LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Comparativo: Moto Z Play vs Moto Z2 Play | Vídeo do TudoCelular

30 de julho de 2017 13

Seguindo com nossos comparativos diretos entre modelos intermediários, chegou a hora de colocarmos o imponente Moto Z2 Play lado a lado com seu antecessor, para vermos se a Motorola realmente fez um bom trabalho neste ano de 2017 e conseguiu melhorar ainda mais um dos modelos mais elogiados de 2016 em solo nacional.

Curiosamente, o Moto Z Play é vendido por R$ 2.199 na loja oficial da Motorola, seja em sua versão Style ou na que acompanha o Snap de câmera da Hasselblad, enquanto o Moto Z2 Play pode ser encontrado por este valor com o Snap PowerPack, que entrega uma bateria extra de 2.220 mAh, custando R$ 1.999 em sua versão "pura".

No varejo, por outro lado, o Moto Z Play é visto na faixa dos R$ 1.500, enquanto o Moto Z2 Play pode ser encontrado por algo em torno de R$ 1.700.

Será que essa diferença de preço entre eles é justa? É o que mostraremos agora!

Design e construção

Começando pelo design, a Motorola manteve muito do que foi visto no Moto Z Play em seu sucessor, algo já esperado porque a empresa precisava continuar com a compatibilidade dos Snaps em todos os modelos da linha. Ainda assim, tivemos algumas mudanças pontuais bacanas por aqui, como a troca da traseira em vidro por um corpo em peça única de metal e com uma espessura menor, o que ajuda a deixar ele menos incômodo quando você estiver usando um Snap.

Vale notar, porém, que a menor espessura fez com que a lombada da câmera traseira ficasse ainda maior do que já era, o que pode incomodar ao deixar o aparelho em uma mesa (já que ele ficará "bamba") ou criar o hábito de ficar apoiando o dedo na lateral da câmera.

Na lateral direita dos aparelhos temos os botões de volume e energia praticamente idênticos tanto em tamanho quanto em posicionamento, ficando a lateral esquerda completamente vazia. Na parte de baixo ficam a entrada USB-C para transferência de dados e carregamento dos aparelhos, bem como a porta P2 para fones de ouvido. Por fim, na parte de cima temos a gaveta onde você pode colocar dois chips nano-SIM e um cartão microSD para expansão de memória, além do microfone secundário para cancelamento de ruído.

Olhando pela parte traseira, temos no Moto Z Play a câmera, seus dois LEDs em tons distintos e o laser auxiliar de foco na mesma área, ficando mais abaixo os conectores magnéticos dos Snaps. No Moto Z2 Play isso não muda, sendo encontrada a mesma posição para a câmera principal, seu laser auxiliar de foco e LEDs, e mais abaixo os conectores magnéticos.

Passando então para a frente do Moto Z Play, temos um LED único para selfies, a saída de som que funciona para chamadas e multimídia, e a câmera principal, ficando mais abaixo o leitor de impressões digitais que pode enganar muita gente pois parece um botão, além do microfone principal para chamadas.

No Moto Z2 Play as coisas mais uma vez não mudam muito, sendo a principal diferença aqui a presença de dois LEDs em tons distintos para o flash ao invés de apenas um. Mais abaixo temos o novo leitor biométrico, que funciona de fato como botão home, podendo substituir completamente a barra de navegação do Android. Ao lado dele temos também o microfone principal para chamadas.

76.4 x 156.4 x 6.99 mm
5.5 polegadas - 1920x1080 px
76.2 x 156.2 x 5.99 mm
5.5 polegadas - 1920x1080 px
Ir para página de comparação

No geral, podemos dizer que Moto Z Play e Moto Z2 Play são modelos bastante distintos no que diz respeito à pegada, ainda que suas dimensões sejam bem similares, com 156,4 mm de altura por 76,4 de largura no Z Play e 156,2 mm de altura por 76,2 de largura no Z2 Play. Os principais fatores para esta diferença estão na espessura, que é de 6,99 mm no Z Play e 5,99 mm no Z2 Play, além do peso que caiu de 165 gramas no modelo de 2016 para apenas 145 gramas em 2017.

O corpo em peça única de metal também faz do Moto Z2 Play mais resistente, e evita as incômodas marcas de dedo que preenchem completamente a parte traseira do Moto Z Play muito facilmente. Com tudo isso, não tem como dar vitória para outro em termos de design que não para o Moto Z2 Play.

Sobre a biometria, a Motorola decidiu manter o leitor de impressões digitais na parte frontal do Moto Z2 Play, assim como era em seu antecessor. Devido a isso, você não terá qualquer problema para desbloquear o aparelho com ele sobre uma mesa, bastando posicionar seu dedo sobre o sensor que a mágica acontece. Em ambos os modelos tudo trabalha de maneira bem rápida e precisa na maioria das vezes, podendo ser usado o sensor também para bloquear a tela caso desejado.

