LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Liga nacional, estúdio e plataforma: Free Fire mostra armas para 2020 | TudoCelular Entrevista

24 de janeiro de 2020 20

Free Fire foi um dos maiores sucessos entre games mobile em 2019. Jogo mais baixado do ano no mundo, que contou com colaboração do DJ Alok e dono dos três primeiros postos em recorde de audiência no YouTube, o game desenvolvido pela Garena trouxe suas novidades para 2020.

Em evento realizado em São Paulo, Free Fire mostrou suas armas para atrais mais usuários. A primeira delas passa por uma liga nacional que começa do zero, renovada e com séries A, B e C, reunindo em uma mesma competição jogadores profissionais e amadores. 

A Liga Brasileira de Free Fire terá, em sua divisão principal, partidas semanais presenciais. Trata-se do Estúdio 1, dentro do complexo dos Estúdios Quanta, em São Paulo, com mais de 1.200m2, sendo 500m2 deles dedicados à área de produção, além de sala de imprensa e criação de conteúdo. A Série A será composta por 12 times: B4, Black Dragons, Corinthians, Furia, INTZ, LOUD, paiN Gaming, PRG, Red Canids, SKS, Team Liquid e Vivo Keyd.

Outra novidade fica por conta do Booyah, um companion app do Free Fire, onde a comunidade do jogo pode criar, descobrir e compartilhar livestreams e vídeos relacionados ao jogo, além de se divertir com seus amigos, streamers e outros fãs. A plataforma está disponível via web e também em aplicativos, disponíveis para Android e iOS.

Houve tempo ainda para um terceiro anúncio: após o sucesso da edição 2019, que contou com cobertura in loco do TudoCelular e vitória do Corinthians, o Brasil sediará novamente a Free Fire World Series, campeonato mundial da categoria. 

Para repercutir todas as novidades anunciadas pela Garena para Free Fire, o TudoCelular conversou com exclusividade com Fernando Mazza, head de operações da empresa. A íntegra da conversa você pode assistir no vídeo fixado no topo da matéria. Confira a seguir os principais destaques:

Calendário nacional

A receptividade do público, que lotou a Arena Carioca 1 nas finais da Free Fire World Series fez com que a Garena decidisse recompensar os fãs brasileiros. Para isso, a desenvolvedora criou um calendário nacional, com direito a uma Liga Nacional e outros benefícios para os brasileiros.

A novidade desse ano é que a gente tem um calendário com séries A, B e C, e hoje a gente chama de temporada com etapas [...], então a gente tem a etapa 1, que começa no dia 1 de fevereiro, às 13h, e o campeão dessa primeira temporada tem vaga garantida no nosso Champions Cup, em Jacarta. Em seguida, em julho, a gente tem a final da segunda temporada e, em novembro, a final da nossa terceira temporada que garante a vaga para o mundial. 

 

Fernando Mazza, head de publicações da Garena

Booyah

O Free Fire é um jogo conhecido por sua acessibilidade, capaz de rodar na maior parte dos dispositivos móveis. A plataforma foi pensada para manter o caráter acessível de Free Fire, trazendo conteúdos exclusivos para a comunidade e possibilidades para que influenciadores e streammers possam utilizar o jogo e compartilhar conteúdo. 

A gente criou uma plataforma onde qualquer pessoa pode "streamar" [transmitir ao vivo] usando apenas o celular. Usando o Free Fire como jogo de streaming, eu não preciso de nada além do meu celular e eu consigo streamar com a minha voz e com o áudio do jogo também. Na plataforma a gente vai ter um monte de novidades, vai ter muito conteúdo exclusivo, vai mostrar os bastidores do que está acontecendo no estúdio [...], e isso vai ser exclusivo só na Booyah. A plataforma ainda faz a "clipagem", criando videoclipes automáticos dos jogos para os streammers, e a gente, dentro da plataforma, vai mandar presentes direto na conta deles do Free Fire.

 

Fernando Mazza, head de publicações da Garena


20

Comentários

Liga nacional, estúdio e plataforma: Free Fire mostra armas para 2020 | TudoCelular Entrevista

Galaxy A20 vs Galaxy A20s: para manter o preço, não aconteceu a evolução | Comparativo

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher