LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi exibe carregamento sem fio de 40W que carrega o smartphone em apenas 40 minutos

02 de março de 2020 6

A atual geração de smartphones tem sido marcada não apenas pelas câmeras com resolução cada vez maiores como também as velocidades de carregamento cada vez menores. Empresas disputam a cada grande lançamento para mostrar ao usuário quem oferece a melhor tecnologia de carregamento rápido do ano, mas um detalhe que cresceu de forma surpreendente nos últimos meses tem sido o carregamento rápido sem fio, e pelo visto essa tendência ainda continuará por muito tempo.

Em um novo vídeo publicado pela Xiaomi no Weibo e compartilhado por um usuário no YouTube, vemos a empresa demonstrando a sua poderosa capacidade de carregamento sem fio com 40W de potência, levando a bateria de 4.000 mAh do smartphone de 0% a 100% em apenas 40 minutos.

Carregamento sem fio mais veloz que cabos

Tal capacidade de carregamento de 40W é surpreendente por si só caso estivéssemos falando a respeito de carregamento via cabo USB-C, mas por se tratar de uma tecnologia via indução magnética e sem fio, este diferencial acaba sendo ainda mais incrível por apresentar velocidades superiores quando comparamos com smartphones atuais, onde a maioria ainda mantém uma potência abaixo da faixa de 25W.

Apesar da solução muito eficaz apresentada pela Xiaomi, vale lembrar que o smartphone conceito da vivo, o APEX 2020, foi apresentado oferecendo uma capacidade de carregamento sem fio ainda mais impactante com nada menos do que 60W de potência, permitindo que uma bateria de 2.000 mAh seja recarregada completamente em apenas 20 minutos.

Claro que tais tecnologias ainda estão em desenvolvimento e podem demorar um pouco para chegarem ao mercado final, mas é importante lembrar que embora as capacidades das células de bateria estejam crescendo a passos lentos, temos visto um grande empenho das fabricantes em contornar este problema ao oferecer tempos cada vez menores de smartphones conectados a tomada ou, nestes casos, apoiados em superfícies de carregemento wireless.


6

Comentários

Xiaomi exibe carregamento sem fio de 40W que carrega o smartphone em apenas 40 minutos
  • Meu Moto G5 Plus até hoje nunca deu defeito na bateria e só utilizo o carregador original e não uso ele enquanto está carregando. As vezes desligo para carregar e só retiro da tomada quando a bateria atinge 100%. Mais de dois anos e está filé!

    %uD83D%uDCAF%uD83D%uDC4C%uD83C%uDFFC%uD83D%uDE01

      • Precisa ser estudado como será a degradação da bateria com essa carga rápida, do que adianta carregar tão rápido e perder a vida útil da bateria mais rápido

          • Isso é verdade. Nunca troquei uma bateria antes. Depois dos carregadores turbo em menos de um ano já tive que trocar. E em 3 meses com a nova já estou percebendo a perca rápida de carga. Penso que poderia ser o aparelho porém as pessoa próximo a mim tbm tem a mesma critica com modelos e marcas diferentes.

              • Não é bem assim, você está falando como se fosse 2010. Hoje as baterias são mais preparadas para recarga rápida. Por sinal, para o smartphone ter recarga rápida a bateria tem que suportar de fábrica. Posso citar como exemplo o redmi note 5 que a CPU, sistema e o hardware aceitam quick charge 3.0, mas a bateria não suporta e limita no 2.0 (e ainda é um pouco menor).

              Moto G8 Power Lite vs Galaxy A30s: uma comparação com pouco sentido | Comparativo

              Galaxy A30s vs Galaxy A31: e agora, as mudanças são para valer? | Comparativo

              Galaxy A50 vs Moto G8 Plus: você ficaria com atualização ou bateria? | Comparativo

              MIUI, OneUI, EMUI: as diferenças entre as interfaces Android | TudoCelular Entenda