Tela e som

Passando para a tela, ambos os modelos contam com um painel Super AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD, entregando uma densidade de 401 ppi. No Moto Z Play a empresa não informa qual versão do Gorilla Glass é usada para proteger o display, enquanto no Moto Z2 Play foi confirmada a terceira geração. Ambos os modelos incluem apenas dois modos de cores para a exibição de conteúdo, sendo uma mais intensa e outra mais natural, restando você escolher qual lhe agrada mais.

Ainda que pareça que ambos possuem exatamente a mesma tela, em nossos testes foi possível vermos que o Moto Z2 Play apresenta um desempenho ligeiramente superior na maioria dos cenários, conseguindo tanto entregar um brilho máximo mais satisfatório para ambientes externos quanto um brilho mínimo mais baixo para locais escuros, o que faz dele o ganhador por aqui sem sombra de dúvidas.

Para tirarmos tudo a limpo, é claro, colocamos os dois lado a lado com a página do TudoCelular aberta, sendo usado então um luxímetro digital para medir a quantidade de luz emitida com brilho máximo e mínimo. Enquanto o Moto Z2 Play ficou entre 6 e 750 lux, o Moto Z Play ficou entre 12 e 650 lux, reafirmando que perde temos vitória para o modelo mais recente tanto em brilho máximo quanto mínimo.

Com relação ao áudio, ambos os aparelhos possuem a saída multimídia junto com a de chamadas, ou seja, na parte frontal superior. Isso ajuda bastante na imersão, mas curiosamente o Moto Z Play parece um pouco mais alto que seu sucessor por aqui.

Hardware e desempenho

Moto Z Play Moto Z2 Play
Processador Qualcomm Snapdragon 625 MSM8953 Cortex-A53
2 GHz 8 Core
Qualcomm MSM8953 Pro Snapdragon 626 Cortex-A53
2.2 GHz 8 Core
GPU Adreno 506 Adreno 506
RAM 3 GB 4 GB
Armazenamento 32GB
MicroSD até 2 TB
64 GB
MicroSD até 2 TB

Seguindo com o desempenho, o Moto Z Play conta com um chipset Snapdragon 625, com oito núcleos a até 2 GHz e GPU Adreno 506. Ele tem ainda 3 GB de RAM e 32 GB de espaço interno, que pode ser expandido via microSD. No caso do Moto Z2 Play, é usado o Snapdragon 626, que é basicamente uma versão com overclock do modelo anterior, contando com oito núcleos a até 2,2 GHz e GPU Adreno 506. Ele tem ainda 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, também com expansão via microSD.

Em nossos testes, foi fácil perceber que o Moto Z2 Play foi claramente superior ao modelo de 2016, reafirmando-se como o intermediário premium mais rápido do mercado brasileiro na atualidade. Dentre os resultados apresentados, temos:

  • AnTuTu: 63.691 (Moto Z Play) e 67.065 (Moto Z2 Play)
  • GeekBench: 810/3.983 (Moto Z Play) e 910/4.619 (Moto Z2 Play)
  • Asphalt 8: 30 FPS (Moto Z Play) e 30 FPS (Moto Z2 Play)
  • Modern Combat 5: 30 FPS (Moto Z Play) e 30 FPS (Moto Z2 Play)
  • Subway Surfers: 58 FPS (Moto Z Play) e 60 FPS (Moto Z2 Play)

Com todos esses resultados, é impossível não darmos a vitória para o Moto Z2 Play em desempenho, seja durante tarefas diárias com abertura de muitos apps, navegação web e acesso a redes sociais, ou na execução de jogos, desde os mais simples até os mais pesados. Vale notar que o Moto Z Play já começa a aparentar os "sinais da idade", precisando reabrir apps vez ou outra em nosso teste, o que indica que 3 GB de RAM já não são mais suficientes para uma experiência plena com ele.

Câmera

O Moto Z Play conta com um sensor principal de 16 megapixels com abertura f/2.0, flash dual LED e laser auxiliar de foco, enquanto sua câmera frontal tem 5 megapixels, abertura f/2.2 e flash LED único. Já o Moto Z2 Play conta com câmera principal de 12 megapixels com abertura f/1.7 e tecnologia Dual Pixel, além de flash dual LED e laser auxiliar de foco, com seu sensor de selfies tendo os mesmos 5 megapixels e abertura f/2.2, porém com um flash dual LED.

O software de câmera é exatamente o mesmo em ambos os dispositivos, sem tirar nem por, ao menos agora que o Moto Z Play está rodando o Android 7.1.1 Nougat. Com isso, não temos nenhum grande diferencial entre os dois por aqui, com ambos apresentando um modo profissional bacana, modo de embelezamento e HDR.

Moto Z Play

Moto Z2 Play

Falando sobre as imagens, foi possível percebermos que o Moto Z Play apresenta um melhor alcance dinâmico do que o Moto Z2 Play, conseguindo equilibrar melhor as áreas claras e escuras da imagem mesmo com o HDR desligado. Ele ainda não faz isso tão bem quanto alguns rivais como Zenfone 3 Zoom e Xperia XA1 Ultra, mas já é suficiente para vencer seu sucessor por aqui.

Quando falamos sobre o foco, entretanto, o Moto Z2 Play é bem superior, conseguindo fixar no assunto desejado mais rapidamente e alternando automaticamente de maneira mais satisfatória, algo que vai ajudar principalmente a tirar fotos de animais ou fazer macro. Outro ponto onde o Moto Z2 Play ganha é na qualidade das fotos em ambiente noturno, pois aqui sua abertura maior e foco mais rápido fazem a diferença, enquanto o Moto Z Play tem uma certa dificuldade para focar em alguns casos e isso acaba fazendo com que áreas que não eram interessantes saiam claras demais.

Nas selfies, a qualidade de ambos durante o dia é basicamente a mesma, mas o Moto Z2 Play parece ter uma facilidade maior para balancear as cores. Já durante a noite não há dúvidas, o flash dual LED em dois tons permite que o modelo mais recente entregue imagens bem superiores, não apenas balanceando as cores como diminuindo o ruído.

Com tudo isso, podemos dizer que o Moto Z2 Play ganha em câmera, mas é preciso ficar atento para usar o HDR em algumas cenas.

Bateria

Eis que temos o ponto mais polêmico do comparativo: bateria. A Motorola tomou a controversa decisão de sacrificar a bateria do Moto Z2 Play para entregar um corpo mais esbelto, o que ajudou bastante em termos de design mas causou um certo descontentamento, já que a autonomia da bateria era justamente um dos pontos que diferenciavam o Moto Z Play de seus concorrentes. Com isso, caímos de 3.510 mAh para 3.000 mAh, o que é uma redução considerável.

Curiosamente, entretanto, a autonomia não foi tão sacrificada assim, sendo possível percebermos em nossos testes que o Moto Z2 Play conseguirá suportar um dia inteiro de uso mais intenso sem qualquer problema. Claro, não tem milagre por aqui, e o Moto Z Play continua sendo uma opção melhor para quem quer autonomia acima de tudo.

Caso você decida por comprar a versão com Snap de bateria, é preciso destacar que o Moto Z Play vem com o antigo acessório da Incipio, enquanto o Moto Z2 Play vem com o novo modelo feito pela própria Motorola. Ambos possuem exatamente a mesma capacidade de 2.220 mAh, porém a versão mais recente é ligeiramente mais fina e leve, além de ter acabamento emborrachado.

O software de gerenciamento dos Snaps é o mesmo, sendo possível escolher entre o consumo padrão do Power Pack, onde o acessório tem sua carga totalmente esgotada antes de começar a ser usada a do smartphone, ou o modo de desempenho, onde a carga do aparelho é mantida em 80%, o que fará o Snap durar mais.

Sistema operacional

Por falar em software, ambos os dispositivos estão agora com o Android 7.1.1 Nougat, com o Moto Z2 Play vindo com essa versão de fábrica enquanto o Moto Z Play foi lançado com o 6.0.1 Marshmallow. Curiosamente, mesmo com o update não temos a chegada do novo launcher da Motorola no modelo mais antigo, sendo usado ainda o antigo Google Now Launcher com botão para gaveta de apps, cortina branca e tudo mais.

O app Moto também continua em sua versão antiga, demonstrando que provavelmente não teremos mais nenhuma novidade chegando para o modelo de 2016, já que até mesmo o filtro de luz azul dentro das configurações do Moto Tela ficou de fora.

No mais, ambos possuem basicamente o mesmo sistema, que conta com algo bem próximo da versão pura do Android, mas com alguns diferenciais bacanas para facilitar a vida do usuário, como agitar duas vezes para ligar ou desligar a lanterna e girar o pulso para abrir a câmera, por exemplo.

No caso do Moto Z2 Play, temos ainda a possibilidade de ocultar a barra de navegação do Android, sendo usado o leitor de impressões digitais para acessar a tela de apps recentes, voltar, ir para a home ou bloquear a tela.

Conclusão

Falando então sobre os pontos fortes de cada um, como pontos positivos do Moto Z Play temos a sua bateria que consegue aguentar até dois ou três dias dependendo do seu padrão de uso, preço mais em conta e câmera principal com desempenho mais bacana em ambientes de muita luz.

Já para o Moto Z2 Play temos uma construção mais robusta, desempenho melhor em todos os tipos de tarefas, câmeras melhores no geral, tela melhor, leitor de impressões digitais mais versátil, e software com mais diferenciais, mesmo que ambos rodem a mesma versão do Android.

Com tudo isso, não tem como darmos outro veredito que não a vitória para o Moto Z2 Play frente ao seu antecessor, demonstrando que a Motorola realmente fez um ótimo trabalho ao corrigir vários pontos que não estavam tão legais assim.

Vale notar, contudo, que se você já possui o Moto Z Play pode não valer tanto assim investir no modelo mais recente, a menos que consiga vender o seu por um preço bacana e apenas complemente com o restante, já que mesmo sendo superior em quase todos os aspectos o Moto Z2 Play não é tão superior assim, sendo apenas uma evolução natural com alguns extras bacanas.

(atualizado em 18 de março de 2019, às 22:50)

13

Comentários

Comparativo: Moto Z Play vs Moto Z2 Play | Vídeo do TudoCelular

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho