LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Redmi Note 7 vs Redmi Note 8: valeu a Xiaomi lançar dois no mesmo ano? | Comparativo

15 de dezembro de 2019 33

Pouco tempo depois que o Redmi Note 7 foi lançado, ele se tornou um sucesso. E não apenas em seu país natal, mas também entre os brasileiros, que encontraram um ótimo custo benefício, um dos melhores que a Xiaomi já lançou.

Para aproveitar essa onda de sucesso, a Xiaomi usou um recurso utilizado também pela Motorola e trouxe o Redmi Note 8 no mesmo ano, oito meses depois do antecessor. O sucesso não foi o mesmo, mas por que?

Será que o sucessor não trouxe uma evolução boa o bastante? Será que estão todos errados e o Note 8 é sim uma melhor escolha? Confira a seguir, na análise comparativa aqui do TudoCelular.

Índice do comparativo

Design

Redmi Note 7

Redmi Note 8

Sofrendo do mesmo problema de pressa que a Motorola, e também para aproveitar o sucesso do começo do ano, esses dois Redmi Note são bem similares em visual. Seguem o mesmo formato, com a traseira toda reta e cantos arredondados. Medidas e peso também são praticamente idênticos.

Na traseira, o sensor biométrico fica na mesma parte, centralizado na metade de cima, perto das câmeras, que em disposição semafórica só se diferenciam pelo fato de o Note 8 ter o dobro de sensores que seu antecessor. O logotipo e as informações passaram do meio para o lado.

Na frente, o queixo diminuiu um pouco de uma geração para a outra, mas o menor do Note 8 ganhou um Redmi estampado, também ao estilo da Motorola. A solução do notch também é a mesma para os dois, uma gota centralizada acima da tela

75.21 x 159.21 x 8.1 mm
6.3 polegadas - 2340x1080 px
75.3 x 158.3 x 8.4 mm
6.3 polegadas - 2340x1080 px
Ir para página de comparação

As coisas se mantêm iguais no acabamento, sendo que ambos os celulares contam com moldura em plástico e traseira em vidro, com Gorilla Glass 5 dos dois lados. Eles são USB C, dual SIM e aceitam microSD, sendo que o Note 7 têm o slot híbrido.

Pelo queixo ligeiramente menor (mesmo que com um novo Redmi estampado) e por não ser híbrido, o ponto é do Note 8.

Melhor construção Ambos
Slot é hibrido ou não? Redmi Note 8
Possui alguma resistência? Nenhum
Melhor solução do notch Nenhum
Melhor solução da biometria Nenhum
Qual é mais leve e mais fino? Nenhum
Melhor tipo de conexão Nenhum

Multimídia e recursos

Tela


Não muda muita coisa por aqui também. Pouco interessada em mexer em time que está ganhando, a Xiaomi manteve a mesma tela IPS FullHD+ de 6.3 polegadas de um em outro. Pela pouca diferença de tamanho, o aproveitamento é o mesmo, assim como os 409 ppi.

O brilho de ambos não é dos mais fortes, mas é satisfatório. De qualquer forma, usar o Redmi Note 8 sob luz externa parece ter ficado um pouco mais fácil.

Por isso, o ponto é do Note 8.

Melhor tecnologia de tela Nenhum
Melhor resolução de tela Nenhum
Melhor proporção tela/corpo Nenhum
Tela de Hz elevado? Nenhum
Qualidade geral da tela Redmi Note 8

Som


No som, o destaque acaba ficando com o Redmi Note 7, e houve um retrocesso na nova geração. Enquanto o áudio do primeiro tem boa potência e clareza, o do mais novo peca por trazer mais distorções nos agudos e pior qualidade para som via fones de ouvido.

Esses, aliás, como praticamente todo Xiaomi, não vêm na caixa, e nenhum deles é estéreo. Não há protocolos para som Bluetooth de maior qualidade, também. Sendo assim, nenhum deles é muito indicado para som, mas um deles vai se sair melhor.

O ponto fica com o Redmi Note 7.

Som é estéreo? Nenhum
Quantas saídas de som tem? Nenhum
Possui entrada P2? Ambos
Possui protocolos de alta qualidade e ajustes para Bluetooth e fio? Nenhum
Vem fones de ouvido na caixa? Nenhum
Qualidade geral do som Redmi Note 7

Recursos


Por serem ambos da chinesa Xiaomi, os dois celulares vêm embarcados com Android sob a interface modificada MIUI, muito familiar para quem já teve um smartphone da marca, mas que leva um pouco de tempo a mais para pegar o jeito para os que estão acostumados a interfaces mais simples e limpas.

Os dois saem da caixa com o Android 9 Pie com a MIUI 10. Nessa configuração, o Note 7 leva a melhor pois seu hardware está mais otimizado em relação a essa versão, enquanto o Note 8 desliga apps em segundo plano para gerenciar a RAM.

No início de novembro, a MIUI 11 chegou para o Redmi Note 7, mas ele não foi atualizado para o Android 10 ainda. Já o Redmi Note 8 ainda não foi contemplado, e apenas sua versão Pro recebeu recentemente a MIUI 11. Por ser mais novo, espera-se que o Redmi Note 8 conte com mais atualizações futuras, passando até para um Android 11.

Nas conexões, os dois trazem o que é esperado, incluindo aí a porta infravermelho que muitos usuários de smartphones da Xiaomi apreciam, mas sem NFC. Entretanto, sem muita lógica aparente, o Bluetooth passou da versão 5.0 no Note 7 para a 4.2 no Note 8.

Portanto, no resumo, o ponto aqui fica com o Redmi Note 7.

Quantas soluções de biometria oferece? Ambos
Sistema bem atualizado? Redmi Note 7
Sistema será atualizado futuramente? Redmi Note 8
Qual sistema ou personalização tem mais e melhores recursos? Nenhum
Faltam conexões? Sobram? Redmi Note 7

Desempenho

Como já era de se esperar, houve um upgrade, mesmo que mínimo, no hardware de um celular para outro. Saímos de um Snapdragon 660 para um Snapdragon 665, com conjuntos de RAM e armazenamento similares. Porém, em nossos testes, passamos pela versão de 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento no Redmi Note 7 e 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento no Note 8.

Há modelos que vão até 128 GB de armazenamento e 4 GB de RAM para ambos, mas o Note 8 tem também uma versão com 6 GB de RAM. E isso aparentemente é necessário, pois mesmo indo muito melhor nos números de benchmark, ele não foi mais veloz que seu antecessor nos testes de abertura.

Isso tem relação com o gerenciamento pior do sistema em relação ao hardware, e pode ser melhorado com a chegada da MIUI 11 para ele. Os dois suportam jogos sem problemas, mas o 665 do Note 8 lida um pouco melhor no geral e deve ter vida sem engasgos mais longa, sendo que é mais recente e otimizado.

O ponto fica com o Redmi Note 8 pelo conjunto da obra.

Quem se sai melhor no teste de abertura? Redmi Note 7
Quem leva a melhor nos jogos mais exigentes? Redmi Note 8
Quem tem melhores números de benchmark? Redmi Note 8
Qual o processador mais atualizado? Redmi Note 8
Qual tem melhor equilíbrio de RAM/processador? Redmi Note 7
Qual tem mais armazenamento? Redmi Note 8

Bateria

A bateria foi outro item que a Xiaomi resolveu não mexer, e considerou que os 4.000 mAh do Redmi Note 7 estavam de bom tamanho também para a nova geração. Porém, embora ambos passem o dia longe da tomada, o Note 8 levou a melhor.

Sua otimização retirada de desempenho foi passada para a bateria, que realmente dura mais, mesmo que apenas uma hora a mais nos testes práticos do TudoCelular, tanto em uso como em tela.

Na hora do carregamento, ficaram na mesma. Os dois trazem um carregador de 18W na caixa, e apesar de terem suporte ao QuickCharge 4.0, levam as mesmas duas horas e quinze minutos para recarregar, um tempo muito longo.

O ponto óbvio fica com o Redmi Note 8.

Qual tem mais bateria? Nenhum
Qual recarrega mais rápido? Nenhum
Qual dura mais de acordo com o teste de bateria do TC? Redmi Note 8
Tem carregamento sem fio? Nenhum

Câmera

Se de início esses dois smartphones chegam com o mesmo sensor principal de 48 megapixels e um auxiliar de profundidade com 5 megapixels no Note 7 e 2 megapixels no Note 8, o grande diferencial do modelo novo é o mesmo que justifica a chegada do Moto G8 Plus, mais câmeras.

O Redmi Note 8 conta também com dois sensores extras, uma ultrawide de 8 megapixels e uma macro de 2 megapixels. E isso adiciona, obviamente, a possibilidade de fazer fotos muito próximas, como temas de natureza, e também em ângulos mais abertos, pegando mais paisagem.

Nas fotos em que possuem o mesmo sensor, o Redmi Note 8 se sobressai ligeiramente sobre o Note 7, e se igualam em qualidade razoável do recorte em modo retrato com o sensor de profundidade e em fotos em modo noturno que acabam sendo piores que as fotos comuns.

No geral, são fotos com boas cores e com muitos detalhes, ambos com HDR que deve ser utilizado com atenção.

Por fim, a Xiaomi trouxe boas possibilidades de foto com câmeras bem interessantes para a faixa de preço de ambos, mas o Redmi Note 8 leva o ponto por ter mais jeitos de fotografar.

Melhor conjunto de câmera traseira Redmi Note 8
Melhor DxOMark, se tiver Nenhum
Cores mais equilibradas Ambos
Melhores fotos noturnas Nenhum
Melhores fotos externas Redmi Note 8
Melhores fotos internas Ambos

Fotos tiradas com o Redmi Note 7

Para filmagem, os dois contam com estabilização eletrônica, que evita diversos tremidos, mas o Note 8 sai na frente por permitir gravação em 4K na câmera principal. Ambos capturam um áudio decente em estéreo e permitem gravação em câmera lenta em FullHD até 120fps.

Pela possibilidade do 4K, o ponto é do Redmi Note 8.

Possui estabilização óptica? Nenhum
Possui estabilização eletrônica? Ambos
Grava em 4k a 60fps? Nenhum
Melhor em vídeo Redmi Note 8

Fotos tiradas com o Redmi Note 8

Por fim, mesmo mantendo o mesmo conjunto de sensores aqui, o Redmi Note 8 teve aprimoramento, e consegue fazer fotos um pouco melhores, mostrando que a Xiaomi também trabalha no software, além da melhoria de hardware.

O ponto é do Redmi Note 8.

Melhor conjunto de câmera frontal Nenhum
Câmera frontal grava em 4k? Nenhum
Melhor selfie Redmi Note 8

Preço

Os dois aparelhos chegaram com preços bem similares na Europa, algo entre 760 e 790 reais convertidos. No Brasil, temos os dois aparelhos lançados oficialmente, que chegaram por R$ 1.800.

A diferença do atual preço médio entre eles aqui no Brasil é tão pouca que, atualmente, vale mais gastar um pouquinho a mais e ir de Note 8, por ser mais atual, fazendo dele um melhor custo benefício.

Além disso, por ser mais novo, ele é o que ainda deve apresentar mais quedas de preço, enquanto o Note 7 deve atingir seu mínimo em alguns meses.

O ponto fica, de novo, com o Redmi Note 8.

Qual teve melhor preço de lançamento? Nenhum
Qual tem melhor custo benefício? Redmi Note 8
8.3 Hardware
8.7 Custo Benefício

Redmi Note 7

Comparar Aviso de preço
8.3 Hardware
8.7 Custo Benefício

Redmi Note 8

Comparar Aviso de preço

Conclusão

Por algum motivo, o Redmi Note 8 não conseguiu ser o mesmo furacão que seu irmão mais velho, mesmo tendo óbvias melhorias. Isso provavelmente se deve ao curto espaço de tempo para sua chegada, próximo demais do Note 7, que ainda estava em bom momento.

As modificações não foram substanciais para uma grande mudança de uma geração para outra, algo que causasse um boca a boca de efeito, mas é inegável que ele melhorou, mantendo praticamente todas as características boas do antecessor.

É possível dizer que o Note 7 ainda é uma boa escolha, ainda mais se for encontrado por valor abaixo de mil reais em território nacional. Porém, para ter mais câmeras e um processador atualizado, é bem capaz que valha mais a pena investir até 150 reais a mais para levar um Note 8.

No fim, fica a sensação de que o Note 8 é um smartphone injustiçado, mas a Xiaomi poderia ter esperado mais um tempo para lançá-lo, colocando evoluções verdadeiras que justificassem uma nova geração.

RESULTADO

Redmi Note 7: 2 PONTOS

  • Melhor qualidade de som
  • Mais atualizado

Redmi Note 8: 8 PONTOS

  • Melhor detalhes de construção
  • Melhor tela
  • Desempenho superior
  • Maior duração de bateria
  • Melhor câmera traseira
  • Melhor para vídeos
  • Melhores selfies
  • Melhor custo benefício

E você? Concorda que o Redmi Note 8 evoluiu sim em relação ao Note 7? Ou acha que o celular lançado mais para o começo do ano está ótimo e não precisava de uma nova geração? Comente aí embaixo para sabermos o que você pensa! Até a próxima!

(atualizado em 30 de março de 2020, às 16:00)

33

Comentários

Redmi Note 7 vs Redmi Note 8: valeu a Xiaomi lançar dois no mesmo ano? | Comparativo

Galaxy A20 vs Galaxy A20s: para manter o preço, não aconteceu a evolução | Comparativo

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher