LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Detetive TudoCelular: loja não-oficial da Xiaomi gera reclamações e pode confundir clientes

20 de junho de 2019 26

Na última semana, a Xiaomi Brasil havia publicado uma mensagem no seu Facebook para alertar usuários sobre lojas que se dizem “oficiais” da marca. A preocupação da marca é que elas possam confundir os consumidores.

Uma das lojas que tem gerado reclamações e utiliza o nome da marca chinesa sem ser autorizada é a Xiaomi BRZ. Este espaço resolveu reunir algumas informações sobre a varejista online, para você ficar mais atento. Confira:

Resultados de pesquisa

O primeiro ponto de confusão é na hora de buscar um produto da Xiaomi no Google. Ao pesquisar pelo flagship Mi 9, por exemplo, o primeiro resultado nos preços aparece “Xiaomi Brasil”.

No entanto, ao checar o link para o qual o usuário é redirecionado, não aparece o da loja online oficial da marca, e sim a URL da Xiaomi BRZ. Por utilizar o mesmo nome da versão nacional da empresa chinesa, ela pode confundir quem é redirecionado pelo Google. Mas vale ressaltar que esta loja não é a oficial da fabricante chinesa no país.

Imagem: Google

Página do Facebook

A página da loja não-oficial também está inacessível no Facebook. Porém, não é possível afirmar desde quando ela foi retirada nem o motivo para a decisão.

Imagem: Facebook
Site da empresa

O site da varejista Xiaomi BRZ se assemelha ao do domínio global e utiliza o mesmo logotipo da empresa da China. Na seção “Sobre a Xiaomi”, a empresa coloca informações sobre a marca oficial e a respeito da loja.

De acordo com o texto, ela foi “criada por um empresário brasileiro, admirador e cliente da marca, juntamente com uma equipe escolhida a dedo para o acompanhar”. Ou seja, não se afirma oficial, apesar das várias simbologias para associação da companhia à varejista.

Imagem: Site da Xiaomi BRZ
Mudança de CNPJ

Outro detalhe é uma mudança na situação jurídica da empresa. Até o começo do mês passado, a empresa utilizava o CNPJ 29.366.628/0001-97, cujo nome empresarial era XIAOMI BRASIL COMERCIO DE ELETRONICOS EIRELI – este último termo se refere a empresas individuais –, além de ter a localização situada na Avenida Paulista, em São Paulo.

Desde o dia 2 de maio deste ano, o registro de pessoa jurídica usado passou a ser o 33.507.277/0001-64, enquanto o nome empresarial se tornou “XIAOMI BRZ COMERCIO ELETRONICO LTDA” – apesar de “Xiaomi Brasil” continuar como nome fantasia. Além disso, passou a ser uma sociedade empresária limitada e transferiu o local para a cidade de Votuporanga (SP).

Cadastro de CNPJ utilizado pela loja antes (à esquerda) e depois (à direita) / Imagens: Receita Federal
Reclamações

Ao acessar o site Reclame Aqui, é possível conferir uma série de queixas contra a empresa. Ela conta apenas com uma nota 6,1 – considerada regular –, mesmo com 100% das reclamações respondidas.

As últimas afirmam que seus pedidos foram cancelados sem qualquer solicitação por parte dos clientes – alguns deles declaram não ter recebido o estorno da compra ainda.

Imagem: Reclame Aqui
Posicionamento da loja não-oficial

A coluna Detetive TudoCelular procurou a loja Xiaomi BRZ para prestar mais esclarecimentos sobre a sua atuação no mercado, como a forma de aquisição dos produtos da fabricante chinesa e um posicionamento a respeito da série de reclamações dos internautas.

No entanto, até o momento de publicação desta matéria, não tivemos qualquer retorno da empresa. Quando houver uma resposta, este texto será atualizado.

Você já conhecia essa loja não-oficial de produtos da Xiaomi? Relate para a gente a sua experiência nos comentários abaixo.


26

Comentários

Detetive TudoCelular: loja não-oficial da Xiaomi gera reclamações e pode confundir clientes
  • ol boa noiteeu comprei 2 ubnidades,recebemos somente 1 unidade e nao tivemos exito nas soluções e ou reclamacao, ja feita no site reclame aqui e tudo.simplesmente nos falam que eles tem 72 horas para responder a partir da ligacao e se nos continuar a ligar vai protela o tempo para a solucao.vergonha mesmo.perdi um bom valor e sem exito...isso vai queimar a marca XIAOMI, pois estamos colcoando em face e mercado livre e tudo aonde podemos a reclamacaoJoni 46-3524-1546

      • mais nao coloca o link oficial aqui ne

          • Só se for burro pra comprar celular na oficial com o preço que tá

            • Melhor criar fabricar no BR pra deixar mais barato produto meio difícil importado vai mais caro trazer, e receber mais imposto.

              • Aqui em Fortaleza. north shopping tem um quiosque da Xiaomi, onde o celular mais barato é o xiaomi redmi 6A que custa 800 conto.

                • A pior de todas é a oficial kkkkk, com preços 5x maiores que no resto do mundo .
                  Os fãs boys de xing ling falam: "Produzir no Brasil tem custos , é tudo caro ".
                  E antes seus doentes? Apple não prestava, Sony não prestava, LG não prestava, Samsung não prestava .... Xiaomi a nova marca prime , porém com qualidade de pastel de feira .

                    • Doente é vc seu trouxa, que só esperava uma chance para criticar mas sem pensar.Xiaomi continua com cxb excelente IMPORTANDO

                        • A quantidade dos aparelhos xiaomi estão entre as melhores, ou a melhor, por isso o preço, matérias de primeira linha, usam muitos metais bem feitos, dificilmente dão problemas.olha os Xing ling dos iPhones, dão problemas, não são otimizados, e são caros.

                            • Tem uma bela diferença, marcas como Samsung tem fábrica no Brasil, então o valor poderia ser bem menor pois os impostos são bem menores. Os dispositivos da xiaomi são 100% importados (me refiro a loja oficial do Brasil), então o produto vem cheio de imposto, é só olhar o xbox one e PS4 no lançamento em 2013, o xbox one foi lançado por 500 dólares, a Microsoft tinha fábrica no Brasil e isso fez com que chegasse por 2.500 reais, o ps4 era 400 dólares e chegou por 4 mil reais, depois a Sony divulgou uma tabela mostrando que o valor era só de imposto de importação já que não tinha fábrica no Brasil.

                                • Retardado mental você heim

                                    • Sem contar nessa sua gíria tosca, tipica de Brasileiro burro que nem se quer existe no dicionário. "Xing Ling" patético! por isso que esse país e um fracasso...

                                      • Cara vc tem demência, o que vc ganha aqui desmoralizando os outros?

                                        • Existe uma outra loja que o pessoal vai também MiStoreBrasil

                                            • "No entanto, ao checar o link para o qual o usuário é redirecionado, não aparece o da loja online oficial da marca, e sim a URL da Xiaomi BRZ. Por utilizar o mesmo nome da versão nacional da empresa chinesa, ela pode confundir quem é redirecionado pelo Google."

                                              Logo abaixo, porém, tem uma etiqueta escrito "Anúncio". Muita ingenuidade ou falta de atenção clicar no link, pensando ser o site oficial.

                                              OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

                                              Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

                                              Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

                                              Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho