LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: Nikon libera videoaulas de fotografia gratuitamente em abril

02 de abril de 2020 3

A quarentena está fazendo muita gente se reinventar quanto a hobbies e sobre o que fazer dentro de casa. Muitas empresas têm liberado cursos gratuitamente, e a mais nova a aderir a essa campanha é a Nikon.

A empresa de câmeras e lentes liberou dez videoaulas no seu site oficial, que no geral têm custo entre US$ 15 US$ 50 a depender da duração do conteúdo. As aulas são ministradas por fotógrafos profissionais convidados ou então embaixadores da marca, e vão de técnicas simples para os cliques até técnicas mais avançadas para modos específicos de captura.

As aulas possuem duração variada, com algumas não passando de 15 minutos, e outras passando de uma hora. a aula Fundamentos da Fotografia pode ser um bom começo para os principiantes, que depois podem seguir para Fotografando Crianças e Animais.


Vale destacar que as aulas estão disponíveis exclusivamente em inglês, apesar de serem acessáveis aqui do Brasil.

A Nikon não atua mais oficialmente no país, tendo encerrado a comercialização das suas câmeras e lentes no território.

Vale lembrar, um anestesista canadense foi capaz de transformar um respirador mecânico em nove após testar algumas ideias baseadas em aulas que assistiu na internet.

Para seguir acompanhando notícias relacionadas ao novo coronavírus você pode acompanhar a nossa página especial.

E você, fará algum desses cursos? Conte para a gente nos comentários!


3

Comentários

Coronavírus: Nikon libera videoaulas de fotografia gratuitamente em abril

Mi 9 vs Mi Note 10 Pro: top custo benefício ou intermediário caro? | Comparativo

Galaxy A20 vs Galaxy A20s: para manter o preço, não aconteceu a evolução | Comparativo

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho