LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Poco X3 vs Infinix Zero 8: qual o melhor intermediário gamer? | Comparativo

21 de janeiro de 2021 41

Muitas fabricantes estão começando a investir em celulares intermediários com telas com alta taxa de atualização, o que acaba atraindo o público gamer que busca ter um celular para jogar com fluidez superior. A Xiaomi possui o Poco X3, que vem conquistando os brasileiros, mas há outras chinesas também brigando pelo melhor custo-benefício neste segmento, como a Infinix e seu Zero 8. Qual dos dois é a melhor compra? Vamos descobrir.

Índice do comparativo

Design

Poco X3 NFC

Infinix Zero 8

Se você curte celular com design exótico, então está buscando no lugar certo. Ambos apostam em visual diferenciado com o conjunto de câmeras do Poco parecendo uma peça de dominó e o do Zero 8 um losango que lembra um diamante.

O intermediário da Infinix é maior por conta da tela grande, porém é mais fino e leve que o rival. Se o acabamento for algo importante para você, o da Xiaomi se destaca nisso, não apenas por ter corpo de metal e o outro ser todo de plástico, mas porque o da Infinix passa uma sensação de produto mais barato.

76.8 x 165.3 x 9.4 mm
6.67 polegadas - 2400x1080 px
76.08 x 168.74 x 9.07 mm
6.85 polegadas - 2460x1080 px
Ir para página de comparação

Ambas as marcas apostam em pintura cromática para conquistar a atenção dos consumidores e fazem questão de estampar o nome da empresa na traseira. O nome da Poco é grande e ocupa bastante espaço. Já o conjunto de câmeras do Zero 8 rouba mais espaço da traseira e a dupla câmera de selfie devora mais da tela.

Em termos de tecnologias embarcadas temos vantagem para o X3. Ele tem versão mais atual do Bluetooth e traz suporte a NFC e até infravermelho.

Começamos com o primeiro ponto para o X3.

Multimídia e software

Tela e som


Um ponto importante em qualquer celular gamer é a tela, aqui a Xiaomi fez um melhor trabalho. O X3 se destaca por ter 120 Hz, o que garante maior fluidez do que os 90 Hz do Zero 8. Ambos possuem painel IPS LCD, porém o Poco entrega brilho mais forte e melhor uniformidade de cores, mas perde em contraste. O que mais incomoda no Infinix é que há um rastro ao rolar a tela, como se os pixels demorassem para responder – problema não visto no rival da Xiaomi.

O X3 também se destaca na parte sonora. Ele possui duas saídas de som para entregar áudio estéreo, enquanto o rival está limitado a som mono. O Poco entrega volume mais potente e com boa presença de graves e agudos, pecando apenas nos médios. A vantagem do Infinix Zero 8 está apenas em vir com fone de ouvido na caixa.

Damos ponto duplo ao X3 por melhor tela e som.

Software


Ambos estão com o Android 10, mudando apenas a interface que roda por cima. A Poco aposta na MUI e a Infinix na XOS. Qual é melhor? O software da Xiaomi está muito mais polido e maduro, o que entrega uma melhor experiência no geral.

A XOS está lotada de apps pré-instalados e apresenta falhas na tradução de alguns menus. Em termos de recursos também vemos menos opções. Há até um gerenciador de jogos que permite facilitar fazer capturas de tela ou bloquear notificações enquanto joga, mas não é tão completo quanto o Game Turbo da Xiaomi que até mede o fps nos games.

Poco leva a melhor em software.

Desempenho
Quanto menor o tempo, melhor

Quem busca um celular gamer está mais preocupado com o desempenho. De um lado temos o Snapdragon 732G, uma versão atualizada do famoso 730G, com a promessa de desempenho gráfico otimizado. Do outro há o Helio G90T equipando o Zero 8 e também promete entregar ótima experiência com jogos.

Você pode até pensar que o hardware da MediaTek é inferior, mas em nosso teste de velocidade focado no multitarefas tivemos desempenho um pouco superior. O Zero 8 foi mais rápido na abertura de apps e carregamento do conteúdo, mas ao alternar entre vários apps não se destacou diante do rival.

Em benchmarks temos resultados similares em várias ferramentas. O Poco até consegue alguns pontos a mais em testes gráficos, mas no AnTuTu os dois praticamente empatam. E jogos? Os dois conseguem rodar todos os games disponíveis para Android com ótima fluidez. Por ter tela de 120 Hz será possível rodar alguns jogos a mais de 100 fps, mas são poucos títulos. No geral, os dois entregam experiência similar.

Damos um ponto a cada em desempenho.

Bateria
Quanto maior o tempo, melhor (exceto recarga)

Ter boa bateria também é um ponto importante para celulares gamer. Afinal, do que adianta comprar um smartphone para jogar e a bateria não aguentar muitas horas de jogatina? Neste ponto não temos do que reclamar, pois ambos entregam autonomia para o dia inteiro em uso moderado e mesmo que você jogue bastante ainda poderá passar várias horas longe de tomadas. Em uso geral, o Poco ainda se destaca por autonomia superior.

E tempo de recarga? Os dois também mandam bem. Xiaomi e Infinix fornecem carregadores potentes o que faz com que seus aparelhos levem pouco mais de 1 hora para ter a bateria cheia. O bom é que você não terá que esperar muito tempo para continuar sua jogatina.

Poco X3 leva a vitória por melhor autonomia no geral.

Câmeras

O Infinix pode se destacar no departamento de câmeras por ter seis sensores, sendo quatro na traseira e dois na frontal. Os dois apostam em câmera principal de 64 MP com direito a secundária com lente ultra-wide, uma dedicada para desfoque de fundo e outra para macros.

O grande problema do Helio G90T é que ele não possui um bom processamento de imagem e já vimos em outros aparelhos um desempenho decepcionante com fotos. O mesmo acontece com o Infinix Zero 8. As fotos saem suavizadas e com ruídos até mesmo em locais iluminados. Pelo menos ele não sofre tanto à noite e tem modo noturno superior ao rival.

Nenhum dos dois se destaca com a câmera ultra-wide, mas pelo menos há foco automático no Zero 8, o que ajuda na hora de registrar uma macro. Assim você terá fotos com resolução mais alta e mais detalhes capturados. Já a de desfoque funciona bem com objetos em ambos.

Daremos um ponto a cada em conjunto traseiro de câmeras.

Fotos tiradas com Poco X3 NFC

Qual é melhor para selfies? Podemos dizer que ambos mandam bem tanto em locais com forte iluminação, quanto à noite. O Zero 8 se destaca por ter uma câmera secundária com lente ultra-wide, o que permite que você tire selfies com uma turma grande sem que todo mundo saia espremido na foto. A qualidade dessa câmera é boa de dia, mas sofre bastante em locais mais escuros. Já no modo retrato, os dois fazem um bom trabalho.

E aqui damos um ponto para o Infinix.

Fotos tiradas com Infinix Zero 8

Os dois gravam vídeos em 4K com a câmera traseira e entregam qualidade similar em filmagens de dia. O Poco tem foco mais lerdo, porém se destaca na estabilização para reduzir os tremidos. Um grande ponto negativo do Zero 8 está em capturar áudio apenas mono, mas a qualidade sonora do X3 também não é grande coisa e sofre com ruído de vento. Com a frontal temos destaque para o Infinix por ser capaz de filmar em 4K, mas se quiser fugir dos tremidos terá que se limitar à resolução Full HD.

Encerramos a parte de câmera com um ponto para cada.

Preço

O Poco X3 NFC é encontrado oficialmente no Brasil por volta de R$ 2,6 mil, mas você pode pagar metade disso ao importá-lo. O Zero 8 não é encontrado oficialmente por aqui e acaba saindo o mesmo valor do rival do Xiaomi caso decida trazê-lo de fora.

Como estão na mesma faixa de preço, damos empate.

Conclusão

Se você estava em dúvida sobre qual smartphone gamer intermediário comprar, agora já sabe qual deve escolher. O Poco tem melhor acabamento, tela de 120 Hz, som estéreo, software mais polido, maior autonomia de bateria e registra melhores fotos de dia.

A verdade é que poucos jogos passam dos 100 fps no X3, então uma tela de 90 Hz não seria problema para muitos. O Infinix tem seus pontos positivos como a câmera ultra-wide para selfies em grupo ou o melhor desempenho em fotos noturnas. Ele pode não ser tão completo quanto o rival da Xiaomi, mas não deixa de ser uma compra interessante.

RESULTADO

Poco X3 NFC: 9 PONTOS

  • Melhor acabamento e mais completo
  • Tela 120 Hz superior
  • Som estéreo
  • Software mais polido
  • Melhor desempenho em alguns jogos
  • Maior autonomia de bateria
  • Melhores fotos de dia
  • Melhor estabilização em vídeos
  • Ótimo custo-benefício ao importar

Infinix Zero 8: 5 PONTOS

  • Melhor desempenho com apps
  • Melhor câmera noturna e ultra-wide com foco automático
  • Câmera frontal ultra-wide para selfies em grupo
  • Melhor foco e grava em 4K com a frontal
  • Ótimo custo-benefício ao importar
  • O Infinix Zero 8 ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.
  • O Poco X3 NFC ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

41

Comentários

Poco X3 vs Infinix Zero 8: qual o melhor intermediário gamer? | Comparativo

Galaxy Z Fold 2: dobrando melhor do que você esperava | Hands-on em vídeo

Moto G9 Plus vs Moto G8 Plus: uma nova geração realmente evolui? | Comparativo

Galaxy A20s vs A21s: vale trocar ou ir direto no mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs LG K61: qual o melhor celular intermediário barato? | Comparativo