LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desempenho do Zenfone 3 Zoom com Android 7.1.1 Nougat | Teste de velocidade do TudoCelular

11 de julho de 2017 4

O Zenfone 3 Zoom é o modelo mais recente da Asus disponível em solo brasileiro, já que até o momento a companhia não cumpriu sua previsão de lançamento do Zenfone AR, que era esperado para o final do segundo trimestre mas ainda não desembarcou em solo tupiniquim.

Com isso, muita gente ficou feliz pela chegada do Android 7.1.1 Nougat ao aparelho, pois com ele foram corrigidas muitas instabilidades vistas na edição Marshmallow do robozinho verde, além de serem incluídas algumas funcionalidades bastante úteis principalmente no que diz respeito às câmeras.

Após realizarmos um hands-on para tirar nossas impressões sobre a atualização e também refazermos nosso completo teste de bateria para ver se tivemos uma mudança significativa na autonomia, chegou a hora de descobrirmos se seu desempenho foi afetado, seja de maneira positiva ou negativa, após o update.

O Zenfone 3 Zoom traz um conjunto de especificações técnicas imponente para o nicho intermediário, incluindo uma tela AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD, chipset Snapdragon 625 com oito núcleos a até 2 GHz e GPU Adreno 506. Ele conta ainda com 3 ou 4 GB de RAM e variações de 32 a 128 GB de espaço para o armazenamento interno, que pode ser expandido via cartão microSD de até 2 TB.

Vale destacar aqui que o modelo usado para o teste foi o mais completo possível, ou seja, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Teste prático de velocidade

O nosso primeiro teste consiste em medir quanto tempo o Zenfone 3 Zoom leva para abrir uma dúzia de apps. Na lista selecionada temos os apps de Câmera, Galeria e Configurações enquanto outros foram baixados, como Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop, Pokémon Go e Asphalt 8.

A abertura foi realizada exatamente nesta ordem, contando o tempo a partir do momento em que o cronômetro foi iniciado e sendo feita uma marcação ao final do primeiro ciclo para vermos se a segunda etapa seria executada mais rapidamente, pois todos os apps e jogos teoricamente já estariam armazenados na RAM.

A primeira volta do aparelho foi praticamente idêntica ao que tivemos em sua versão com Android Marshmallow, sendo necessários 1 minuto e 10 segundos para que todos os aplicativos fossem devidamente abertos e pudéssemos retornar ao cronômetro. Na segunda volta, felizmente, tivemos algo bem superior ao que presenciamos antes, com tudo sendo perfeitamente mantido em segundo plano para que pudesse ser chamado novamente à tela em apenas 27 segundos.

O tempo total de 1 minuto e 37 segundos não é o mais rápido dentre os modelos que já passaram por nossas bancadas, ficando atrás do Moto Z2 Play no nicho dos intermediários, porém é inegável que tivemos uma melhora significativa na estabilidade e fluidez por aqui, fazendo com que o Zenfone 3 Zoom fique agora ao lado do Xperia XA1 Ultra no pódio dos mais rápidos de sua categoria.

AnTuTu

Passando para os testes de benchmark, começamos com o popular AnTuTu, que ainda permanece como uma das ferramentas mais buscadas para comparar o desempenho bruto de aparelhos apesar de todos os relatos de fraude. Aqui, tivemos uma ligeira queda na pontuação, partindo dos 62.865 vistos anteriormente para 61.073, o que como visto no teste prático não vale de muita coisa.

GeekBench

No GeekBench, temos os testes single-core e multi-core de CPU, onde vemos como o aparelho se sai em desempenho individual para tarefas mais pesadas e também ao gerenciar vários núcleos simultaneamente. Em ambos os casos tivemos um ligeiro aumento sobre o que vimos antes, com 876 pontos no teste single-core e 4.349 no multi-core, ambas pontuações bacanas para o nicho intermediário.

No teste de GPU da ferramenta, conseguimos também um pequeno aumento na performance da Adreno 506, sendo marcados agora 3.376 pontos.

