LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi se posiciona sobre "morte" do Mi A3 após atualização e apresenta solução

05 de janeiro de 2021 544

Atualização (05/01/2021) - BB

No final de dezembro a Xiaomi começou a liberar a versão estável do Android 11 para os donos do Mi A3 – dispositivo que carrega o software “puro” do Google graças ao programa Android One. No entanto, apesar das melhorias que a nova versão do sistema operacional traz, vários usuários começaram a relatar uma falha grave com seus aparelhos: eles subitamente desligam após o update e não inicia mais o sistema operacional.

Como consequência, a empresa chinesa decidiu suspender a atualização do Xiaomi Mi A3 para o Android 11 temporariamente, enquanto investiga a falha que começou a ser apresentada em alguns dispositivos.

Agora, poucos dias após o surgimento dos primeiros relatos, a fabricante asiática fez uma publicação em sua página oficial para apresentar uma solução aos seus clientes: encaminhar o aparelho ao serviço autorizado, esteja ele dentro ou fora de garantia, para a realização de um reparo. Confira, na íntegra, o que diz a nota:

Olá Mi Fans,


Estamos cientes do problema em alguns dispositivos Mi A3 após uma recente atualização do Android 11. Desde então, paramos o lançamento. Solicitamos gentilmente que os usuários que vivenciam esse problema visitem (ou enviem seu dispositivo) para qualquer um de nossos centros de serviço onde uma solução será fornecida de graça e incondicionalmente (dentro ou fora da garantia).


Lamentamos o inconveniente que isso causou.


Como uma marca comprometida em oferecer a melhor experiência possível ao usuário, vamos melhorar continuamente nossos produtos e serviços. Obrigado por sua compreensão e apoio.

E aí, você tem um Xiaomi Mi A3? Ele também apresentou problemas após a atualização? Comente com a gente no espaço abaixo.

Atualização: (01/01/2021) - Por DJ

Xiaomi suspende atualização para o Android 11 do Mi A3 após 'morte súbita' de aparelhos

Devido aos problemas identificados na atualização para o Android 11 disponibilizado para o Mi A3 que ontem foi disponibilizado e causou a morte de aparelhos ao redor do mundo, a fabricante chinesa Xiaomi optou por tirar de circulação o patch em questão, evitando assim que mais usuários tivessem problemas.

Segundo o site Gadgets360, a fabricante revelou que já está trabalhando na correção do problema em questão, não ficando no entanto claro o que acontecerá com os usuários que já tiveram a desagradável surpresa de ter seu aparelho brickado pela atualização.

"Chegou ao nosso conhecimento que poucos usuários do Mi A3 estão enfrentando problemas com a recente atualização OTA do Android 11. Embora o lançamento já tenha sido interrompido no nosso final, nossas equipes estão trabalhando para resolver o problema o mais cedo possível. A experiência do cliente é nossa prioridade máxima e lamentamos o inconveniente causado. Manteremos todos os usuários atualizados sobre os próximos passos."

Portanto, se você tem um Xiaomi Mi A3 e ainda não realizou a instalação para a atualização em questão, é válido evitar a instalação forçada ao menos por enquanto, além de ser conveniente aguardar um pouco mais para ver se os próximos patchs não serão tão traumáticos quanto esse.

Publicação original (31/12/2020)

Xiaomi Mi A3: Android 11 chega de forma oficial, mas já apresenta problemas

Donos do Xiaomi Mi A3 (modelo que foi descontinuado no Brasil) foram finalmente contemplados com uma atualização que traz o Android 11, versão mais recente do sistema operacional móvel do Google.

O pacote pesa 1,4 GB e traz diversas melhorias para o sistema, incluindo aba de notificações aprimorada, bolhas de conversação, melhor gerenciamento de permissões, modo "Não Perturbe" refinado e muito mais.

Porém, como de costume na linha "Mi A" da Xiaomi, o novo firmware chegou com alguns problemas que nos sugerem que talvez seja uma boa ideia esperar um pouco antes de baixá-lo e instalá-lo.

Os primeiros usuários do Mi A3 com Android 11 começaram a relatar alguns problemas na experiência de uso, com um deles, como podemos ver no tweet acima, relatando que seu celular "morreu" após a reinicialização pós-update. Na publicação podemos ler algo como:

Recebi a atualização do A11 no meu Mi A3 e depois de instalá-la e reiniciar o dispositivo, o celular está completamente morto. Nem carrega ou sequer liga. Que diabos é isso? Meu celular está completamente morto na véspera do ano novo.

Levando em consideração que estamos em uma época de festividades de final de ano, este seria um dos piores períodos para ficar sem celular, então, recomendamos aguardar um pouco antes de instalar o pacote via OTA.

Outros relatos também sugerem que existem problemas com a funcionalidade Dual-SIM do Mi A3 após o update. A Xiaomi deve liberar uma atualização corretiva nos próximos dias, então, vamos ficar de olho.

É importante lembrar que não é a primeira vez que o Mi A3 mostra problemas após atualizações. Foi necessário a liberação de updates corretivos quando o portátil foi contemplado com Android 10, uma atualização problemática que teve a distribuição suspensa nada menos do que três vezes.


Veja mais

O Xiaomi Mi A3 está disponível na Amazon por R$ 1.899.
(atualizado em 27 de janeiro de 2021, às 05:40)

544

Comentários

Xiaomi se posiciona sobre "morte" do Mi A3 após atualização e apresenta solução

Galaxy Z Fold 2: dobrando melhor do que você esperava | Hands-on em vídeo

Moto G9 Plus vs Moto G8 Plus: uma nova geração realmente evolui? | Comparativo

Galaxy A20s vs A21s: vale trocar ou ir direto no mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs LG K61: qual o melhor celular intermediário barato? | Comparativo