LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

UE Wonderboom 2: compacta e com bons graves para ser a amiga das lives | Análise / Review

07 de junho de 2020 0

Em tempos de pandemia e isolamento social, é pouco recomendável fazer festas e reunir amigos para um dia de diversão com música no mais alto volume. Do outro lado, não faltam opções de conteúdo para ouvir. E foi nesse cenário que o TudoCelular recebeu a Ultimate Ears Wonderboom 2 para testes.

Lançada no ano passado e anunciada no Brasil em dezembro, a caixa de som da empresa pertencente à Logitech é uma atualização quase invisível, mas sonora em relação ao primeiro modelo, que conta com novas funções mantendo o design compacto.

Com tantas lives para assistir, a Wonderboom 2 consegue fornecer a qualidade de som necessária para ser sua companheira em casa? É isso que você confere na nossa análise.

Unboxing

A estilosa caixa abriga pouquíssimos acessórios. Apenas a própria Wonderboom 2, que ocupa a maior parte do espaço, papelaria com garantia e instruções básicas e o cabo de carregamento, que fica escondida atrás do suporte plástico que abriga a caixinha.

Design

O desing da Wonderboom 2 é praticamente idêntico ao da sua antecessora. O tamanho compacto, de 100mm de altura por 90mm de diâmetro entrega design circular com base e topo convexos, abrigando os botões. Na parte inferior, o outdoor boost, sua principal novidade e, na superior, os botões de energia, conexão e Bluetooth. Pouco acima, há a bem-vinda adição de uma alça com o logo da Ultimate Ears para pendurá-la em lugares mais altos.

Completam o design uma construção em plástico fosco emborrachado nas extremidades e tecido sintético trançado em dois tons na maior parte do corpo, que passa uma sensação confortável e segura no toque. Os grandes botões de volume, marca do design de toda a linha Ultimate Ears, seguem intactos e, pouco mais abaixo, do lado oposto, está a única porta para carregamento. O modelo venceu o Good Design Awards em 2019.

Esta merece um parágrafo à parte. Para um modelo lançado em 2019, a Wonderboom insiste em contar com uma saída de energia USB Mini, enquanto mesmo celulares de entrada já contam com conexão USB Tipo-C. Mesmo acompanhada de um cabo com essa entrada, esse é um claro ponto de melhoria para o modelo. Não espere carregamento sem fio por aqui.

Assim como sua antecessora, a Wonderboom não conta com saída P2 para conexão com outras fontes de áudio, deixando claro que ela é apenas Bluetooth.

Funções

Caixas de som mais avançadas da Ultimate Ears contam com um aplicativo dedicado, que oferece opções de equalização e outras melhorias. Mas esse não é o caso da Wonderboom 2, mas isso não é um ponto decisivo na experiência de uso.

O pareamento é sempre rápido, independente do dispositivo utilizado. Por contar com a versão Bluetooth 5.0, é possível ver que a velocidade é um dos pontos fortes. Ao ligar a caixinha, ela se conecta automaticamente com o primeiro dispositivo que encontrar.

Por falar em conexão, vamos a um dos pontos mais altos da Wonderboom 2, que é a possibilidade de se conectar a outra, produzindo um som verdadeiramente estéreo. Pressionar o botão circular superior de duas caixinhas por três segundos faz com que elas se conectem e trabalhem juntas sem a necessidade de conectar a segunda caixinha ao dispositivo que reproduz as músicas. Outra função bem-vinda é o Outdoor Boost, que será mencionada em breve.

Som e experiência de uso

A Wonderboom 2 tem ótimos graves e médios que, se não são tão pronunciados, prometem uma execução fiel de áudio. Há pouca distorção ao ouvir máximo, mas a experiência em geral é rica, de alto volume e, para uso interno, volume a 60% é mais do que suficiente para boas horas de diversão.

O recurso Outdoor Boost é seu principal diferencial. Para uso externo, em festas ou reuniões de amigos, a função permite aumentar cerca de 30% do volume, tendo como contrapartida a perda de graves e um foco maior nos médios, o que é uma troca justa se o foco for uma reunião com poucas pessoas, e não uma festa com centenas de convidados. Porém, o isolamento social não permitirá testar o recurso com dezenas de pessoas ouvindo, mas é possível perceber a mudança na configuração de som e o aumento de volume.

Individualmente, a caixinha oferece som 360 graus e conta com proteção IP67, contra água e poeira. Ouvir músicas dentro da água não é o recomendado, mas a proteção significa, na prática, que mesmo se você estiver em uma piscina e a caixinha cair nela, você não perde a Wonderboom e o melhor, ela segue reproduzindo a música. Testamos a reprodução de músicas dentro da água e o som seguiu sendo reproduzido.

Em termos de carregamento, a Wonderboom faz de 0% a 100% em pouco mais de duas horas e, embora não tenha nenhum indicativo de porcentagem, o LED de liga e desliga fica intermitente enquanto o dispositivo carrega. Em tempo de uso, cerca de 13 horas a depender do modo, e esse tempo diminui ao usar, por exemplo, conectada a uma segunda caixinha. O modelo anterior chegava a 10 horas.

Conclusão

A Wonderboom oferece ótima qualidade de som em tamanho compacto. O design resistente e seguro contra água e poeira é uma importante adição. Seus principais atributos são a possibilidade de pareamento com outra caixinha, que permite som verdadeiramente estéreo e o Outdoot Boost, que oferece mais volumes, embora com menos graves. Seus pontos de melhoria mais aparentes são o carregamento USB-Mini e a falta de saída P2 para conexão com dispositivos que não oferecem Bluetooth.

O modelo está disponível em cinco cores: Deep Space Black (Preto), Gelo Triturado (Cinza), Radical Red (Vermelho), Bermuda Blue (Azul) e Just Peach (Rosa). Contudo, talvez o principal fator que possa afastar o usuário é o preço, de R$ 499 na época do lançamento, mais caro que modelos compactos de JBL, Pulse e Sony, que oferecem boa qualidade sonora e tamanho compacto.

Qualidade sonoraOutdoor boostPareamento rápido Conexão com outra caixinha
PreçoCarregamento USB Mini

0

Comentários

UE Wonderboom 2: compacta e com bons graves para ser a amiga das lives | Análise / Review

Galaxy A20s vs A21s: vale trocar ou ir direto no mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs LG K61: qual o melhor celular intermediário barato? | Comparativo

Galaxy M31 vs A51: você tem certeza que deve levar o celular mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs Moto G8 Power: buscando o melhor intermediário de 2020 | Comparativo