3D Mark

Passando então ao 3D Mark, foi usado o teste Sling Shot Extreme, que é o mesmo que usamos em outros modelos e demanda bastante do desempenho gráfico. Aqui, o Zenfone 3 Zoom manteve mais ou menos a mesma pontuação marcada antes, conseguindo apenas um ligeiro aumento de 461 pontos para 467 pontos.

GFX Bench

Por fim, temos o GFX Bench, onde foi dada preferência para os testes de alto nível como Car Chase, Manhattan e T-Rex. No Manhattan tivemos um pequeno aumento tanto na pontuação onscreen quanto offscreen, sendo alcançados agora 9,7 fps no primeiro caso e 9,9 fps no segundo. No T-Rex a situação praticamente se manteve, com o Zenfone 3 Zoom apresentando agora 22 fps com na variação onscreen e 23 fps na offscreen.

Jogos

Chegando então ao desempenho prático durante a exibição de jogos, usamos como sempre nosso fiel companheiro GameBench para medir a taxa média de quadros por segundo alcançada neles. Começando pelo Asphalt 8, tivemos exatamente os mesmos 30 fps marcados anteriormente pelo aparelho, o que demonstra que você ainda não terá qualquer problema para executar o título em sua qualidade máxima com a maior fluidez possível.

No Modern Combat 5 a situação foi a mesma, sendo também cravados 30 fps que dificilmente eram reduzidos mesmo em cenas mais dinâmicas. Assim como o Asphalt 8, aqui também usamos a qualidade máxima em termos de gráfico, sendo possível apenas destravar a taxa de fps no menu de configurações do game para conseguir algo ainda mais fluido, partindo assim para ótimos 46 fps em média.

No Subway Surfers a situação também é muito boa, sendo aumentada a média vista anteriormente de 58 fps para 59 fps. Ainda não temos a taxa máxima possível com o jogo, porém dificilmente você terá qualquer problema durante a jogatina por aqui. Com isso, é inegável que o Zenfone 3 Zoom pode ser usado para os mais variados títulos sem que você precise se preocupar com a fluidez.

Conclusão

O Zenfone 3 Zoom teve um aumento significativo em sua performance após a atualização para o Android 7.1.1 Nougat, cumprindo assim o que a Asus havia comentado de que o aparelho foi inicialmente projetado para chegar ao mercado com esta edição do sistema. Além de ter praticamente todos os seus bugs solucionados, temos agora algo bem mais estável e fluido durante a abertura de apps e execução de jogos, fazendo dele uma opção ainda melhor no nicho intermediário.

E você, o que achou do Zenfone 3 Zoom após a atualização para o Android 7.1.1 Nougat? Acredita que o aparelho deva receber mais uma geração do robozinho verde para ver se consegue ficar ainda melhor? Deixe seu comentário aí embaixo!

O Asus ZenFone 3 Zoom está disponível na Shoptime por R$ 1.407 e na Submarino por R$ 1.519. O custo-benefício é médio. Existem 21 modelos melhores. Para ver as outras 9 ofertas clique aqui.
(atualizado em 21 de março de 2019, às 12:24)

4

Comentários

Desempenho do Zenfone 3 Zoom com Android 7.1.1 Nougat | Teste de velocidade do TudoCelular
  • Vale a pena?Eu comprei 1veio com defeito no touch,devolvo para a loja,peguei outro e veio com o mesmo defeito e mais o da linha branca de brinde,mandei para a assistência,já tem quase 2 MESES e até agora nada de poder usar o aparelho!Vale a pena?Falem aí,um aparelho caro,mais caro que o IPhone 6 atualmente e no preço do S7...Putz Asus... ...que decepção,eu sou um dos que já tiveram problemas em 2 aparelhos diferentes,já tive vários aparelhos e placas da Asus,mas,esse aí,cagou no pau,e a assistência cá vou mais ainda e rebolou para lambuzar ainda mais!

      • Eu não percebi quase nada de diferença no desempenho depois da atualização, mas eu não uso jogos, só mais mesmo aplicativos de redes sociais. Um ou outro tem fechado do nada às vezes (Facebook principalmente), acredito que seja problema do aplicativo em si.

          • Façam os novos testes no Zenfone 3 5.2"/5.5"

              • É um bom smart, se não tivesse com o s7 pegaria esse

                  OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

                  Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

                  Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

                  Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho