LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Galaxy S6 pode não representar o crescimento de vendas esperado pela Samsung

25 de maio de 2015 21

Lançado há pouco tempo, o Galaxy S6 vem sendo fortemente aclamado pela mídia e pelos usuários, e a sua versão S6 Edge também vem fazendo sucesso entre os consumidores. No entanto, nos primeiros 25 dias após seu lançamento, a quantidade de 10 milhões de unidades vendidas parece não ser tão satisfatória quanto parece, isto se compararmos com o lançamento do Galaxy S4, que precisou de 27 dias, sozinho, para atingir o mesmo volume de vendas.

Um recente artigo publicado pelo jornal Yonhap News retrata um cenário que era esperado pela Samsung mas que não está funcionando do jeito que a sul-coreana esperava.

A dupla de novos flagships da Samsung levou um mês para atingir 10 milhões de unidades vendidas, o que vem a ser uma certa decepção no crescimento de vendas se considerarmos o mesmo período de vendas de lançamentos anteriores. Se levarmos em consideração as melhorias feitas pela Samsung no novo Galaxy S6, esta projeção também não se faz muito satisfatória.

O fraco desempenho no início das vendas do S6 nos faz repensar um pouco sobre a projeção de 70 milhões de unidades vendidas até o final do ano, meta que a empresa propôs antes do início das vendas do aparelho. Para tanto, a Samsung precisaria vender mais smartphones por mês do que concorrentes menores como a HTC e Sony vendem num período de um ano.

Se levarmos em consideração toda a aposta da Samsung em um visual completamente renovado e premium para o S6, a remoção de recursos como o slot para cartão microSD e bateria removível e diversas outras características, é possível afirmar que 2015 não está sendo, pelo menos não por enquanto, o "ano da recuperação financeira" que a Sammy esperava que fosse?

A Samsung vem apostando fortemente no marketing para vender mais smartphones do que as outras fabricantes, mas o que vimos, até então, foi a companhia perder potenciais mercados para outras empresas. China e Índia são exemplos claros de que 2015, até agora, não vem sendo um dos melhores começos de ano para a Samsung. Além disso, não podemos afirmar com clareza que este ano será uma "falha" na história da companhia, visto que ainda existem alguns aparelhos a serem anunciados até o fim do ano – tais como o Galaxy Note 5.

Apesar destes números parecerem "fracos" em relação ao mercado, a Samsung nega que as vendas do seu novo flagship estejam decepcionando. Na mesma medida, o preço do aparelho nas lojas oficiais da Samsung foi reduzido (somente no Brasil).

(atualizado em 04 de maio de 2021, às 04:29)

21

Comentários

Galaxy S6 pode não representar o crescimento de vendas esperado pela Samsung

Galaxy Z Fold 2: dobrando melhor do que você esperava | Hands-on em vídeo

Moto G9 Plus vs Moto G8 Plus: uma nova geração realmente evolui? | Comparativo

Galaxy A20s vs A21s: vale trocar ou ir direto no mais novo? | Comparativo

Galaxy M31 vs LG K61: qual o melhor celular intermediário barato? | Comparativo