro: cartão de visitas da Huawei abala rivais no Brasil | Análise / Review

Moto G8 Power Lite vs Galaxy A30s: uma comparação com pouco sentido | Comparativo

Galaxy A30s vs Galaxy A31: e agora, as mudanças são para valer? | Comparativo

Galaxy A50 vs Moto G8 Plus: você ficaria com atualização ou bateria? | Comparativo

MIUI, OneUI, EMUI: as diferenças entre as interfaces Android | TudoCelular Entenda