LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Em atrito com Twitter, Donald Trump apela a aplicativo próprio para campanha presidencial

02 de junho de 2020 21

A eleição presidencial dos Estados Unidos acontece ainda neste ano, e o atual presidente Donald Trump já está em campanha para a reeleição, embora enfrente atualmente algumas questões: a pandemia de coronavírus, com o país liderando em número de casos e mortes, os protestos nacionais pela morte de George Floyd e uma tensão entre o próprio presidente e o Twitter, plataforma em que pautou sua atuação pública recente.

No caso das tensões entre Trump e Twitter, elas começaram na última semana, quando a rede social passou a adicionar alerta de verificação de fatos para algumas postagens do presidente. A resposta veio em forma de decreto, que ameaça reduzir proteções legais que abrangem empresas donas de redes sociais.

Com esse litígio firmado, a campanha de Trump trabalha em um canal alternativo para a comunicação com esse leitor: um app próprio para smartphones, que funcionará como plataforma de notícias, informações e entretenimento. Segundo seu gerente de campanha, Brad Parscale, o app vem sendo desenvolvido há meses, e foi lançado em abril.

O app apareceu algumas vezes entre os dez mais baixados na App Store na seção dedicada a apps de notícias, à frente daqueles desenvolvidos por empresas de notícias, como CNN, Reuters e New York Times.


Não há nenhuma intenção de imparcialidade. Apesar de ser uma plataforma dita de notícias, o app exibe informações da campanha, programas apresentados por aliados do presidente e também há premiação para usuários que engajam mais novos usuários.

Eleitores de Trump ouvidos pela Reuters já afirmam que o aplicativo é sua principal fonte de informação, o que corrobora a visão do estrategista de campanha do atual presidente, de combater a mídia. O app ainda é uma alternativa à falta de comícios físicos por conta da pandemia, ajudando a coletar dados para os estrategistas de campanha.

O login no app pede o número de celular e autorização para receber mensagens e ligações, e o número de celular é visto como principal instrumento, pois permite identificar o eleitor, saber seu histórico de votação e outras informações.


21

Comentários

Em atrito com Twitter, Donald Trump apela a aplicativo próprio para campanha presidencial

Moto G8 Power Lite vs Galaxy A30s: uma comparação com pouco sentido | Comparativo

Galaxy A30s vs Galaxy A31: e agora, as mudanças são para valer? | Comparativo

Galaxy A50 vs Moto G8 Plus: você ficaria com atualização ou bateria? | Comparativo

MIUI, OneUI, EMUI: as diferenças entre as interfaces Android | TudoCelular Entenda